terça-feira, 17 de março de 2009

Qual o papel de uma primeira dama?

Ok, não deveria dizer isso, mas a excelentíssima primeira dama do Brasil não me desce muito bem. Por que? Não só ela, mas todas as que não utilizam este cargo de tanta influência para fazer o bem ao próximo.

Nem todo mundo é a Princesa Diana . Ou a Princesa Ranya do Jordania. E o que dizer da saudosa Ruth Cardoso?


Quem optou por ser presidente, foi o homem, mas uma vez lá... Por que não ser útil ao mundo? Seja apenas com aparições como a formosa Carla Bruni.

Opiniões são para serem expostas e, algumas vezes, corajosamente mudadas. Então, quem sabe a Dona Marisa dá uma passadinha por aqui e nos ouve? Ou quem sabe a opinião de alguém mude a minha opinião? Porque para mim esta função não é de sombra do homem, mas de parceria para fazer um país melhor.

Então, ficamos assim. Eu de mente aberta, vocês com opiniões afiadas: Qual o papel de uma primeira dama?

12 comentários:

Juuuu disse...

Bom,
a primeira dama deve acompanhar e apoiar os passos do marido. Em geral as primeiras damas desempenham funções mais voltadas para o bem estar da sociedade, como você citou vários exemplos. Sendo que isso não é uma obrigação dela, né?! Acho que vai mais do bom senso e vontade de ajudar o próximo (e ajudar até mesmo o marido com ações deste tipo). Acho que a pior coisa é somente viver na sombra do marido, mas cada um faz suas escolhas! O povo escolhe o presidente, ele já havia escolhido a esposa...
:-S
beijos

sheila alvarenga gogoi disse...

Geralmente a primeira dama coordena projetos sociais,a Marisa deve fazer isso sim, todas fazem!

(e o "primeiro-damo" faz o que??)

Esther disse...

Acredito que a Primeira-Dama deveria complementar o lado humano que todo líder deveria ter, através de projetos sociais e apoio à campanhas e iniciativas do Terceiro Setor.

Confesso que, das estimadas que tive oportunidade de ver, D. Marisa Letícia foi a Primeira-Dama que mais decepcionou. Gente do Céu, em oito anos de governo do marido, o que mais essa mulher fez além de vestir as roupas do Renato???

Ah, se eu estivesse lá...

Claudia Acourt disse...

Para mim a primeira dama ou deveria fazer algo realmente de valor como a Ruth Cardoso ou fazer como a primeira dama do ES. A esposa do governador Paulo Hartung, uma psicologa bem sucedida, nao aceitou a pasta destinada as mulheres dos governadores pois disse que a pessoa eleita foi ele. PAra a pasta deveria ser destinada uma pessoa capacitada e preparada para o assunto e nao a ela por ser, simplesmente, a mulher do governador.
Adoraria ver o dia em que o Brasil tivesse um governador solteiro ou viuvo. Alias, Itamar Franco era viuvo e nao fazia falta uma primeira dama.

sheila alvarenga gogoi disse...

A princesa Ranya é da Jordânia (acho)

Raquelita... disse...

bom, se de tudo elas não tiverem competência pra exercer nenhuma espécie de atividade política, social, cultural por seus respectivos povos, que deem o ar da graça bem vestidas e bem arrumadas que é para inspirar a mulherada... (péeeeessimoooo esse meu comentário!!!! rs)

sheila alvarenga gogoi disse...

A Rosana Collor era o ápice da breguice, concordam?

A vida é uma arte disse...

Olá Flávia,
Aqui é Nicinha, você tá esquecida do texto não né, coloquei tanta coisa lá no blog, até as mil e umas viajens que meu amigo fez.
http://nicinhavaz.spaces.live.com/
meu e-mail é o Eunicevaz@gmail.com
Vou adorar colocar a postagem lá, acho que muitos iram gostar, te enviei alguns e-mails.
Obrigada viu?
Beijão e tudo de melhor para você.

Mariachiquinha disse...

Eu não sei até que ponto a atuação da primeira dama é ou não intencional.

Foi tentar explicar melhor, na primeira fase do governo e mesma por conta da campanha pela reeleição de Lula por exemplo, talvez fosse ideal manter a primeira dama de forma discreta para não atrapalhar a imagem dele. Afinal quem tem que brilhar é ele. Vai que ela tivesse cometido uma gafe daquelas. Então por isso, talvez fosse melhor mesmo deixá-la quietinha para não comprometê-lo.

Rosane Collor foi um péssimo exemplo. Cafona em sua modinha channel - nada contra a moda Channel, apenas não combinava com ela, soava falso, sem estilo, personalidade ou atitude.

Ser uma Ruth Cardoso, Princesa Diana ou rainha Rhanya da Jordânia, requer muito mais que beleza ou um bom corte no tailler, é preciso ter conhecimento, estudo, preparo e traquejo político.

Uma primeira dama pode ajudar a imagem do presidente ou atrapalhá-lo. Ou "em boca fechada não entra mosca", ou "cala boca Magda".

Georgia disse...

Flavia, acho que ela nunca fez nada antes, por que fazer agora?

Muitas mulheres vivem assim...
Nao aproveitam a oportunidade que têm... ou melhor aproveitam de outra forma...continuam sendo inúteis.

Bjus

Cheers! Fla disse...

Concordo com vc, nos States a primeira dama tem um papel muito forte em programas sociais, em certas coisas que o presidente nao estah muito com a cabeca para se preocupar. Acho que eh "common sense" vai, vc estah ali, do lado do presidente, faca algo, vc tem o poder nas maos, melhore o seu pais que vc deveria amar e querer proteger, nossa. E imagine que imagem boa que ela passaria se tivesse sido util, pelo menos um pouquinho? Mas tbem viu, esposa de quem eh? Nao da para esperar muito nao.

bjs

Carolina disse...

É bem isso mesmo: uma vez lá, faça algo útil!
Dizem (e isso é bem vago) que ela gasta fortunas em jóias... ok, mas isso não vem ao caso no momento.
A Srs Lula deveria, pelo menos encabeçar ações pelo fome-zero, divulgar trabalhos sociais (de terceiros, já que ela não se prontifica), enfim, o que fazer por este país tem, e muito!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...