quarta-feira, 18 de agosto de 2010

As mulheres estão tão modernas, mas continuam criando bebezões?

- Ai você vê, a mãe cria errado, cheio de regalias e é a gente que sofre depois, quando casa.

Eu ouvi esta frase de uma vendedora no início do ano e fiquei até hoje com isso na cabeça. Ela e mais duas outras funcionárias falavam dos gostos e manias dos maridos.

Só que não havia um ar de raiva, mas de satisfação por ele ser tão "mimadinho". Uma outra disse:

- Tudo ele depende de mim...

Quando eu tinha uns 6 anos de idade precisei passar alguns meses morando com a minha tia. Adorei, porque ficava com meu primo  e minha prima, dois anos mais velha. Mas toda manhã era uma guerra. Eu e ela tínhamos que fazer nossas camas e a dele. Achavámos uma injutiça!

O lindão também só comia feijão coadinho... que fofo... E assim acontece até hoje. Socorro. Adivinha com quem ele mora aos quase 30 anos? Mamãe!

Mas você pensa: Ah... isso foi há quase vinte anos atrás, as mulheres mudaram, criam diferente... Será?

Para quem ainda não sabe, estamos longe do tempo das cavernas, onde o homem ia caçar e a mulher fazia de tudo (ou seja, manter a caverna limpa e as crianças fora de perigo), enquanto ele descansava o resto do dia. Mas, parece que esse item ainda está impregnado no DNA de muitas.

Se você entrar em boa parte dos lares brasileiros, hoje, meninos de classe média não fazem nada para ajudar! Mal, mal lavam uma louça. Nem tiram o próprio prato da mesa! É tudo na mão. Parece que a mãe cria assim de raiva, porque ai quando ele achar uma mulher, o cara vai ser tão mal criado que só a mamãezinha vai mesmo querer ficar com ele...

Por isso andei pensando... Em um mundo tão moderno, onde bate-se no peito gritando independência: As mulheres estão tão modernas, mas continuam criando bebezões?

26 comentários:

Sonica disse...

Penso que seu questionamento tem apenas uma resposta muito simples de tres letrinhas:SIM!
Bjs,

Dri Miller disse...

Aí que agonia de ler esse post!!!
cruzes, já pensou coar feijão pro filho adulto?!? E pior, já pensou começar a namorar um cara e descobrir que ele teve esse tipo de criação?!? Ui!

Carol disse...

simmmmmm, sempre disse isso para mim mãe e agora digo para minha cunhada! ahahahaha

Aline Camargo disse...

Nooooooooooooooooossa!

Parece que eu li um texto de mim mesma!

menina, concordo com cada letra... Eu moro com meu noivo desde o início do ano, a mãe dele não ensinou NADA.

Depois de muitas discussões (que ainda não acabaram por completo), ele aprendeu a fazer muita coisa, tá ficando prendado...

Uma coisa que eu observei no meu próprio comportamento é que a dificuldade de ensinar tudo, do zero, é tão grande, que há uma certa tentação em dizer "ok, deixa que eu faço, some daqui!"

Mas é justamente isto que temos que evitar. Sobra prá gente corrigir o erro das mães deles...

O que me conforta é pensar que eu quero muito ter filho homem prá fazer justamente o contrário...

A propósito, adicionei seu blog no meu... sou novata ainda nesse mundinho de noivas blogueiras, espero me inserir logo...

Se quiser add o meu, é o: http://obsessaodebranco.blogspot.com

Vou xeretar sempre, adorei seu blog!

Bjo!

Ich, Hausfrau disse...

eu acho que depende da casa... lá na minha irmã o meu sobrinho não tem moleza não.... mas com certeza deve ter muita muié hoje em dia que cria seus filhos com muitas regalias e depois não sabem pq eles são tão machistas... bjos

Albuq disse...

O pior Flávia é que tem muitas mulheres achando uma gracinha chamar os marmanjos de 'bebê', vê se pode?!
Ninguém merece!
Na minha casa, minha mãe bota todo mundo prá cozinha, inclusive meu pai e meu irmão. Ela sempre diz: ajudar em casa não vai cair ... não viu! kkkkkkk

Nara disse...

Pura verdade!
Graças a Deus, meu marido foi bem criado, e não tem nada de mimado!
hehe
beijos

Luciana Håland disse...

Eu não tenho a menor paciência para filhinhos da mamãe, sempre procurei namorar rapazes que já moravam sozinhos, longe do colinho protetor da mãe, mas ainda era pouco, então fui mais longe e vim encontrar um norueguês que há muito morava só, e de uma cultura onde os pais não ficam protegendo tanto e sempre, os filhos saem de casa logo cedo, mas se bem que tem mudado um pouco. Meus sogros tinham um apartamento no porão da casa, fizeram para os filhos, e assim aos 18 anos eles foram saindo da parte de cima, das asas dos pais, e mudando pro apto, e de lá pra outro já dando a vaga ao seguinte. E eles lá que se virassem, não tinha isso de subir pra comer comidinha da mamãe não. Ah, e ainda pagavam aluguel, foi uma forma dos pais já irem mostrando que eles tinham que se manter e de darem liberdade pros filhos. Meu marido nem a geladeira da casa dos pais abre, e nem eles fazem isso aqui em casa, acho isso perfeito.
Já minha mãe insistiu muito em criar os filhos na barra da saia, os homens, e sem fazerem nada em casa, péssimo.

Se não é a esposa pra dar tudo nas mãos dos bebezinhos, aí tem que contratar uma empregada.

Que bom que gostou do meu post, realmente perdemos muito tempo vivendo a vida dos outros, e sendo roubadas para viver até quando não se quer. Eu tô fora dessa, não dá.

Beijo e sucesso com seu livro.

Laurinha (Mulher modernex) disse...

Pois é. Muitas vezes está na nossa própria mão mudar as coisas e não nos damos conta disso...
Antigamente o acordo era claro, homem trabalhava fora e mulher dentro de casa.
Hoje em dia mulher trabalha fora e dentro de casa, muitas sem ter alguém pra ajudar ou marido pra partilhar as tarefas.
Mas as mesmas que reclamam são aquelas que chamam a filha de preguiçosa quando não quer ajudar em casa, mas passa a mão na cabeça do filho que não faz nada. Dão tudo na mão do marido desde o começo do casamento querendo agradar, sem perceber que ele vai é ficar mal acostumado e que em poucos anos elas vão estar é sobrecarregadas...
Acho que é porque ainda tá muito entranhado na cabeça das mulheres que a casa é obrigação de mulher, mas quem se f*** nessa, é a gente,...

Bjus e adoro as questões que vc coloca aqui!

Carolina disse...

Acho que isso é um problema de mãe mesmo, no excesso de cuidado e acaba criando um bebezão... Pq querendo ou não acho que quando nos tornamos mães todo aquele instinto de educar para o lar apenas a filha e não o filho reacende a chama da antiguidade, e com isso os filhos ficam superprotegidos não fazendo absolutamente nada.

Anônimo disse...

Respondendo a pergunta: sim, sim.

Mas....

..Eu acho que as esposas, noivas e namoradas não têm muito interesse em mudar este comportamento dos seus amados.

Porque logo que começam a morar junto( casados ou não) os homens estão "flexiveis" as mudanças, eles estão aberto ao novo ambiente. Mas as mulheres acham que ficar "subordinadas" aos desejos e caprichos dos companheiros é a única maneira de serem românticas, e que ao negarem tais ações, elas assumem uma postura de: desinteressadas ou de frias.

Na minha casa logo de cara apresentei ao marido meu mantra:

--> quem cozinha, jamais em tempo algum, vai lavar a louça e organizar a cozinha.

É claro que ele não gostou dessa idéia e reclamou. Mas eu expliquei que se apenas uma pessoa cuidasse de tudo, seria muito chato e cansativo. E aos poucos ele foi aderindo este estilo de vida.Então um cozinha e o outro limpa tudo. E vamos alternando.

É fato que homem não têm iniciativa nenhuma para limpezas em geral. Então no começo era eu quem enumerava os serviços que precisavam ser feitos, e INDICAVA(isso é muito importante: indique, mas nunca tente mandá-lo), 2 tipos de serviço, e ele escolhia o que preferia fazer.

É claro que o faxinão pesado é feito por uma diarista, mas no dia-a-dia nossa fórmula é essa.

Em 8 anos de casada só lavei (na máquina) as roupas do marido umas poucas vezes; e desisti de vez quando ouvi a seguinte pérola:

(Ele)- amor, porque as minnhas roupas não estão no armário???
Porque não foram lavadas.

(Ele)-por que VOCÊ não lavou???
Eu não acreditei no que eu acabei de ouvir e disse:

-olha amor, as roupas são SUAS, e eu não sou sua mãe, e você não é uma pessoa incapaz ou deficiente. Se você quer suas roupas limpas em menos de 24h, vá você lavar!

Bem, só sei que ele ficou mudo, caladinho. E nunca mais perguntou sobre as roupas.
Hoje em dia, se a roupa não está no armário é porque a diarista ainda não passou a roupa. E se ele faz questão de usar determinada peça, ele mesmo passa a roupa para poder usar. E se não está limpa ele lava.

Carolina disse...

Continuam nutrindo bebezões. Casam com o cara mimadinho da mami e depois continuam alimentando o reizinho cheio de regalia. Aí o cara transfere pra mulher, que já não é tão mulher, é mais mãezinha porque "nasceu com instinto protetor" e qdo menos se espera o tal reizinho está batendo a porta pra curtir as namoradinhas " lá fora". É ruim, hein? Mulher curte este papel, depois reclama qdo o cara olha um belo dia e vê nela não aquela garota que eel se apaixonou, mas uma cópia fiel da sua mãezinha.
Desculpa o fel, mas acho que muitas mulheres adoram este papel. rsrsr

bjos meus

Flávia Shiroma disse...

Oi Flavinha, tudo bem? Lindo seu nome! rs... Adorei seu comentário no meu blog.
Perpetuação??? kkk... As pessoas "viajam" muito, cobram demais e depois que o bebê vem, quem ajuda a cuidar?? rsrsrs.... também tem esse detalhe! kk
Eu adorei seu blog. Vc escreve coisas que me interessam muito. Gostei também da postagem que voce fala sobre cabelos ressecados.
Já sou sua seguidora viu??
Volte sempre ao meu bloguinho!

Bjs
:)

Erika Mello disse...

querida, eu ameeeeiii seu comentário no meu blog, fiquei mto feliz mesmo pq admiro mto vc, sou sua fa :). Vc tem toda razao mesmo e eu ja falei isso pra minha mae mil vezes, tem q viajar sem anunciar. mas como fazer isso com a familia e amigos, neh? nao tem jeito msm... Como vc deve ter percebido, sou Caboverdeana, nao sei se vc conhece, Cabo Verde é um arquipélago formado por 10 ilhas que fica pertinho das Canárias, na costa ocidental africana. mas vivo há 6 anos em Portugal - Lisboa, onde me formei em Gestao de Empresas e hoje faco mestrado em Marketing. Minha mae esta neste momento no Brasil - Fortaleza e eu pedi pra comprar seu livro "Equilíbrio" e enviar pra mim. ela comprou, disse que acabou lendo tb e que adorou. eu ainda nao recebi, estou esperando. :) E quanto a este post, vc tem TODA razao, eu odeio isso, sabe? meu ex namo era assim. mamae trazia comidinha pra ele numa bandeja na camaaaa, eu ficava boba, so faltava dar comidinha na boca msm... um horror! felizmente meu atual namo nao é assim, ele é bem mais maduro e independente da mae. mas eu acho q no geral isso acontece sim e é uma pena pq acaba afectando sim o carater deles. um beijoooo <3

Flávia Shiroma disse...

Flá, suas palavras nesta postagem me fizeram pensar no quanto mimo meu marido. Mas, já virou um hábito tão impregnado em mim, que nem percebia mais que o que faço é mimo.
Por exemplo: quando ele vai tomar banho, eu levo toda a roupa e a toalha. Nas refeições, eu só o chamo quando o almoço ou o jantar já estão na mesa (no prato) e o suco no copo (com gelinho e tudo mais).
Sabe, eu sei que me enquadro nesse tipo de mulher que estraga literalmente o marido, mas faço isso porque gosto. Esse é o meu jeito. Me sinto bem e feliz por cuidar dele assim.
E detalhe: antes de me casar, eu condenava as "Amélias" que faziam isso com seus maridos!!! Eu achava um absurdo a mulher colocar a comida no prato do marido!!! E hoje, faço isso e muito mais!!!
Com isso, aprendi a respeitar mais o modo de convivencia de cada casal, pois se temos um marido maravilhoso, carinhoso e super atencioso como o meu, fazemos questão de cuidar mesmo. É como se fosse um merecimento, uma troca: ele é um marido exemplar e eu sou uma esposa zelosa.

Nossa, esse comentário está mais para uma postagem né? rs...

Mas, eu adorei a sua idéia de escrever sobre isso.
Parabéns!!!

Um beijo Flavinha!!!!

Lis Alves disse...

Eu ri muito, mas na minha casa a situação é a contraria, acredite você , meu marido quando morava com a mãe, fazia de tudo, lavava louça, arrumava a propria cama e lavava suas roupas, pq minha sogra sempre trabalhou fora, mas quando se casou comigo, eu o tornei bebezão,rsrsrs.
Agora ele não acha as proprias cuecas,kkkkk.

Cleia Lucena disse...

É a mais pura verdade.
Eu não tenho filho, mas tenho amigas que tem e vejo a criação delas, que os trata como se ainda fossem bebes.
Mas existem umas que criam certo... a mãe do meu ex-noivo é uma.
Eu ia na casa dele e tinha que ficar esperando ele terminar de arrumar a cozinha depois do jantar, eram três homens e nós as namoradas acabavamos ajundando pra que eles terminassem mais rápido. Minha ex sogra só esqueceu de ensinar a ele a ficar com uma mulher só. kkkkkkkkkkk
bjs carinhosos

June disse...

Com toda a certeza!
Sem um pingo de dúvida.
Somos uma sociedade onde homem que pega todas é garanhão, e mulher que pega todos é galinha, vadia.
Homem que não ajuda em casa é trabalhador, tá cansado. Mulher quando não o faz é vagabunda, preguiçosa.
E por aí vai.

Então sim, nossa sociedade continua criando bebezões!

Miiila Melo disse...

SIIIM!

Infelizmente, claro.

Tive um namorado, filho único...

Ele era completamente dependente e sem iniciativa porque aprendeu a ter em casa " TUDO NA MÃO " . Acho péssimo a mãe "FAZ TUDO PELO FILHO". Crescem achando que o mundo é belo e na hora do SE VIRAR SOZINHO, cadê a mamãe? hahaha

E o pior é que a mulherada hoje em dia, não está dando muita bola para este tipo de homem não! Eu digo, tô fora ! rs

Homem tem que ser homem mesmo, resolver, colaborar!

Adooorei o post!
Parabéns!!!

Carlos disse...

Pois é, e as "bebezonas", não sabem sequer fritar um ovo, quanto mais lavar pratos, pois estragam as unhas.
Não é fácil, ainda mais no mundo capitalista e consumista.
Fora a cerveja e o futebol do fim de semana.

Sugiro então Flávia que vc crie um livro online, escrito por todos, fica a sugestão...

Única e Exclusiva disse...

Linda, quero te pedir algo, no comentário que vc fez no post da brincadeira ficou no blogue com o link novo só que esqueci de "esconder" no painel do blogger, queria que vc respondesse de novo, pode ser?
http://olhosdaverdade.blogspot.com/2010/08/preencha-por-favor-como-comentario.html

Obrigada pela compreensão! ^^
bjos, ú&e =***

Única e Exclusiva disse...

Definitivamente, sim. Trabalham fora para dar o melhor e "esquece" do importante a educação para a vida e o mundo. Situação bem complicada.
Eu mesma fui tratada assim, mimada, so soube o que era lavar pratos com 12 anos e mal. Até hj não gosto de cozinhar, prq mainha faz. kkkk Eu sei fazer todos os afazeres domésticos, mas, nao gosto! Entao, deve acontecer com os homens tmb. kkkkk

Bjos, ú&e =***

Andréa Brandão disse...

Não, não e nãoooooooo! KKKKKK
Que bom andar na contra-mão, pelo menos dessa vez...

Tenho um filho de 13 anos e ele é criado, desde a mais tenra idade para se virar sozinho.
Meu marido, graças a Deus e à minha sogra, também foi criado assim!!!
Meu filho sempre foi mais atrapalhado que as meninas lá de casa: ele é o filho do meio. E isso gera muita gargalhada entre elas, parece uma coisa de gens mesmo! Fora isso, e apesar das reclamações gerais, todos fazem um pouco de tudo para garantir seu crescimento pleno e não apenas físico.

sonhomeu disse...

Nossa, nem me fale... Meu marido é um desses bebezões, mas depois de 4 anos juntos, acho que ele já percebeu que não está casado com a sua mãe...rss
Pior é que a irmã dele cria os filhos no mesmo caminho... aff... acho um absurdo!!


bjinhosss

Sâmia disse...

é vero, concordo d+++... as mães mimam e depois a esposa que sofre, se é q o cidadão comsegue sair da barra da calça da mãe e casar, né?! Bjssss

Gisley Scott disse...

Creio que isso vem da mentalidade nas culturas latinas. Aqui por exemplo, desde cedo os homens(e até os garotos) são ensinados a fazer tudo dentro de casa.Morei com uma família americana e tive dois irmãos.A mãe saía pra trabalhar e não tinha essa de deixar comidinha pronta, não. Te vira que tu não é quadrado! Eles mesmos faziam a própria comida,lavavam e engomavam as próprias roupas e cada um tia uma tarefa doméstica em casa.

Infelismente o nosso Brasil tem ensinado que mulher boa é aquela que dá tudo na mão do marido, pq é assim que a mãe cria. Eu tiro isso dentro da minha própria família. Meu irmão sempre teve tudo na mão.Daí quando ficou noivo,aí que foi mostrando as asinhas mesmo.

Antes de eu me casar, caíam em cima de mim dizendo que eu ia ser uma péssima esposa, que eu ia pisar no marido pq eu me recusava a cozinhar e passar uma blusa do meu namorado(hj esposo) antes de ser casada.Ué, mas se casar terei a vida inteira pra fazer isso, realmente eu Não tinha pressa.

As mães no BR não ajudam, daí quando o filho reclama, é a nora que não presta. Ninguém merece!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...