quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Filho. Tarde assim, é bom?

A atriz Betty Goffman descobriu que está grávida de gêmeos, aos 44 anos de idade. Celine Dion acabou de dar a luz a gêmeos, aos 42 anos.

Antes, ter um filho depois dos 40 era um susto, resultado de um descuido. Agora, passou a ser opção. É como se a mulher optasse por viver mais, curtir mais, se estabilizar antes.

Algumas pessoas dizem que é ruim porque você já não tem mais pique para correr atrás da criança. Como assim? Filhos de mães nos seus vinte ou trinta e poucos, passam mais horas com a babá, com a avó ou na creche, porque a mulher moderna diz que é multi. Se fôssemos multi nasceríamos com tentáculos como o polvo. O lance é sobrevivência mesmo!

Ainda tem-se a imagem perfeita da mãe nova, bonita, mas a mulher entra num conflito horroroso. Ainda é jovem, tem que trabalhar, correr, não cuida da criança, nem dela mesma. Sofrem ao ter que deixar o filho na creche pela manhã e só pegar no fim do dia. Eles passam mais tempo com as pessoas que cuidam deles do que com os pais.

Aos quarenta e poucos a vida já está mais estabilizada. Você está mais segura, passou a fase do corpo perfeito ser tão importante. Mas tabém tem o risco de não conseguir engravidar.

Ser mãe nova tem lá suas vantagens. Quando seu filho tiver 10 anos você vai ter lá seus 35. No caso da atriz Betty, ela terá 54! Depedendo da aparência da mãe, fica sempre aquela coisa: é seu neto? Ai dói, né?

Mas a vida é cheia de vantagens e desvantagens e, diante de tantas mães quarentonas, e felizes, fica a pergunta: Filho. Tarde assim, é bom?

19 comentários:

Flávia disse...

Olá!!!

Bom, eu acho que para amar, ter filhos, ser feliz, não existe idade.
O que importa é o amor que você tem a dar e a maturidade suficiente.

Bj!
;)

Luciana Klopper disse...

Contando com esse lado profissional, realmente é mais prático, pq correr atrás com filhos no braço, há de se ter mto mais disposição, porém, acho q fisicamente e mentalmente, melhor ter filhos mais cedo, não com 15 e 20 anos, mas de 25 aos 30 acho legal...hj também a medicina tá tão evoluída, que não há mais riscos pra nada né!!! Tudo q era mais correto, hj já não é mais...hj nem é preciso mais ter um pai, pra se fazer o filho..rsrsrs
Ter familia então, ninguém nem pensa mais nisso, infelizmente....os valores realmente estão conturbados!

Fernanda disse...

Eu me questiono sobre isso e engracado que falei hoje com minha mae sobre isso. Quando nasci minha mae tinha 19 anos, e quando teve meu irmao cacula tinha 38. Ela diz que o pique nao eh mais o mesmo, mas a paciencia aumenta muito.

Lúcia Soares disse...

Oi, Flávia.
Tenho s mesma dúvidas que você. Há vantagens e desvantagens, como em tudo.
O cansaço é maior, sem dúvida.
Mas a maturidade ajuda muito. Há menos mitos, preconceitos a seguir.
E o risco (real) de doenças genéticas na criança.
Minha mãe teve 10 filhos. Pariu dos 19 aos 44 anos...Com paradas, uma vez de quase 5 anos e depois mais de 7 anos. A última foi descuido. Ela já esperava a primeira neta, que nasceu 45 dias antes da filha.
Hoje minha mãe tem 85 anos e minha irmã caçula tem 41.
Ela sempre comenta que teve uma mãe já cansada e por mais que minha mãe viva, ela sempre "desfrutará" dela menos do que nós, os mais velhos.
Mas no futuro será tão comum (mais mais velhas) que nem será notado!
Beijo!

Andrea Pagano disse...

Olá Flávia, como vai?
Tá de livro novo, parabéns e muito sucesso!
Bem eu tive a minha promeira com 30 e a segunda com 36, confesso que o corpo não tem a mesma disposição para sentir as dores do pós... Mas foi bom porque tive minhas realizações profissionais e hoje curto muito ficar com elas...
Se tiver saúde, porque não?
O problema é que depois a gente envelheçe muito rápido e perde a convivência e talvez os netos...
Bjs e boa semana!

Trocando ideias - Espaço Mulher disse...

Eu acho que com 40 anos é meio tarde,mas se for o desejo da mãe, porque não?
Bjks
Dani

Eliane Pechim disse...

Acho que quem decide a melhor hora para se ter um filho é a mulher, ela que sabe dos limites do seu proprio corpo e da sua estabilidade psicologica, emocional e financeira. Minha mae teve o primeiro filho aos 32. Quando eu nasci ela tinha 36 e ainda teve meu irmao aos 38. Ela disse que nunca faltou energia a ela para brincar conosco e cuidar da gente. Tenho uma amiga de 26 que tem uma filha de 3 e nao aguenta o pique da garota, entao acho que isso é muito relativo. Eu jamais me imaginei sendo mae nova. Aos 35 nao creio que tenho menos pique para brincar com uma criança do que tinha aos 25, por exemplo, entao acho que tem muito preconceito e estereotipo nessa ideia de que tem uma idade certa para se ter filhos. Otimo post, abraço

Paty Chuchu disse...

oiii Flavia,olha so no meu caso,tive minha primeira filha aos 18 anos,e depois de casada 8 anos depois, tive a minha segunda ,e ,realmente o pique nao e o mesmo..Assim no meu caso qdo a gente e´ mais novinha tem muito receio de fracassar na educacao dos filhos,entao automaticamente faz tudo com muito mais cuidado.Com certeza vc ja ouviu falar assim marinheira(o) de primeira viagem,entao e´ bem isso mesmo.Na minha segunda filha sou mais relax ..A Mayra hj com 18 anos sempre diz,ai mae qdo eu era crianca vc era mais durona kkkk.Mas acho que para ser uma boa mae e´ realmente independente da idade..beijinhos

LICIA TATIANE disse...

Eu costumo falar que tudo na vida tem um lado positivo e outro negativo.Eu tive minha filha com 20 anos e meu filho com 25 anos,tinha energia mais não tinha cabeça,hoje com 36 tenho cabeça mais não tenho energia.Se a pessoa estiver bem para ter aos 40 não vejo nada de mais.

PSICO? LÓGICO! disse...

Olá!!!

Desculpe minhas ausências...
Mas espero agora recomeçar e para isso te convido para participar da comemoração de dois anos do meu blog!!! Apareça por lá e concorra a um livro!!!

Enorme abraço.
http://psicologico-al.blogspot.com/2010/10/ano-ii-blogagem-coletiva-e-convidadas_4669.html

Linda Carioca disse...

É difícil opinar a respeito disso, acho que depende muito da escolha da mulher. Se ela quer exclusivamente cuidar da carreira, talvez engravidar mais tarde seja um opção. Mas se o sonho dele é ser mãe e ela pode se dar a esse luxo em tempo integral, ótimo. Há também as que querem ser mães mais cedo e conseguem conciliar com o trabalho, mas também não serão dedicadas 100% nem à maternidade e nem ao trabalho.

O lado ruim de ser mãe tarde é que você fica parecendo avó do seu filho, no futuro,e provavelmente o coitado vai ficar órfão ainda jovem. É trágico falar dessas coisas mas precisamos ser realistas ! Beijos !

Mariachiquinha disse...

Eu sempre quis ser mae cedo. Mas o tempo passou e não aconteceu. Pelo andar da carroagem, eu acho que vou ser mae quarentona, inshallah.

Mas ainda acho que depois dos dos 25 e antes dos 45.

Flavia disse...

Flá,
eu acho lindo quando a diferença entre mãe e filho é pequena, tipo 20 e pouquinhos anos, principalmente com a mãe na casa dos 40 e os filhos na casa dos 20. Mas todo bônus tem seu ônus, se eu tivesse sido mãe com essa idade, não teria aproveitado a vida como aproveitei. Mês que vem faço 31 e penso em ter filhos lá pelos 34, que é quando termino minha (2ª) faculdade. Não é tão tarde né? Mas acho que se pudesse escolher, teria nessa época, entre 30-32 anos.
Agora, acredite se quiser, tem uma grávida no trabalho da minha irmã que tem 52 anos!!! Isso mesmo, 52!!!
Beijos!

Layla Barlavento disse...

Tenho minhas dúvidas. Na verdade vejo sempre vantagens e desvantagens quando o assunto é mais idade para ter filhos. O certo é que esse tema sempre causa polêmica e muito, muito medo em quem faz essa opção. O que sei é que ser mãe é maravilhoso! Tive os meus cedo e mesmo assim não deixei de participar da vida deles por ter que trabalhar. Passamos a otimizar nosso tempo juntos e isso não importa a idade que se tenha!
Ainda acho que é uma questão de estar preparada. E isso pode acontecer aos 25 ou aos 40, não importa, o que importa mesmo é o amor!

Ich, Hausfrau disse...

cada um pensa de um jeito e a minha opinião é que familia é mais importante do que um emprego com mega salario... acho exagero as mulheres esperar tanto para ter seus filhos. abs.

Flovi disse...

Acho que hoje em dia as crianças sentem vergonha mesmo é de ter mães muito jovens. Acho que está mais do que normal ver mulheres mais velhas com seus filhos, então não sei se a pergunta 'é seu neto' é tão atual assim.

Veja esse texto: http://eneaotil.wordpress.com/2010/10/18/como-nossos-pais/

;)

Lu Souza Brito disse...

OLá Flavia,

Difícil esta questão porque cada mulher tem seu tempo e suas convicções.
Eu estou com 28 anos e casada a mais de 4 anos. Já sinto que está na hora de ser mãe. Meu corpo pede, entende. Sempre digo que pretendo ser mãe até os 31 anso no máximo, justamente porque tenho medo de nao ter pique, nem paciencia, enfim...são medos que rondam quem pretende ter um filho.
Mas sabe que hoje eu digo que se pudesse voltar o tempo, teria sido um pouco mais imprudente e teria engravidando com 22 ou 23 anos. Nesta época já havia concluido o ensino superior. Porque digo isso?
Pq pouco depois disso descobri que tenho artrite reumatoide e iniciei um tratamento que me impedu de ter filhos. Ainda hoje devido as dores, ainda tenho que ponderar se posso ter um filho. A cada crise que tenho o médico adia...
Enfim! Acho que ser mãe mais jovem é mais vantagem!

Heitor ou Vitória? disse...

Olá!
Esta é minha história. Sempre fui louca por crianças. Quando eu tinha meus 18-23 anos, me imaginava aos 30 com pelo menos um casal de filhos. Sempre quis engravidar, sentir o corpo mudar, ter a maravilhosa experiência de estar gestante, sentir um ser se mexendo dentro de mim.
...mas eu nunca encontrava o homem "ideal" aquele que realmente fosse o pai do meu filho. Aos 32 tive um susto, pensei que estava grávida, quase enlouqueço pois seria fruto de uma loucura...um super amigo que, na ocasião era noivo e estava para casar...aventura mesmo, tipo: despedida de solteiro. Alarme falso!
Hoje, aos 37 anos, relacionamento fixo. Em 19 de junho do corrido ano, me descobri grávida. Foi a melhor notícia da minha vida. Meu companheiro estava radiante, minha família toda saltitante. Porém perdi meu bebe com dois meses de gestação. Foi traumático para mim, ouvir que o coração do meu bebê não mais tinha seus batimentos. Não foi dado um diagnóstico preciso, pois o exame custa caro em torno de R$2.000,00. A médica apenas disse que deveria ter sido má formação genética.
Ainda não tive coragem de voltar ao médico para realizar novos exames para a tentativa de outra gravidez. Meu companheiro ainda quer este filho comigo!
Sei que será muito traumático passar por baterias de exames e tentar uma nova gravidez.
Este é o preço de uma gravidez "tardia".
" Foi um anjo muito elevado...papai do céu o quis junto à ele."

Anônimo disse...

Realmente tem muito preconceito, principalmente da classe médica que deveria da mas apoio a mulher que quer engravida nesta idade, vejam só, fui ao medico por que quero ser mãe este ano aos 40 anos...perguntei se tinha algum problema....aí a medica ficou pensativa e logo respondeu. Tem muita mulher tendo filhos aos 40 anos.. é o trabalho respondeu. E você nem parece a idade que tem. Cada um sabe aonde o sapato aparece. Tenho quarenta com cara de vinte o pouco. Então tenho pique para aguenta farra de uma criança. Sem contar que os tratamentos para engravidar é o olho da cara de caros, e não surtem efeito muitas vezes como o esperado. Então se cuidem queridas se querem ter filhos tarde. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...