segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Câncer - Doença dos maus?


Um dia eu vi uma propaganda do Ministério da Saúdo que dizia:

“se você tem 30 anos ou mais você precisa procurar o médico e fazer o exame para se prevenir do câncer de colo de útero.”

Eu já tinha visto aquela propagando mais de 100 vezes, assim como você que está lendo isso aqui, está casada de ouvir esses recados que não são para você. Afinal, porque essa doença chegaria até você? Ela só vai atrás dos outros ou da vizinha megera e invejosa. Afinal, câncer é a doença da alma. Será?

Elizabeth foi pega de surpresa. E nos deixa desarmadas: câncer, pode acontecer comigo?

Como você descobriu?
Fazendo auto-exame e os exames de rotina (mamografia, preventivo).

Como recebeu a notícia?
Na hora achei que não era comigo, mesmo assim, engoli a seco e perguntei: e agora o que tenho que fazer? Não chorei, foi muito difícil chorar, porque não admitia sentir pena de mim.

Como foi o tratamento?
Tive a graça de não sentir nenhum efeito colateral (enjoos, febres, emagrecimento), mas fiquei careca. 

Quanto tempo durou o tratamento pesado?
A doença é pesada até no nome, mais meu tratamento durou aproximadamente 4meses de quimio, 3 meses de radio e 1 ano de herceptim (uma quimio sem efeito colateral de queda de cabelo). No total, uns 7 meses de quimio e radio. 

Seu tipo de câncer?
Foi de mama, mas apaguei isso de minha vida. É minha história, mas não me pertence mais. Mas peguei as papeladas e conferi para você: é carcinoma infiltrante de mama pouco diferenciado compativel com carcinoma medular.

Você teve medo?
Sim! No inicio, porque você não sabe nada a respeito. Mas minha vontade de cura era maior. Eu sentia dentro do meu coração que eu sairia dessa. Repetia isso a todo instante: vou sair disso porque Deus é o meu pastor e nada me faltará.

O que mudou na sua vida? 
A proximidade com Deus. Minha fé. 

Qual a parte mais difícil desde que recebeu o diagnóstico?
São muitas, a cada momento é uma. Os meus momento difíceis foram: quando tive que decidir o tipo de cirurgia,quando precisei de dinheiro, quando fui a 1ª fez à oncologista (estava de luto pois havia perdido minha mãe), a 1ª sessão de quimio (essa foi a pior). Hoje, mesmo estando em estado de remisão sem nenhuma intercorrência, há os momento de dúvidas quando faço meus exames de rotina, até chegar a conclusão que nada é.

O que aprendeu de lição?
Que tenho que ter fé. E que se vive cada dia. Que não vale apena brigar por pouco.

Deixo a mensagem de “O menestrel” de Shakespeare.
"aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
...e você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. e que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!"

Betinha é uma mulher normal, saudável, jovem, professora de pilates e teve câncer de mama. Por que ela? Muita gente ainda acredita na máxima: Câncer - Doença dos maus?

Um comentário:

Isadhora disse...

Oie!!!
Hj vim divulgar outro blog... na verdade é um brechó.

dá uma passadinha?
http://reciclando-o-closet.blogspot.com/

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...