quarta-feira, 13 de maio de 2009

Toda crítica, de início, dói?

Estava viajando com uma amiga e fomos ao shopping encontrar outra amiga dela. Almoçamos no restaurante desta amiga. Nas despedidas ela perguntou:
- O que acharam da comida?
Dissemos que estava maravilhosa.

Já longe da dona do restaurante, minha amiga disse que a salada tinha molho demais e eu comentei que meu peixe estava ruim.

Então ela disse:
- Sério?
- Sim -
respondi.
- Ah... eu fico com medo de criticar porque eu sempre acho que minhas criticas são construtivas...

Criticas construtivas nada mais são do que nossa opinião que acreditamos certa sobre determinado assunto. Mas quer saber? Elas magoam! Mesmo ditas com... cuidado.
Eu sou daquelas que bate no peito e diz: pode criticar, prefiro assim do que falando mal pelas costas. Mas aí a crítica vem e sua teoria cai!

Sou escritora e escrever é um risco. Assim como todo artista. Não há o certo, há a sua maneira. Você se expõe o tempo todo. O primeiro livro que escrevi fez tanto sucesso que eu recebia e-mails apaixonados. O segundo também. Já o terceiro nem tanto. Me perguntava se as pessoas gostaram, o que acharam? Um pânico.

Escrever um blog que literalmente é escrito a muitas mãos, as suas mãos, é uma delícia. Mas, por mais que eu fique horas pensando e repesando o que e como escrever sobre determinado assunto nem todo mundo vai entender da forma que eu gostaria que entendesse.

Um caso recente é o do post da Giovana Antonelli. Me assustei ao dar de cara com o comentário da Lia dizendo que está decepcionada com o blog. Ok! Melhor assim do que sumir e não voltar. Mas você se assusta mesmo sabendo que é impossível agradar a todos.

Logo depois veio o post da Luciana Haland dizendo que é recém-chegada e vai adicionar o blog.
O objetivo não é trazer uma verdade e sim agregarmos opiniões. E é por isso que termina com uma pergunta e não com uma conclusão.
Recebi um e-mail dizendo que fui preconceituosa com relacionamento estrangeiro. Logo eu que tenho padrasto holandês.

Dizer que ser criticada para crescer é bom, é verdade, mas não na hora... Ser criticado dói, esta é a verdade. O seu marido dizer que você tem andado muito mal cuidada magoa... Uma amiga dizer que você anda com hálito ruim dá vergonha... Mas depois que aquele susto passa, se você se der uma chance, pode sim crescer, melhorar. Mas nem todo mundo é assim, por isso fica a pergunta: Toda crítica, de início, dói?

9 comentários:

maria inez disse...

oieeeee..Infelizmente doi,porque nao as aceitamos como contrutivas...ninguem quer ser contestado..cada um acha que eh dono da sua verdadee infelizmente..masssss somos humanos..
adoro seu blog
bju

Luciana Håland disse...

Algumas críticas realmente doem inicialmente, já outras a gente percebe que a intencão foi destrutiva mesmo e deixamos de lado.
Pois é, adicionei mesmo, e venho ler todo post novo.
Não acho que você foi preconceituosa com relacão a relacionamentos com estrangeiros, acho que deu sua opinião e deixou em aberto para saber mais.
Mas quando a gente se expõe assim com um blog, acabamos sendo alvos de críticas, inveja, nõ somente nos comentários.
Beijo

Georgia disse...

Criticas realmente doem e muito. Eu sou uma pessoa bem crítica, mas nao falo o que penso realmente para todo mundo. O alemao é bem crítico e com ele aprendi a encarar a critica de frente e nao me deixar abalar. No comeco foi difícil, mas encontrei um caminho: o de peneirar. Me colocar realmente no centro da questao e ouvir o barulhinho das pedras, rs. Vale prá você minha querida amiga, escritora. Muitas das vezes as críticas só servem para entrar por um ouvido e sair pelo outro. Mas vc tem que realmente saber separar se da crítica vc precisa tirar algum proveito ou nao. Há muita gente que critica porque tem inveja da gente, entao, tem que saber separar e conhecer e saber o que vc quer. Essa é a coisa mais importante.

Um grande beijo

Bia disse...

Claro q doi, ninguem gosta se sentir por baixo, mesmo q seja algo q depois vc vai melhorar!
bjs

Devathai disse...

Quem tem blog passa automaticamente a ter um teto de vidro. Já vieram ao meu blog com ataques pessoais, e eu sinceramente não ligo. Eu gosto da sua escrita, muito embora eu não concorde com a maioria das coisas que você diz. Mas mesmo assim, leio, pq se a gente ler só aquilo que está de acordo com aquilo que pensamos, não há crescimento algum.

E pode ser que um dia eu veja que o seu ponto de vista faz mais sentido que o meu. Daí eu cresço. Bom... é assim que eu penso.

sheila alvarenga gogoi disse...

Eu conheci esta moça aí de cima (Devathai) em uma comunidade em que defendíamos (com garras e dentes!) idéias opostas. E hoje ela é minha grande amiga, foi até testemunha do meu casório!

O problema é que as pessoas levam sempre pro lado pessoal quando não deveriam!

Angélica disse...

Olá. To sumida, mas estou sempre lendo os posts. Acho que todo mundo tem sua opinião sobre determinada coisa e escrever sua opinião é se expor. E ao se expor a gente tá suscetível á críticas. Mas acho, que apesar de doer, não deve ligar. Afinal, as pessoas que estão te criticando, simplesmente estão expondo as suas opiniões. E as perguntas que vc sempre deixa ao final dos posts são exatamente para isso, expormos nossas opiniões sobre determinado assunto. Imagina se as repostas fossem sempre as mesmas, as opiniões fossem sempre as mesmas???
Então, bola para frente que atrás vamos nós. Rsss
Bjs.

Ju (Dubai Verde e Amarelo) disse...

Crítica dói e muito!!! Eu mesma ODEIO receber críticas... mas peraí: alguém realmente gosta???

Bom, não estou aqui para criticar ninguém. Também escrevo um blog e sei que ficamos muito expostos a diversas críticas e opiniões.

Acompanhei o que aconteceu e gostaria de dar minha opinião sobre o ocorrido, mas por favor, não se ofenda!!!

Já li muito dos seus posts e gosto muito do blog, apesar de discordar de alguns dos seus pontos de vista (normal, claro). Sinceramente, eu já tinha sentindo um tom crítico em algum deles. Flávia, é claro que vc usa esse espaço para escrever suas opiniões e tal, e deve expressá-las.

Porém, eu acho que as vezes vc é muito dura ao julgar situações que nunca viveu (ou até já viveu); muito crítica: ai voltamos a falar de crítica. Isso mesmo, as pessoas se sentem criticadas com alguns assuntos e isso as fere, tanto quanto vc se sentiu ferida.

Mas, como vc disse, as palavras saem e às vezes nem sabemos que estamos causando determinada reação nas pessoas, nem sabemos que a tocamos.

Percebemos que todo cuidado ainda é pouco.

Bjs, Ju.

Lia disse...

Olha só, fui citada.

Relamente eu te visitava sempre, te tinha no meus favoritos.

Confesso que fiz os 2, critiquei e nao voltei por um bom tempo, até hoje... Li varios posts de uma vez, e no final da tela estava este.

Eu tb tenho um blog e escrevo minhas impressoes do mundo, bogabens pessoais. Como nao o divulgo, nem recebo elogios nem criticas. Parabens pela capacidade de lidar com as críticas.

Realmente me senti ofendida com o post do estrangeiro, na parte de maria-passaport, por que namoro com um estrangeiro. Voce passou a ideia de que se a mulher namora um estrangeiro, em regra, ela deve ser maria-passaporte até que se prove o contrário. Infelizmente, não só você, mas muitas tem essa idéa. Não sei se é por inveja, desdém.

A única coisa que posso de afirmar é que cada um tem a sua história e seu caráter. Rotular é parece PRÉ-CONCEITUOSO e pode ofender.

Vivo numa cidade turística que recebe bastante "gringo". Muita prostituta relamente é louca pelo passaporte europeu, mas colocar todo mundo no mesmo barco me fez sentir chamada de mulher da vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...