segunda-feira, 24 de novembro de 2008

MENTIR PARA NÓS MESMOS É COMO O VÍCIO DAS DROGAS?

Todos já sabem e os que não sabem vão saber agora: Fábio Assunção, segundo a revista Veja, está viciado em cocaína e foi afastado do trabalho.

Minha idéia inicial era falar sobre uma amiga, muito querida, que vive em uma mentira eterna. Mente para si mesma de uma forma compulsiva.

Ela tem 26 anos, um filho, um marido e um pai que a banca nas despesas que não dá conta de arcar. Ela está infeliz com o cara e em vários aspectos de sua vida, mas não separa. Por que? Porque vive momentos de alegria e outros de profunda tristeza. Nos de alegria, ela tem a certeza de que vai conseguir dominar a situação.

Estava lendo na Veja, que o Fábio Assunção, há um tempo atrás foi para uma clínica de reabilitação nos EUA e, logo que se sentiu tão bem, que abandonou o tratamento e voltou à vida normal. Já se sentia seguro. A droga o devorou novamente.

Essa minha amiga, ano passado, começou a fazer terapia e as mudanças eram visíveis. Ela parecia mais consciente de seus atos, dos caminhos que queria e dos que podia seguir. Mas, assim como Fábio, abandonou. Estava segura demais para aceitar ajuda.

Os dois, são casos extremos, mas quando sabemos que alguém fuma maconha, não nos apavoramos tanto. Quando contamos uma mentirinha para nós mesmas para não sairmos da inércia, também não ligamos muito.

São tantos pontos em comum que assusta! O problema do vício das drogas e do vício da mentira, é que quando vemos o tamanho do estrago ele já está fora de controle.

“Ainda sou nova, posso ficar com este homem até meu filho crescer e entender as coisas.”

“Se meu filho for feliz, eu sou feliz”

“Este cara não me dá atenção, mas ele gosta de mim. Só é distraído.”

“Minha mãe fala para eu estudar mais e sair menos, mas eu sei o que estou fazendo.”

“Vivo pendurada no cartão de crédito, mas está tudo sobre controle.”

“Se eu tivesse aquele sapato eu seria muito mais feliz.”

As mentiras são pequenas, mas podem nos destruir, não agora. Na hora, a mentira dá um prazer enorme porque nos tira o peso de ter que agir, enfrentar nossos medos ou dizer "não" a nós mesmas. Mas, depois, o estrago pode ser devastador. No filme "Coisa que perdemos pelo caminho" a personagem principal pergunta a um drogado:
- Como é usar cocaína?

Ele responde que é como ser beijado por Deus. Mas completa dizendo: "isso é só no início."

Fiquei pensando se estou viajando ou se é assim mesmo: "Mentir para nós mesmos é como o vício das drogas?"

8 comentários:

Carolina disse...

Antes de mais nada Flávia quero te dizer que amei o teu coment lá no Café, muito bom e a idéia do dia do gordinho foi DEZ! E tô igual ao teu namorado, rindo até agora sobre a pele de lagartixa ....

Agora sobre vícios e mentiras acho que são tudo uma droga geral, a diferença é que o viciado em mentira corrói a sua vida cheia de enganações e replica pros demais. Conheço pessoas que são compulsivas por mentir, chegam a mentir pra si mesmo. É algo patético.

No caso do viciado em drogas ele destrói a alma, o cérebro, o corpo, a sua identidade e de quebra detona com a família e os amigos concentrados num único objetivo: tirá-lo da lama.

É triste porém verdadeiro nos dois casos.

bjos queridos pra ti!

Fabio Fernandes disse...

Mentir pra nós mesmos é pior. Devemos não acomodar com o quê incomoda. Nessas pequenas mentiras mascaramos a atitude que devia ser tomada pra resolver efetivamente o problema. Basicamente é isso q acontece com o viciado... ele busca uma fuga dos problemas que não quer, ou não consegue, resolver...

Bjokas.

Kall disse...

Ah Flavia sem duvida mentir p nós mesmos é a maior mentira...pois dela não se sai tão facil...e não tem mentirinha boa/boba...todas são mentiras e nos tras consequencias.
É tão triste vermos pessoas que conhecemos se meter numa barca furada como essa...como é triste ver um artista tão bom ,bonito e simpatico como o Fabio entrar numa dessas.
A culpa é de quem?
como mudar isso ja que um cara de prestigio entrou nessa...imagina nossos jovens,que vivem na miseria sem emprego,sem sonhar por algo/futuro melhor.
São tantos pontos p discurtir,repensar que da um otimo post né.
Um beijo grande...tenha uma otima semana.

Georgia disse...

Flavia, maravilhoso o seu texto.
Esse tema daria uma excelente palestra. Infelizmente as pessoas preferem mentir. Como vc escreveu tao bem, resolvem um peso de momento e depois?

Quanto ao vício, outra lástima, tantos jovens pensam que isso é o mundo, como vc colocou aqui na resposta de um entrevistado. "No comeco parece ser um beijo de Deus mas depois... depois é infernal, vc nao se livra tao facilmente disso nao.

Parabéns pelo texto.

A neve já derreteu, gracas a Deus, rs.

Grande beijo

Lucia Cintra Stevenson disse...

Eu concordo que e' sim. Nunca entendi o pq das pessoas ficarem casadas ou namorando outros que nao as completam ou as fazem feliz por qq motivo sequer - e ficar junto por causa de filho e' a razao mais absurda que ja ouvi.

Nao sabia desse ator. Tb nao entendo como entram nessa vida de drogas, sera que sua vida e' tao ruim assim que ele tem que se 'anestesiar' pra nao realmente viver?

As pessoas podem encontrar milhoes de razoes, ou melhor, desculpas pra continuar com qq vicio, o ruim e' que um dia qdo acordarem, sera que vai ser tarde demais? Bjos

Drunken Alina disse...

É mesmo perturbador.

Pensei agora em muitas mentirinhas que falo pra mim para me acalmar.
Ás vezes tento descobrir quando estou mentindo ou apenas constatando.
Mas graças á Deus são coisas bobas perto desse problemão que é o vício nas drogas.

Você já leu Christiane F ?
Acho que é a melhor descrição desse inferno que os viciados vivem.

Um beijo!

JAMINE BRUNO disse...

acredito que sim, flavia. mentir para nos mesmos e como um vicio e deste vicio outros se propagam...drogas, bebidas, comidas, sexo...enfim, quanto mais as pessoas se enganam, mas facil entram no circulo do vicio.

bjos!!

Jane disse...

Acho que a Jamine disse tudo. Mentir pra si mesmo é o começo de todo o mal.
Qdo mentimos para nós mesmos fazemos isso com intuito de facilitar as coisas, de fugir de algo que nos incomoda... e isso é perigoso. "Qto mais as pessoas se enganam mais fácil entram no círculo do vicio."[2], fugindo do real, estragam sua vida e das pessoas a sua volta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...