sábado, 18 de abril de 2009

Trabalhar com o marido / namorado dá certo? Ou é um passo para o fim?

Vida a dois é complicada. Até aí, novidade alguma.
Trabalho é um campo minado. Mais um máxima batida.
Mas e quando junta-se os dois?

Relações são difíceis de serem administradas. Quem tem colega de trabalho conhece a ginástica necessária para estar em paz com todos. Quem mora com o marido / parceiro, sabe como é complicada convivência depois que a paixão dá no pé e você fica p da vida ao ver que o outro não lavou a louça, conforme combinado.
Mas aí o dia vem, cada um tem seus afazeres e a raiva fica mais amena.
Segunda-feira minha amiga disse:
- Vou largar meu emprego e trabalhar na empresa do meu sogro.
- Tem certeza...?
- Claro! Aquilo é nosso, já estou implantando mudanças. Estamos economizando, consegui fornecedores melhores!

Eu observava com calafrios.
- Além do mais, meu sogro está querendo passar o comando para meu marido e o irmão. Já está cansado. Aquilo lá é nosso.
Quando estamos empolgados, tudo é sensacional! Primeiro dia no emprego tão desejado agradecemos a oportunidade. Alguns meses depois já xingamos o chefe explorador. Primeiro ano de casamento, nuvens. Mas o tempo passa e os conflitos, naturais, aparecem.
Trabalhar com o marido não é aquela coisa casal perfeito estilo Fátima Bernardes e Willian Bonner. A lista de pontos negativos mal cabe numa folha A4 frente e verso preenchidos.

Passado o susto inicial, refleti e percebi como ela, com sua competência, poderia realmente fazer maravilhas naquela empresa. Mas, por outro lado, lembrava de como eles mal conseguem viver em paz, se vendo apenas à noite!

Coloquei tudo na balança, pesei, pensei e não consegui chegar a uma conclusão: trabalhar com o marido / namorado dá certo? Ou é um passo para o fim?

17 comentários:

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

Essa questão é mesmo complicado. Acho que é um comodo a mais para limpar na casa do relacionamento. Exige um amadurecimento maior trabalhar com o namorado/marido ...e até mesmo com parentes...

bjocas

TaTy GaSpAr disse...

Eu acho que é mais um ponto fraco para o relacionamento...
Se, com o passar do tempo, os relacionamentos estão fadados a monotonia, imagina quando vc chega em casa e nem tem novidades para contar sobre o trabalho?! A tendência é os dois se desgastarem mais: problemas em casa e problemas no trabalho sendo divididos entres as mesmas pessoas... É demais! Acho que é mais um passo para o fim, sim!

Beijos, bom fim de semana!

Cheers! Fla disse...

Nossa se eu tivesse que trabalhar com o Paul acho que a gente jah teria se divorciado! Nao dah, acho que o casal precisa de espaco, se bem que minha melhor amiga ai no Brasil trabalhava para uma empresa onde os donos eram casados, mas eles tinham um pacto que chegariam em casa e nao conversariam sobre trabalho e suas diferencas (se houvesse alguma) ficariam no escritorio ateh o dia seguinte... tem que ter muita disciplina, o que nao eh o meu caso ha, ha, ha

Lucia Cintra disse...

Meu marido e eu ja falamos varias vezes que nunca poderiamos trabalhar juntos.

Somos dois lideres e pessoas teimosas e perfeccionistas que realmente so irritamos um ao outro qdo trabalhamos juntos com certas coisas (ja tentamos isso).

Ter um negocio juntos seria fora de questao no nosso caso ou um tremendo esforco e diciplina pra poder dar certo.

Bjos

consultora sentimental disse...

Conheço um casal de empresários que tem uma afinidade incrível, são responsáveis pelo sucesso de um empreendimento inovador e adoram o que fazem. Até hj eles ainda n se mataram.rsrs.
Trabalhar com o marido/namorado pode ser perfeitamente proveitoso, desde que o casal saiba dialogar, ponderar as divergências e ter mto amor entre eles e pelo que fazem.
A questão n é o trabalho, mas o nível de evolução afetiva e profissional dos dois.
um grande abraço!!

Fernanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

Eu tenho dois casais de amigos muito proximos que trabalham todos juntos (sao dois irmaos e as duas esposas). O negocio deles (que ja tem seis anos agora) esta crescendo de vento em popa e acho legal porque eh um negocio deles, o patrimonio deles cresce a cada dia. Eles dizem que foi a melhor decisao que tomaram. Eu adoraria tentar isso, e meu marido e eu conversamos sobre um dia montar nosso proprio negocio, mas soh tentando pra saber se daria certo. Quanto ao primeiro ano de casamento, no meu caso foi justamente o contrario, o primeiro ano foi o mais dificil, e agora sim a cada ano que passa sinto que nosso casamento esta muito mais forte, mais harmonia e afinidade. Acho que trabalhar com o marido pode dar certo sim, mas depende muito do casal, do relacionamento.

Georgia disse...

Eu nao poderia nunca trabalhar com o Christian, nós dois somos insuportáveis quando trabalhamos juntos, ahahahahahah!!!!

Mas conheco muita gente por aqui que trabalham juntos e sabem separar a coisa.

Bjus e boa semana

Dri - Everywhere disse...

Acho isso muito relativo, e depende demais de casal pra casal. Meus pais trabalham juntos, sao socios na empresa do meu pai, mas teoricamente minha mae trabalha pro meu pai. Estao juntos nessa sociedade ha quase 15 anos, e casados ha mais de 30. E dando certo!
No caso deles seus estilos profisiionais e personalidades se complementam: meu pai comanda o lado "business" e criativo da empresa, e minha mae eh super organizada e mantem tudo no lugar. Acho que na verdade soh dah certo porque eles sao casados, e se alguma cosia nao dah certo, em vez de voltar pra casa e passar a noite toda enchendo o saco do marido reclamando do chefe, eles tem que resolver tudo ali e agora. Para beneficio pessoal e profissional.
Alem disso, trabalham por um bem comum, por um sucesso em comum, e acho sso muito legal.
Agora que as filhas jah estao criadas e fora de casa, a empresa tem prosperado ainda mais, pois virou o "novo" filho, e se dedicam a empresa com o mesmo cuidado que se dedicam a familia.
Alem disso, rola a confianca. Minha mae confia que seu "chefe" esta dando o melhor de si pela empresa, e nao eh um explorador de funcionarios indefesos; e por outro lado, meu pai pode se dedicar as partes do negocio que gosta pois sabe que sua empresa, financas e administracao estao em boas maos, com uma diretora de confianca que tambem se beneficia quando a empresa vai bem, em vez de ser alguem que apenas quer um emprego que pague as suas contas e nao ve a hora de voltar pra casa e reclamar do chefe pro marido.
No caso deles, acho que dah super certo, e se nao trabalhassem juntos, provavelmente a empresa nao seria tao bem sucedida.

Porem nao sei como seria trabalhar com marido/namorado numa empresa que nao eh sua, trabalhando pra terceiros.
Acho que se a relacao vai bem, estar o dia todo juntos no trabalho eh um complemento; como ter um otimo amigo trabalhando na mesa ao lado. Uma compania pra almocar, tomar um cafezinho, e fofocar sobre o chefe chato.
Mas se o relacionamento jah nao esta dando certo, passar o dia todo com aquela pessoa do seu lado seria um inferno - tanto quanto um colega pentelho e um chefe mala.

Talvez minha opiniao esteja um pouco deturpada por ter um otimo exemplo em casa, mas acho que se a relacao vai bem, isso reflete nos negocios "da familia", mas se a relacao jah vai de mal a pior, passar 24hr por dia juntos soh iria piorar ainda mais a situacao!

Lilica disse...

Acho que trabalhar com "parente" já é uma droga (sempre acaba em briga de familia), imagina trabalhar com o marido??? É divórcio na certa! (menos para Bonner e Fátima, claro!!!).
Beijos

Flávia Moraes disse...

Seu blog é muito legal! descobri ele por acaso, mas agora vou sempre dar um passadinha aqui! Parabéns pelos posts bem escritos e pelos temas interessantes!

Carolina disse...

Roubada na certa!
DE experiência própria!!!
bjos

Mel disse...

Cada caso eh um,eu trabalho com meu marido e adooooro,fazemos tudo junto,brigamos as vezes claro pq temos maneiras bem diferentes de agir mas eh bom,profissionalismo sabemos ser marido e mulher ou somente colegas de trabalho qdo precisamos,isso eh nosso segredo de sucesso acredito,qdo fiquei um mes no Brasil e ele no Japao,ele nao conseguia fazer nada,nao rendeu nadinha no trabalho sem mim kkkk,no meu caso eh otimo viver 24hrs com ele,somos casados a 6 anos e desde o namoro eh assim.

Anônimo disse...

Tinhamos um relacionamento perfeito,até começarmos um negócio juntos,ele sempre foi autonomo e nunca quis trabalhar para ninguem, e me via trabalhando como a grande maioria em empresa, e me incentivava muito a procurar algo que fosse apaixonada e começasse a fazer meu proprio negocio que ele entraria com o dinheiro.Foi o começo de VARIAS E VARIAS discussões...principalmente da parte dele, achei que tudo era maravilhos,convencida que seria o melhor para minha vida, larguei meu crago de chefe em uma empresa,começei a me aventurar no ramo da moda, e hoje meu relacionamento esta um inferno, porque ele me cobra,cobra,cobra...mas hoje eu compreendo que meu estilo é trabalhar para alguem,não tenho vocação...infelizmente...mas mesmo assim não quero decepcionalo e vou empurrando com a barriga,esperando que meu casamento sobreviva a tanta tensão.

Recomeçar disse...

Amiga trabalhar com marido da certo quando a dialogo entre os dois eu ja trabalhei com meu marido e faziamos uma otima equipe mas na empresa tanbem trabalhava o pai a mae o irmão e a cunhada e foi um desastre porque chegou um ponto deu não aguentar olha para cara da familia dele eu minha cunhada quase fomos nos tapa ,porque familia nao sabe deixar os problemas no escritorio e leva os assunto para o jantar e o pai por achar que o filho e erdeiro nao presiza pagar os direitos a ninguem mas enfins ele pai do meu marido e nao meu pAI..

Anônimo disse...

Meus pais são sócios da mesma empresa há 27 anos. Até agora estão muito bem. Meu pai toma conta dos negócios em geral, e minha mãe administra o departamento financeiro.
A empresa cresceu bastante, ano passado sobrou 3 milhões de lucro, que foi boa parte reinvestido na empresa para compra de novos maquinários.
Mas eles são muito cabeça, muito sensatos. Vai de cada casal. Se for um casal que vive aos "trancos e barrancos", discutindo, competindo, com a relação sempre por um fio, melhor não arriscar.
Eles se desentendem mais como casal do que como sócios. Mas são discussões a toa.
Vai de cada casal. Como se deram sempre muito bem, arriscaram abrir uma empresa juntos.
Hoje eu e meu irmão estamos nos preparando para assumirmos a direção dos negócios com eles.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...