quarta-feira, 1 de abril de 2009

Qual será o mimo que farei por mim este ano, sem questinar o motivo?

Uma amiga me surpreendeu dizendo que está fazendo aula de crochê. A vida dela é toda corrida, ela super moderna, 26 anos, é sério? Crochê? Por que? Porque sempre tive vontade, ela respondeu.

No livro "Comer, rezar e amar" Liz Gilbert, foto ao lado, viaja por três países, mas é na Itália, que descobre a importância e, o direito que temos, de fazer algo apenas por fazer. Sem motivo, sem pensar no retorno. Por que aprender italiano? Para que? Todos e ela mesma questionam. Só para satisfazer um desejo, um capricho? Sim!
Há uns dois anos quero tocar na bateria de uma escola de samba. Bumbo. Tem também o árabe que vou adiando, afinal de que me servirá? Melhor passar o francês na frente.
E assim, vamos adiando aqueles desejos que podem não servir de nada para a vida prática, mas que quando realizamos dá uma felicidade no coração que ele parece que vai explodir.

Para as mulheres com filhos a coisa é mais complicada, porque tem o marido, ou a falta dele, as obrigações e por aí vai. Só as coisas práticas é que entram no cardápio. Mas aqueles desejos que parecem bobos e sem serventia, estão lá... Só esperando a oportunidade de serem atendidos e fazerem nosso coração sorrir.

Andei pensando de onde vêem estes desejos. E descobri que isso não importa. O que importa é definir: Qual será o mimo que farei por mim este ano, sem questinar o motivo?

15 comentários:

Melqyahd disse...

Olá moça
Gostei da postagem. Mmm... O mimo que faço por mim neste ano? Bem, me tenho dedicado à Arte. É sim algo feito apenas para a satisfação dos meus desejos. Porém, no fim, nossa satisfação pode tornar-se algo pragmático, não? Digo: fazendo o que gostamos é que temos verdadeira vontade de evoluir. Quem faz o que gosta sempre encontra uma forma de, no mínimo, sustentar-se com isto de forma a conseguir uma vida confortável. Só é preciso uma visão empreendedora. Compreendes?


Um beij.O^^

Melqyahd.

Claudia Acourt disse...

Ixi, escolhi tres objetivos simples para este ano. Mas todos pensados e questionados justamente para nao ficarem somente no projeto. Porém, mimo é diferente, né! Hummmm .... difìcil. Talvez amar novamente. Um belo mimo que melhora o humor, a pele, o cabelo, o sorriso. Eita, como um amigo dizia, melhor que ir a um cirurgiao plastico... rs

Ah, e quanto a frase, claro que pode usa-la. Com satisfaçao.

Bacio

Mariachiquinha disse...

Eu me amo muito, e dedico boa parte do que sou a mim mesma. Egoista? Nem um pouco. Mas aprendi a ter tempo pra mim, cuidar de mim, me fazer feliz também. Então sempre que possível eu mesma me mimo. hehheeh Biruta? Sou de pedra. Mas não tô nem aí.
Qual vai ser meu próximo mimo? Sei lá. Mas vai valer a pena.

Carol by Carol disse...

sempre adorei me dar presentinhos ummmmmmmmm, o árabe tb está na lista de idiomas.. mas ainda tem alguns na frente =)

Mariachiquinha disse...

Eu me amo muito, e dedico boa parte do que sou a mim mesma. Egoista? Nem um pouco. Mas aprendi a ter tempo pra mim, cuidar de mim, me fazer feliz também. Então sempre que possível eu mesma me mimo. hehheeh Biruta? Sou de pedra. Mas não tô nem aí.
Qual vai ser meu próximo mimo? Sei lá. Mas vai valer a pena.

Queen T. disse...

to aprendendo a customizar roupas... aff... a luta com a máquina de costura é uma tortura ahahahhaah 5x0 pra ela.

bjoks,

Tessa.

Annah disse...

HOHO vem francês com tudo.
Humm ela é super moderna e faz croche... pois é eu tbm sou e não faço somente croche como tricô...tear...ponto cruz... são coisas simplinhas que nem sequer exigem curso, e pra mim considero uma terapia adoro muito.
Mas atualmente não estou em condições psicologicas pra me dar mimos, pois estou cobrando o máximo de evolução de mim , e nem estou tendo tempo de pensar no lado agradável da coisa, só no útil. Vamo que Vamo! Se for algo que eu esteja querendo vou pelo frances hihihi

Drunken Alina disse...

Esse é um problema que não tenho. Sempre me auto-mimei.
Aliás,as pessoas ao meu redor nunca entendem isso.

Espero que você encontre uma forma de realizar seus mimos!

Beijos!

Drunken Alina disse...

AH!
Estou lendo este livro no momento!
Muito bom!

Georgia disse...

Pois é, eu tô exatamente saindo agora para ver um curso de fotografias. Sempre quis aprender mas nunca dava.

Bjus

Bia Nascimento disse...

meu melhor mimo foi estudar fotografia.
E agora meu sonho é transformar esse hobby fantastico em profissão...
As vezes fazendo pequenas coisas descobrimos que podemos seguir um caminho muito maior e porém prazeroso.
Delicia!!

June disse...

Eu posso dizer que farei dois mimos por mim mesma esse ano:
1- Aulas de dança do ventre (essa já está no presente).
2- Asinatura da turma da Mônica.

Pois é, tem anos que quero fazer isso e nunca consigo... Agora estão no presente. Eu faço.
E adoro!

Bella disse...

Ainda não sei o que me trouxe a esse blog, mas me surpeendi com esse post... É post de reflexão. Nos diz que a hora é da gente pensar na gente mesmo, no que nos faz feliz. Esses dias tenho me questionado muuuuito acerca do rumo que minha vida tem tomado, ou melhor, a FALTA de rumo que me aflige, e tenho ficado bastante inquieta, triste, pensativa, até revoltada comigo mesma. Por que primeiro o bem estar alheio e depois o meu contentamento? Assim não dá; E hoje mesmo escolhi 02 minos muuuuito meus pra ME dar esse ano. Não sei se virão, mas o fao é que eu QUERO e eu DECIDI que preciso deles pra minha alegria maior...
Sábias palavras. Precisava ler algo assim hoje. Passarei sempre nesse canto!

Linda Carioca disse...

Estou super a fim de ler esse livro... pra ser sincera, nunca pensei nisso, em fazer algo que eu goste mas que não vai me trazer retorno algum... pensarei a respeito !
Beijos !

Carol Gavião disse...

Os desejos pessoais realmente estão ficando cada vez mais de lado. Mas também não é para menos, já que a vida que almejamos - a qual não é tão exorbitante assim, apenas fazemos questão de estabilidade financeira - custa um preço muito alto. É muito estudo, muito trabalho e muito pouco tempo. O lucro de todo esse esforço às vezes é destinado apenas a pagar as contas no final do mês e, se tiver sorte, depositar a sobra na poupança, com esperança de que em algum dia da vida aquele dinheiro possa vir a realizar um desejo grande, um sonho. O que temos que ter em mente é que a nossa satisfação pessoal é tão importante quanto a profissional. O mimo desse ano será renovar o meu guarda-roupa. Não é exatamente um capricho, pois eu realmente estou precisando MUITO, mas é um mimo. Um dos muitos que ainda pretendo a realizar. E realizarei, pode anotar! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...