segunda-feira, 8 de novembro de 2010

ARRISCAR = IMPRUDÊNCIA?

Li uma vez uma frase que dizia:

"99% dos medos não se concretizam, mas eu vivo em função deles."

Medo do marido ir embora, se eu sair sozinha com as amigas.
Medo do filho não me amar mais, se eu for firme com ele.
Medo de abrir a minha empresa.
Medo de tentar aquela profissão que sempre sonhei.
Medo de dizer não.
Medo de largar o emprego e fazer aquela viagem pelo mundo.

A única solução é: A-R-R-I-S-C-A-R. Pagar para ver. Porque o pior da vida é viver o: O que teria sido se eu...

Poderia ter dado errado, mas poderia ter dado certo. Essa é a unica certeza incerta que temos.

O medo nada mais é do que um artifício da sua zona de conforto dizendo: "fique onde está!!! Não arrisque, porque isso é para os imprudentes, sem filhos, sem emprego." É? Quem disse isso? Sua mãe? Seu chefe? Ou um idiota covarde qualquer?

Quando somos crianças ouvimos repetidamente: "Tome cuidado!" Não percebemos, mas isso fica grudado na memória, no DNA.

Mas, cuidado demais estraga! A vida tem prazo de validade, assim como a comida.

Medo! Uma palavra de apenas 4 letras mais que tem muito mais força que a coragem com mais 3 letras de vantagem.

Não relacione arriscar com pular de bungee jump. Arriscar = Calcular. É ouvir a si mesmo e colocar em prática o que é importante para você.

O problema é que temos medo de arriscar, porque o medo diz: antes um pássaro na mão do que dois voando... Como todo ditado, deve ser usado na hora certa.

Tiririca arriscou. "Ah... mas ele não tinha nada a perder. Já é um palhaço." Todos nós sempre temos algo a perder. Sempre! Até o palhaço. Mas e ai? Sempre tem um doido que acredita em nós e no caso dele foram mais  de 1 milhão de retardados. Mas isso só aconteceu porque ele arriscou.

O que os outros pensam de nós é detalhe, mas o que nós fazemos de nossa vida, não. Por isso, aproveitando esta frondosa segunda-feira, é bom responder: ARRISCAR = IMPRUDÊNCIA?

17 comentários:

Cláudia Acourt disse...

Nao acredito que imprudencia seja igual ao arriscar. Quando se nasce, sem ter escolha, vc ja começa a arriscar. O quanto vai fazer disto a sua pratica na vida è que vai determinar os seus sucessos e aprendizados.
Sabe, quando eu chutei o balde da minha vida para realizar o sonho de ver o mundo com os olhos, tive o cuidado de ligar para os jornalistas com quem eu trabalhava diretamente e agradecer a atençao que tiveram comigo. Ouvi muito "vc è corajosa", "mas agora que a sua vida profissional esta decolando?" e "ai que inveja". Porem, dos editores eu ouvia: "isso mesmo, faça esta viagem e ganhe o mundo!". E peguei minha coragem e vim. O pior que poderia acontecer seria dar errado e eu voltar para casa de meus pais.
Hoje, qdo alguem ouve a minha historia, vejo que muitas pessoas tem o mesmo sonho que o meu mas sao POUCAS que o realizam. Eu me olho daqui a 20 anos e sei que vou rir muito das coisas que me acontecem na Italia. Eu sei que meus olhos vao brilhar ao contar dos apertos, das angustias e dificuldades vividas mas vencidas.
é preciso coragem para arriscar. Como vc diz è 50% de dar certo ou errado. Recentemente arrisquei uma historia que poderia ser a minha tao esperada historia de amor. Sabia que poderia nao dar certo, como nao deu, e apesar da dor que senti nao carrego comigo a insatisfaçao, ou duvida, de nao ter tentado. Deixei na memoria a parte boa e a outra tirei liçao.
Otimo texto, mais uma vez.
Boa semana.

Eu, Damaris, para mim... disse...

Flávia

Eu simplesmente amei o texto. Sou das medrosas. Penso tanto para agir! Ás vezes acabo não agindo por medo mesmo. Temos apenas 1 vida. Não dá para deixar de viver o que se tem vontade por causa do medo, né? Por isso, vou analisar melhor esses medos...

♡Kaah♡ disse...

obs: não aceita esse comment, é só uma correção, medo tem 4 letras, não 3.

Adoro teus textos

bjoks

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávia disse...

Flavinha,
Não acho que arriscar seja imprudente, desde que haja o devido cálculo.
Por exemplo: eu e o meu marido sempre arriscamos a nossa profissional, fazemos inúmeras tentativas, erramos, acertamos, viajamos, nos submetemos a certas coisas, ganhamos pouco e aceitamos em nome de um bem amior, e muitos etecéteras....
Mas, se tivéssemos um filho em casa que dependesse da gente, dificilmente arriscaríamos dessa forma.
Então eu digo que arriscar deve fazer parte do vocabulário de todo mundo, mas com sensatez.

Um beijo querida.

Lucia Cintra disse...

Medo eh sinonimo de uma vida infeliz, pois te paralisa. Arriscar = viver! Se algo nao der certo, pelo menos voce tentou e pode muito bem escolher o caminho a seguir dali.

Eu nao consigo viver minha vida pensando no "e se...". Eu vou e faco pra ver! E quanta coisa maravilhosa ja experienciei e estou experienciando por causa disso.

Eu gosto de colocar palavras de inspiracao no meu blog de vez em quando, entao deixo aqui algumas que tb poderao ajudar outras pessoas:

"O maior erro que voce pode cometer nessa vida eh continuar temendo que cometera um"

"Voce nunca conseguira atravessar um oceano se somente ficar olhando pra ele"

"A diferenca entre o impossivel e o possivel so depende da determinacao da pessoa"

bjos

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Kaah, imagina que vou deletar seu comentário! Só porque está me avisando sobre um errinho. Tenho é que agradecer por ter lido e dado o toque. Sinal de que leu tudo! Quer coisa melhor para uma jornalista?

Confundi com o 3 da coragem.

Não podemos ter medo de errar! Todos os dias que posto algo, arrisco! rs

Beijos e obrigada, querida!

Albuq disse...

Apesar de não ser uma pessoa de arriscar muito, creio que devemos arriscar sim, vai dá certo! bjs

Sonica disse...

Eu arrisco sempre, Flávia!
Não coloco a imprudência no mesmo patamar do arriscar, apesar de que às vezes, elas se equiparem...
Bjs,

Cleia Lucena disse...

Por isso que sempre arrisco e na maioria das vezes da certo sim e quando da errado nunca me arrependo.

beijos

Ella disse...

Tenho muito medo de arriscar, medo de quebrar a cara!

Paty Chuchu disse...

Ola querida ,tudo bem?Menina mandou bem agora,vc escreveu o que muita gente pensa e sente.Pensa em arriscar,em uma aventura,uma paixao louca,um emprego ,enfim existem varias maneiras de se arriscar,mas sentem medo de perder tudo,de fazer papel de ridicula,vc quer saber?Eu arrisquei numa paixao louca e...perdi.Tah levanta,sacode a poeira e da a volta por cima, entao me arrisquei em uma aventura,mudei de pais com uma mala na mao e minha filhinha a tira colo e...ganhei.Entao acho que e´ isso 50% de chance para dar certo e os outros 50 pra dar errado..Mas eu ainda penso quemm nao arrisca nao petisca..Claro sempre consciente no que podera acontecer se nao dar certo,o pior sera a incerteza de quem nunca arriscou.Tipo assim.Ah se pelo menos eu tivesse tentado..beijinhos querida.

Marcos Satoru Kawanami disse...

a coragem é mãe da santidade.

Renata C., UMA ESPOSA EXPATRIADA disse...

Existe uma frase que diz:

´´NEM TODOS QUE TENTARAM, CONSEGUIRAM.
MAS TODOS QUE CONSEGUIRAM, TENTARAM.´´


Bjka!

Lourdes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lourdes disse...

Oi Flavia, seu post foi admiravel! Um dia deixamos nossa casa, familia, meu marido deixou o emprego, onde ganhava bem,mas nao estava feliz. Pegamos nossos 2 filhos, 5 malas e saimos de Sao Paulo e viemos para a Australia! E claro que fizemos um pe de meia para poder nos sustentar pelo menos nos primeiros meses. Mas viemos atras de um sonho e ate agora (2 anos) estamos na luta, muitos apertos, mas muitas historias vividas, amigos, conquistas. Se nunca tivessemos tentado, como iriamos saber? Ousadia, loucura,coragem? Para nos um crescimento pessoal, em todos os sentidos. Um abraco e felicidades!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...