sexta-feira, 4 de março de 2011

Depois da fofoquinha novelesca... Camisinha, já colocou a sua no sutiã?

Não sou seguidora de novela, mas ontem cheguei mais cedo em casa e deixei a TV ligada enquanto arrumava a mala.

Dos poucos capítulos que vi de Insensato Coração, andava com uma raiva tremenda daquele André. Ô cara que se acha! 

Mas aí mora o perigo. O mundo está cheio de Andrés e a verdade é que esse é o tipo que mais atrai. É o garanhão que a mulher quer conquistar e mostrar como um troféu: domei!

E é para esse que abrimos a guarda, já pedindo desculas pelo trocadilho. 

Agora, Carol, Camila Pitanga, chora por estar grávida de um homem como ele.

Mas, no capítulo de ontem, adorei ver um amigo de trabalho dizendo a ele o que eu gritava do lado de cá:
- Cresce! Você fala como se tivesse sido estuprado. Você já é crescido o suficiente para ter consciência e parar uma transa quando percebe que está sem camisinha!

E essa história é antiga. A mocinha engravida, o cara não quer o filho e no fim, adivinha! Eles vão ficar juntos e todas nós vamos chorar.

Mas na vida real não é assim. Aquele discurso do André de "eu fui sincero com você" é como se tirasse sua culpa. E na vida real, é assim mesmo que acontece. Tem lei e etc. Mas, antes, tem camisinha e a mulher moderna sabe: filhos sem o outro querer é furada! E mais ainda se for bebê de carnaval! E nem vou citar as doenças...

Ano passado, passei o carnaval em Salvador e vi meninas perdendo o rumo. Assim como acontece todos os dias pelo mundo. Estando ou não sob o efeito do álcool. O melhor seria não "fornecer" para estranho, mas já que fica difícil... CAMISINHA! Coloque ela no soutien, assim não tem como esquecer quando o clima estiver quente!

Assim, depois da fofoquinha novelesca, vai o recado para as casadas que vão pular o carnaval com o maridão e para as solteiras ou enroladas lindonas que passam sempre por aqui: Camisinha, já colocou a sua no sutiã?

7 comentários:

♕Miss Cíntia Arruda Leite ღ disse...

É querida, infelizmente o mundo tá cheio dessas histórias e eu tô de saco cheio delas, de ver gente se fazendo de coitadinho. Acredito sim que cada um, sabe muito bem o que faz e tem que saber assumir.
E já que quer se esbaldar por aí sem consciência que se previnam, não só de filhos mas pricipalmente de doenças.

beijos e bom carnaval;

Lúcia Soares disse...

Flávia, "sou de um tempo" em que a AIDS não era ameaça para o sexo.
Então, não havia tanto a "obrigatoriedade" da camisinha, mesmo porque "moça de família" não saía por aí, transando por transar.
No máximo se davam" aos próprios namorados e a maioria acabava se casando mesmo.
Sei que a camisinha é um item necessário na bolsa ou no bolso das meninas e meninos, mas não entendo porque o sexo se tornou tão banal.
Não sou moralista, de jeito nenhum, mas tenho uma visão completamente diferente da que anda por aí.
Então, já que o mundo anda assim, tão permissivo, é melhor emsmo que as meninas pensem em se cuidar melhor, levando elas mesmas as camisinhas, porque homem com essa responsabilidade é muito difícil (mas tem muitos, sim) de encontrar.
Beijo e bom carnaval!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Iasbelle de Rio das Ostras, tentei responder seu comentário sobre os carecas, mas não vi seu blog nem e-mail no seu perfil.

Mesmo assim, obrigada po seguir e participar!

Beijos

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Lúcia!!! Que saudades da rebelde do blog!!! Tinha uns dias que você não comentava.

Ontem mesmo pensava numa outra Lúcia, a CINTRA dos EUA, que também faz cada comentário fantástico!


Cíntia, e que o mundo leia seu comentário! Adorei. Luta contra os homens que levantam a bandeira do golpe da barriga. É preciso 2 para fazer um bebê.

Beijos

Sonhos & melodias disse...

Oi Flavia!
Pois é, nessa época a moçada dispiroca de vez e esquece da proteção. Mais do que engravidar, é se prevenir contra doenças. Se posso levar uma vida saudável, por que vou me contaminar? Ótima postagem.
Excelente carnaval!
Bjs

Dahiane disse...

Cada um pode fazer o que bem entender com a sua vida. Porém, para isso é necessário arcar com o que pode vir a acontecer. E isso raramente acontece!!! O que vemos são crianças nascendo "sem pai" ou então criadas pelos avós... ou ainda abortos! Como vc disse, sem comentar sobre as doenças... mas enfim... acredito que cada um deve aproveitar como qser, mas que seja consciente de que ele próprio deverá arcar com os resultados de suas ações! Adorei o post! bjos e bom feriado!

Claudia disse...

Oi Flavia! Bom post sobre a camisinha. Eh impressionante que esta campanha ainda tenha que ser feita todos os anos, ja era para as pessoas terem se conscientizado que o unico modo de se evitar DST eh usando camisinha.
Soh acho que seu comentario sobre " o melhor seria nao fornecer para estranho" foi muito machista. Hoje em dia esta mentalidade de "nao transar no primeiro encontro" ja nao cabe mais.
Anyway! Quero te contar algo que aconteceu comigo sobre o VTM mas nao estou achando o post que voce escreveu sobre o cartao. Qual seu email?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...