quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Por já ter sido um homem o travesti sabe agradar melhor outro homem?

O mundo está virando um reduto gay! Não há como negar. Até os que não são, dizem que são Bi para ficar na moda. Eu continuo hetero e respeitando a todos. Nem selinho entre melhores amigas rola.

No fim de semana, sai com uns amigos gays, quatro. Já dentro da boate apareceu mais um tanto. Até que eu tinha uma leve suspeita se revelou.
Porém, o que chamou mais a atenção foi ouvir de um deles que, os homens estavam cada dia mais interessados por gays porque eles sabem como lidar com eles de maneira que nenhuma mulher jamais aprenderá.

Todo mundo tem lá seus programas trashs. Não gosto de quase nada na televisão mas adoro uns duvidosos... Hoje o assunto era: Quem é melhor? Travesti ou mulher? A discussão foi interessante e, por fim, uma das participantes repitiu o que ouvi dias antes: homens estão cada dia mais atraídos por gays porque eles sabem o que gostam. Afinal, um dia já foi homem.

Quando uma pessoa diz alguma coisa é opinião, quando duas concordam, já é um caso a pensar. É de assustar. Pensando pelo lado racional, um travesti sabe, realmente, o que um homem quer ouvir, sabe onde o homem quer ser tocado e os conflitos são quase nulos.

Até agora fico tentando achar algo que vá contra esta corrente, mas ainda não consegui discordar: Por já ter sido um homem o travesti sabe agradar melhor outro homem?

32 comentários:

Kátia Ruivo disse...

Meio discutível isso...adoro os gays, sou a maior defensora deles, mas acho que isso não procede. Para agradar alguém precisa primeiro amar e ter generosidade, querer se doar e isso independe de sexo, tem a ver com amor, dedicação...se isso fosse verdade, os casamentos héteros já teriam terminado pq homossexuais de ambos os tipos, lindos e inteligentes não faltam por aí...


beijos

George disse...

Em primeiro lugar, fui "intimado" a opinar, nem sei bem o porquê.

Mas OK, o que eu acredito é, em relação à imagem, pelo menos, isso é verdade sim. Travestis, especialmente os que fazem programa, sabem qual é exatamente o desejo sexual do homem, o tipo de mulher feminina, como se portar, como se sentar, como fazer pequenas coisas que atraem o homem, até porque fazem uma leitura masculina do que deve ser a mulher, o comportamento. Fora que se a pessoa só faz isso da vida, sobra tempo (e dinheiro) pra fazer academia, plástica, chapinha, etc etc etc...

Eu ADORO mulher de salto, arrumada, cheirosa, bem vestida (o que não significa, de modo algum, minissaia jeans e top esvoaçante com piercing no umbigo). A mulher pode até ter o corpo mais ou menos, mas sabendo se vestir e se portar, tem sex appeal.

Na parte mecânica per se, não tenho como opinar, nunca tive experiência com isso. Felizmente, tive uma boa amostra de mulheres que sabiam o que fazem, umas até bem demais, rsrs.

O que eu faço? Eu transformo as mulheres que eu saio em 'travecos' nesse sentido, de arrumar do jeito que eu gosto, de mudar um ou outro detalhe, invisto mesmo. É até uma forma de cuidar, né?

Mitti disse...

É complicado mesmo essa situação. Pq existem travestis (eu conheço), que se comportam melhores que muitas mulheres...são mais elegantes, mais sensuais e tal.

Também tem uma coisa...que me perdoem os homens...mas putz....homem adora fazer sexo anal.....

muita mulher reclama disso, mas os homens gostam...ai o que acontece.....os travestis são melhores mesmo nesse aspecto...pois só podem dar a parte de tras...

me perdoem a indelicadeza, mas é fato.

Acho que esse tb é um motivo pra que eles gostem de travecos.

George disse...

Pode até ser verdade, Miti, mas mulher também tem *

Quem vai 'atrás' de travesti não está querendo só isso não...

Desabafando disse...

sei não, acho que não é bem por ai, ou eu prefiro não acreditar nisso, senao daqui a pouco começarei a pensar que nunca encontrarei um namorado pra mim...

Olhos e pensamentos disse...

Bom ainda acredito que eu sei agradar muito bem..melhor q qualquer traveco por aí, nada contra não...sem preconceitos!

Anônimo disse...

Creio que não.
Para que um homem se relacione com um travesti é necessário que sinta algum tipo de atração por outros homens. Do contrário, não ocorrerá nenhum tipo de contato.
Concordo que adoramos sexo anal. Porém é preciso mais, muito mais, do que simplesmente ser habilidoso nisto para conquistar um homem. E, definitivamente, nenhum homem é capaz de superar os maravilhosos atributos femininos que nos tornam cativos voluntários.

João - São Paulo

Isadhora disse...

Meu Deus!!!
Nunca tinha parado pra pensar nisso!!
Mas pode ser, né...
Sentido faz!

Lucia Cintra disse...

Faco das palavras da Katia, as minhas. Ia escrever exatamente isso. Nao importa o sexo da pessoa, mas sim o amor, dedicacao, respeito e amizade. E principalmente a comunicacao. Cada pessoa eh diferente e se voce nao sabe dizer o que te agrada ou nao, mesmo pra um parceiro do mesmo sexo, nao sabera como agradar completamente um o outro. bjos

George disse...

Eu tenho uma companheira maravilhosa, mas realmente ela tem um jeito de pensar meio "masculino". Gosta de matemática, é nerd, joga World of Warcraft comigo, é prática, sabe dirigir muito bem (rsrs)... e é mulher com M maiúsculo!

Alfinetadas às feministas à parte, acredito muito em criação, valores compartilhados. Não sei no resto do Brasil, mas em alguns lugares do NE e também no RJ a cultura de mulher dependente do homem ainda existe - afinal de contas, quem se aproveita de alguém depende da existência dele, mesmo sendo 'a esperta' que gasta a grana DELE!

Infelizmente, parte dessa cultura é reforçada pelos próprios homens, do tipo, 'não sairia com uma mulher que ganhasse mais $ que eu', 'não sairia com uma mulher mais alta que eu'.

Deixando de lado os traumas de minha criação, tive a felicidade de crescer numa família que esses arquétipos foram sendo quebrados aos poucos, e agradeço à minha finada mãe um pouco da cabeça que tenho hoje. Minha irmã, que tem quase 1m80, namora com um japinha (gente boa) de pouco mais de 1m60. Tem gente que estranha, mas e daí? Os dois se dão bem! Os dois se completam, e anatomicamente eles se viram (creio eu), qual o erro nisso?

Minha relação com minha namorada também não é das mais típicas, a gente se conheceu de forma estranha, ficamos por um tempo extra-oficialmente até que descobrimos que temos tanta coisa em comum que o resto não importava, e ela chegou a se mudar de estado investindo, entre outras coisas, é claro, nessa relação.

Então, assim, "o que te faça feliz". Seja com homem, travesti, mulher, pinguim, cachorro, papagaio ou um bambu...

* Ok, cachorro e papagaio é exagero. (E o bambu?)

Carolina disse...

Há controvérsias. E isto esta parecendo discurso de lésbicas. Elas dão muito esta justificativa para a sua opção sexual.
Mas quando ouço isto sempre fica no ar aquela pergunta que acabo não fazendo: você quer se afirmar pra mim ou pra você mesma?
Não tenho nada contra gays, até porque tenho amigos gays e bota amigos nisso. Mas continuo curtindo homens, até anatomicamente falando é o que me agrada e o que se encaixa comigo de vez. Como você falou não curto nem selinho entre amigas.
Com o advento da liberação e diversidade só questiono se as pessoas estão se assumindo porque realmente são ou por puro modismo. Aí me preocupa todo este movimento.
Tenho visto muito jovem, principalmente, perdido no meio desta safra.
Agora para aqueles que realmente podem se assumir numa sociedade mais aberta e que passaram,no decorrer da sua vida, como clandestinos dentro da sua própria casa e no meio social me sinto feliz porque sei que em alguns casos foi barra pesada mesmo. O caminho é doloroso. Eles com eles e eles com a sociedade retrograda.
Agora voltando ao assunto nunca ouvi de algum amigo gay esta história do post, mas entre mulheres direto este conceito.
Agora a gente sabe de casos de caras que mancam o macho em casa e procuram travestis pra se realizar, mas aí eu já não sei se é só proque o travesti sabem onde tocar o cara, por baixo do verniz tem muito mais coisas pra ser analisado.

bjos

Monique Rosa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Monique Rosa disse...

Eu assisti esse programa onde o travesti disse isso. Não costumo assistir, mas coicidentemente eu vi.
Eu acho que é perigoso se fiar nisso. (se enfiar também...kkk)Um homem se relaciona com um travesti porque gosta de homem. Se ele quiser uma mulher vai procurar uma.(se gostar dos dois vai trair alguém)Um homem procura um travesti por muitos motivos, menos para achar uma mulher. Afinal, a não ser que se torne transxual e tome hormônio durante bastante tempo, travesti é diferente de mulher. Acho que nem se devia discutir isso, como no programa que estavam concorrendo para ver quem era mais mulher.
Talvez eles até realmente entendam melhor a cabeça de um homem, mas homem que gosta de mulher procura uma porque é diferente e não por ser igual.

Anônimo disse...

你了解整形有哪些手術?整形外科一定要具有專科證照醫師才是基本要素。隆乳 果凍矽膠是目前市面上最好的材質!
你知道高雄婦產科中誰是不孕症及人工受孕的權威醫師嗎?肉毒桿菌有何功效及效果。
汽車隔熱紙 大樓隔熱紙有何差異?隔熱紙不是係數越高效果就會越佳喔!
你想選擇一位大陸新娘 外籍新娘的話,請進入我的網站也許就是你一生中最好的選擇。
納豆 保健食品要如何選擇呢?
選擇現代生活中最好的運動就是瑜珈,要選擇瑜珈就要先了解瑜珈教室設備、師資及瑜珈教學喔!
高雄瑜珈中的簡善琳瑜珈教室是南部地區最完善的瑜珈教室耶^^
MOTEL就是汽車旅館,它是提供情人溫馨休息住宿的好地方,到台中住宿時別忘了到台中汽車旅館看看喔!!!
台中乳酪蛋糕中禾雅堂乳酪蛋糕提供讓您難忘的蛋糕口味,除了chocolate蛋糕之外還有中秋禮盒多種樣式。
選購服飾潘朵拉日韓服飾有日系服飾服飾批發流行服飾及韓國服飾。
張艮輝是這次國民黨雲林立委中希望拜託大家鄉親支持的好立委。
外籍新娘 大陸新娘 越南新娘這些都是一生一世最專業的服務與選擇。
您在尋找墾丁旅遊網資訊嗎?畯富包車旅遊提供高雄旅遊 墾丁旅遊 阿里山旅遊 高雄縣旅遊 高雄租車 高雄計程車 高雄一日遊 機場接送等專業服務。
僑泰裝潢廚具網是全台最大的居家生活廚具網站有廚具 廚具工廠 系統傢俱 傢俱 裝潢 抽油煙機以及系統櫃歐化廚具 室內設計作品與免費室內設計喔!
網路行銷是網站曝光的首要指標,如何能讓網站排名於首頁是需要靠SEO技術與專業,當然關鍵字的選擇就格外重要了,這是決定瀏覽者在搜尋行銷中唯一的方向。

Iseedeadpeople disse...

Ah, eu até acho q um homem deve fazer um boq**** melhor no outro do que uma mulher (a boca do homem cabe mais coisa e ele saberia como fazer a coisa melhor). Do mesmo modo,tbm acho q uma mulher deve fazer sexo oral em outra do que um homem (que cá pra nós, muitos são uma negação neste aspecto).

Mas.... isso pra mim não importaria nem um pouco. É puramente técnico. E sexo e amor é MUITO mais do que saber chupar e meter melhor. Quem limita a sexualidade à "boa técnica" é uma pessoa muito superficial.

Homem q pega traveco, independentemente de ser ´"só uma fantasia" ou mera curiosidade, é GAY e ponto final!!!

E Ronaldo é bissexual haha!

George disse...

Discordo, Sheila. 'Normal' não é, heterossexual (no sentido estrito) não seria, mas também não seria gay.

Nesse lado eu até concordo com a 'estética' GLS, de assumir uma bandeira com diversas possibilidades - aliás, eles se chamam agora de GLBT, ou seja, gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros. Se eles próprios se caracterizam como diferentes, não dá pra jogar tudo no mesmo bolo...

Além de que, tem muito gay que não gosta ou tem preconceito mesmo contra as trans... é triste, moça, logo você ter uma cabeça mais fechada do que a minha nesse aspecto.

Depois eu é que sou o machista, conservador, não? :P

Kátia Ruivo disse...

Dediquei um selinho a vcs lá no blog, se quiser aceitar, será um prazer.

bjs

Elaine disse...

Olá!
Este é um comentário-convite.
Meu blog está completando neste mês um ano " no ar". Para celebrar e juntar gente interessante estou promovendo uma blogagem coletiva.
Ficarei feliz se você puder participar. Será um modo de divulgar seu espaço e conhecer outros blogs interessantes e que têm algo a dizer.
Conto por você.
O link para a inscrição é este:
http://elainegaspareto.blogspot.com/2009/08/convite-convocacao-pedido-promocao-ou.html
Elaine

Adília disse...

Que desgostos depois de ler todos estes comentários. Porquê essa paranoia de agradar ao homem? Quando é que alguém sobretudo uma mulher se preocupa com a necessidade de os homens agradarem às mulheres? É que inconscienttemente ou não estão a reforçar o preconceito de que é a mulher que deve agradar ao homem e estão a meter no caixote do lixo a reciprocidade. Por falar nisto, faço publicidade descarada ao meu último post: Os orgasmos das mulheres e a incompetencia dos (alguns) homens. Leiam meninas e meninos e parem para pensar.

George disse...

Então não agrade, Adília. Depois não reclame que está solteirona ou mal assistida.

Ah me poupe! Guerra dos sexos é 1980 demais até pra mim!

E outra, se os seus não sabem mexer contigo, problema (sexual) seu. Não venha deturpar a conversa. Eu me esforço, me viro do avesso pra agradar minha companheira, não porque acredito na superioridade de um ou outro, mas porque conviver em harmonia é muito melhor.

Depois reclamam que estão perdendo espaço, que falta homem, etc... Ninguém normal gosta de ser mal tratado não, seja homem, mulher ou animal.

E tenho dito! Vá queimar sutiã lá na Índia e deixe as pessoas racionais discutirem em paz e de forma inteligente.

Adília disse...

Caro George
Você é o exemplo típico do sexista benevolente, adora as mulheres … mas elas têm de saber ocupar o seu lugar! Se recalcitram – e isso foi o que eu fiz, está o caldo entornado, salta-lhe a tampa, estala-lhe o verniz, e recorre aos impropérios e chavões clássicos para as arrumar: são solteironas (já reparou no sentido depreciativo que é dado ao termo?); são mal assistidas, e o melhor que têm a fazer é ir queimar sutiãs para a Índia.
Porque é que se lembrou da Índia? Será porque aí, ainda há pouco tempo, as tradições milenares preconizavam que se queimassem as mulheres, viúvas, nas piras funerárias dos maridos? Uma sessão psicanalítica poderia revelar alguns segredos escondidos que nem você conhece!
Mas afinal o que se atreveu a fazer esta feminista, que você incluiu no velho estereótipo que a imprensa maledicente dos anos setenta do século passado, dominada pelos detentores do capital, estabeleceu? Limitou-se a chamar a atenção para um facto demasiado óbvio para poder ser desmentido, o facto de se continuar a alimentar o preconceito de que a prioridade das mulheres é agradarem aos homens, em todos os domínios, neste caso no domínio sexual, ignorando-se ostensivamente que está na hora de as mulheres darem prioridade à necessidade de os homens lhes agradarem a elas. E a razão é que há muito mais insatisfação nas mulheres quanto à sua realização sexual do que nos homens. Mas muitos destes continuam numa de autismo a julgarem que são os melhores do mundo e que basta possuírem um pénis para serem adorados. Claro que os media de entretenimento e sobretudo a pornografia reforçam, e de que maneira, a cultura falocêntrica em que vivemos e, ao erotizarem a objectificação e inferiorização das mulheres, condicionam a construção de uma sexualidade feminina que é tudo menos harmoniosa e saudável. Mas afinal a si que é que isto lhe interessa? O que lhe interessam as análises de uma mulher que nem sequer é racional? A racionalidade afinal é um atributo predominantemente masculino, nós somos mais emotivas. Será mesmo? Não me parece, bem vistas as coisas, o seu discurso verrinoso deixa muito a desejar em termos de argumentação.
Saudações

George disse...

...e você é a típica psicóloga de Capricho. Não fiz nenhum tipo de comentário às mulheres em geral não, fiz em relação à VOCÊ, mesma, que veio numa thread que nem sequer fala sobre as mulheres em geral, e sim sobre um comportamento específico de uma parcela de homens que preferem os travestis às mulheres, e deturpa com SEUS chavões próprios a conversa, vê briga numa hora que não foi necessária.

Não vi nenhum dos presentes levantar bandeira para nada, ademais, até mesmo as colegas identificaram esse tipo de comportamento dos homens como correspondente nas mulheres, o falado "papo de lésbica" que nem é o meu.

Caldo entornado, existe, sim, o seu, que chegou já com alguma agressividade e extremo narcisismo. Eu posso fazer um post longuíssimo de como agradar às mulheres, e muitos dos conceitos serão aplicados às mulheres que querem agradar seus homens, sabe por que? Porque carinho, amor, afeto, apoio, todo mundo gosta. Já dizia Leila Diniz, "cafuné até de macaco eu gosto".

Citei a Índia, "de propósito", porque algumas de minhas amigas tiveram o despropósito de procurar marido lá, como se lá a situação fosse melhor do que aqui, neste sentido exatamente, de sexismo e de discriminação em relação às mulheres. Então, se quiser fazer campanha, vá para um local que terá muito mais trabalho e muito mais coisa que fazer do que simplesmente procurar cabelo em ovo, e quanto a isso não estou me referindo ao órgão genital masculino.

TL;DR, Adília, isto é falta de pica. E não digo isso como forma sexista. Se você for lésbica, é falta de xereca ou mesmo de língua. E se for zoófila, é falta de um jumento subindo em ti.

Pronto, está não-discriminante. Beijos!

George disse...

A racionalidade afinal é um atributo predominantemente masculino, nós somos mais emotivas. Será mesmo? Não me parece, bem vistas as coisas, o seu discurso verrinoso deixa muito a desejar em termos de argumentação.

Não, não falei isso momento algum. Existem diferenças comportamentais documentadas, e isto acontece de uma forma genérica e não específica, citei o caso da minha namorada até em tom jocoso, uma vez que ela adora matemática e, até por, aí cito, análise cerebral de homens e mulheres, homens costumam se dar melhor em áreas de raciocínio abstrato e mulheres em áreas que requerem domínio de linguagem. Poderia, inclusive, citar estudos que mostram o corpo caloso de mulheres ser mais desenvolvido, neste caso objetivando uma maior interligação entre hemisférios cerebrais que poderia explicar isso, mas não vem ao tom do debate. Nunca foi sobre isso e infelizmente a única coisa que você quis foi puxar a brasa para a SUA sardinha.

George disse...

Ademais, sobre sexismo, existem inúmeras formas de agressão às mulheres, concordo, até mesmo na nossa conjunta Língua Portuguesa, em que o pronome da 3a pessoa do plural varia de acordo com a "qualidade" (sarcasmo implícito) do que se refere, a seguir, um conjunto de mulheres, "elas", um conjunto com apenas um homem e um não-importante (de novo, sarcasmo) número de mulheres, "eles", sendo o gênero masculino dominante. Prefiro, inclusive, a forma anglófona, o "their" "they" que não é denominante de forma alguma.

Mas isso é uma situação que EXISTE e não foi criada por mim, e não vou pedir desculpas por coisas que acontecem desde antes de ter nascido. Quer fazer uma reforma ortográfica? Que faça, campanhe, valores democráticos.

Comida para o pensamento: ao se colocar como pessoa a ser agradada ao invés de discutir se uma mulher ou outro homem "fantasiado" de mulher - ou mesmo um homem que abdica de sua condição 'máscula' (sarcasmo, sarcasmo) - agrada mais aos homens, ou seja, ao colocar a discussão no prazer sexual feminino em um local onde não está, de forma alguma, discutindo-se isso, você própria coloca-se como objeto, como "princesinha" que merece ser agradada a todo custo, caso contrário, como dizem aqui na Bahia, fecha o balaio.

Repete, portanto, o comportamento de um ex interesse amoroso meu, que certa feita me ligou em pleno Shopping dizendo que tinha um perfume ótimo em tal loja e, palavras dela, "você vai ter que me agradar".

Usando sexo como moeda de troca para atingir compensação financeira e/ou material.

Isso tem nome.

E, infelizmente, você própria, feminista assumida, coloca-se na mesma posição. Depois eu sou o misógino.

Agora deixa eu voltar pra cozinha, estou fazendo café pra minha companheira! Abraços!

Iseedeadpeople disse...

Eu sou a amiga desse traste aí de cima que foi arrumar marido na Índia. Machista por machista, o homem brasileiro é MUITO MAIS.

Mas vou ficar aqui só assistindo ao barraco, não quero mudar de assunto.

George disse...

Eu sou a amiga desse traste aí de cima que foi arrumar marido na Índia. Machista por machista, o homem brasileiro é MUITO MAIS.

Hum hum... Sim, sei... isso você achou hora pra responder enquanto está no mesmo vagão de trem que os homens? Na mesma área de lazer, usando a piscina na mesma hora que os homens estão?

Me poupe, Sheila.

Anônimo disse...

George eu tô achando que você...no fundo no fundo...gosta de levar no fundo.

"Com todo respeito". This line is used loosely here, isn't it?

George disse...

Anônimo, e se gostasse? Problema meu. Isso diminui alguém, por acaso? Sexualidade como medida de valor, é?

Eu pelo menos assino minhas opiniões.

George disse...

Engraçado como eu, o homem heterossexual branco de formação católica (embora agora me considere quase agnóstico) e, por conseguinte, "culpado" por associação de todos os crimes de ódio da humanidade, tenho mais inteligência emocional e mais consciência de igualdade em relação do que as próprias feministas aqui descritas.

Direitos iguais implicam deveres iguais. Dividir a conta no restaurante, por exemplo. No meu caso, inclusive, voltando à relação com a minha companheira, ela se mudou de estado por um determinante financeiro, apenas. Igualmente deve acontecer, torço, com minha amiga troncha Sheilão, ela ganha mais que o maridão e ele vai se mudar. O domínio, aí, é financeiro e não de gênero ou de papel pré-estabelecido.

Isto posto, cansei. Não vou fazer igual ao marido de Sheila e dizer que vocês são um clubinho da luluzinha, mas como provável única opinião masculina nesse blog, não vou ficar estrebuchando nem respondendo a provocações gratuitas. Fui "convidado" a opinar pela própria Sheila, num assunto sobre a transsexualidade, que é polêmico, e sobre o que agrada o homem, e quanto a isto eu acredito que posso responder com alguma propriedade.

De resto, opiniões carregadas de bias por militantes, reacionários ou mesmo recalcadas auto-intituladas divergem do que foi posto em discussão; repare que eu NÃO fui no blog da Adília, até porque existem coisas que eu certamente iria concordar com ela. De forma alguma nego que haja machismo em várias atitudes nossas, não apenas minhas como de outras pessoas que mesmo comentaram nesse blog.

Entretanto, se o assunto não é esse, pra que é que vou me meter nisso?

O tópico era um, a Adília deturpou completamente, e, infelizmente, demonstrou extremo egocentrismo ao se colocar como única "receptora" do prazer, falando mal de homens num tópico que nem sequer fala disso!

Chega, viu.

E sexo não é briga. Ato sexual é pra os dois sentirem prazer. E senhora Adília, chupar por chupar eu chupo muito bem ;)

Georgia disse...

Adorei as repostas do george, ele tomou o papael que seria da Flávia discutir o assunto por aqui.

Esse é um assunto dificilimo para mim. Acho que as lésbicas poderiam dizer exatamente isso que os "homens"andam dizendo.

Mas eu penso que o ser humano chegou a tal ponto da vida que nada mais lhe satisfaz, nem o Amor relacao nem o Amor sexual;

Hoje é assim, amanha será com os animais, claro que já existe, e mais nao sei.

Acho que as pessoas estao perdendo a sua identidade, o que é pior. O respeito por elas mesmas e vivendo tudo como se nao houvesse mais amanha...

Um tema polêmico, mas muito real em nossos dias.

Parabéns Flávia.

Bjus

Anônimo disse...

"Machista por machista, o homem brasileiro é MUITO MAIS."

Será mesmo?
Taí um tema interessante para ser debatido. E, a propósito, não foi esta a impressão que tive quando conheci alguns indianos.

Iseedeadpeople disse...

Caro anônimo: a India é o país mais machista do mundo, sem dúvidas. Mulher lá não tem vez e muitos indianos são retrógrados e machistas.

Mas um indiano de caráter respeita muito a mulher. Não é igual a maioria dos brasucas q conheço, que traem por esporte e que fogem de compromisso como o diabo foge da cruz. E que ainda por cima, exigem q a mulher seja gostosa, tenha um bundão e transe gostoso (pra depois que usá-la bastante, trocar por uma mais novinha e com a bunda mais durinha).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...