segunda-feira, 29 de março de 2010

E assim planta-se a maldade...?

Vocês já devem ter ouvido falar em Hitler. Há alguns anos atrás ele, com cara de correto, convenceu os alemãs de que judeus eram pessoas ruins. E muitos alemãs acreditaram neles. Estavam cegos e, assim, qualquer argumento era previamente refutado.

Há uns anos atrás um menino chamado João Hélio foi arrastado pelas ruas do Rio. Dia desses, o menor, agora maior que cometeu a crueldade, foi solto para que cometesse mais crimes não só contra aquela família, mas contra toda a sociedade, inclusive contra o filho de todas aquelas pessoas que estavam na porta do Forum de Santana durante esta semana.

Uma psicóloga forense disse uma das poucas coisas lúcidas desses últimos dias de chatice desse caso: a maioria dessas pessoas ali não está solidária à mãe da menina. Com certeza elas cometem muitos pequenos atos de violência no seu dia a dia. Quem é realmente solidário não apenas neste caso isolado.
Dúvida? Um menino deu uma entrevista após ter viajado mais de 500 Km porque na cidade não tem essas coisas emocionante assim, lá só mata-se passarinho...
Todos nós, e nisso incluo eu e você, estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal. Acha que não? Não é preciso estudar psicologia para saber que todo ser humano nasce com o lado ruim e um bom que vão ao nosso lado por toda a vida... Por isso, julgar e massacrar este casal como se os dois fossem um monstro é no mínimo ridículo.

Se as pessoas que clamam por justiça amam tanto sua família assim, por que não vi ninguém protestando em massa no dia que o assassino de João Hélio foi solto? E ainda protegido por uma ONG para viver com nova identidade! Ficha criminal limpinha! É ele que pode matar o seu filho, diferente dos Nardoni que, convenhamos, não vão sair por ai matando criancinhas. Se realmente mataram aquela menina, foi um ato impensado ao qual todos estamos sujeitos. Até Madre Tereza tinha lá seu lado de maldade.

E ai, ao fim do julgamento, o Sr. Promotor Francisco Cembranelli é ovacionado e sorri como um vitorioso. Vitória pelo que? Por ter conseguido arrastar uma multidão em torno de seu trabalho, aliás muito bem pago por nós? Por que tanta vontade de aparecer e falar na mídia? Por que não usar seu clamor em nome de casos onde a sociedade realmente pode usar sua força para mudar leis?

Assim, enquanto ouvia este homem falando e fiquei sabendo que debochou dos réus sendo repreendido pelo juiz, fiquei pensando... Assim planta-se a maldade...?

25 comentários:

Luciana Håland disse...

Ridículo mesmo, acho que essa ansia por justica nesse caso, mais parece ansia por mais violência, deixasse eles ali dando bobeira pra ver se o povo não partia pra violência.
Essa vontade de saber dos detalhes, ansiando por detalhes os mais macabros possíveis, me arrepia, me enoja. A mídia faz o circo e o povo participa, porque sente prazer. O que é isso entäo?
Esse caso é apenas um dos tantos, mas teve foco, apareceu deveras na tv, chamou público. Eu evitei leer sobre, não me diz respeito, näo faco platéia.
Acho ridículo e vergonhoso quando famílias buscam justica na mídia, chamando o povão pra julgar antes das provas serem apuradas, acho vergonhoso o excesso de exposicäo.

Beijo

♥ Erika Saab disse...

Olha, tá aí uma questão polêmica, os Nardoni, diferente da Suzane, não planejaram a morte de um parente,analisando friamente, a mulher foi violenta de mais ao bater na enteada, que acabou morrendo e o o pai, querendo livrar a mulher do crime, forjou uma queda da menina, que por acaso ainda estava viva e morreu com o impacto. Frieza e crueldade à parte, é bem diferente de outros casos. Porém, esse tipo de pessoa, que tem o transtorno anti-social de personalidade, ou o psicopata como todos conhecem, não pensa e não sente, como a maioria das pessoas, por isso, são capazes de fazer coisas que para a maioria seria muito difícil. Nem todo psicopata é serial killer, por isso é claro que eles poderia nunca mais voltar a matar, aliás nem todo psicopata chega a matar, alguns só manipulam, enganam, roubam e usam as pessoas (se é que podemos chamar isso de "só") e vão vivendo assim, às custas dos outros enquanto der, causando estragos na vida de muita gente...Eu, prefiro que fiquem todos trancafiados e bem longe da sociedade, uma vez que não existe cura, nem tratamento para este tipo de distúrbio. Acho que tanto nesse caso, quanto no da Suzane, houve sim um barulho maior e com certeza, isso tem a ver com o fato tantdo das vítimas serem familiares dos assassinos, quanto com o fato dos assassinos serem pessoas pessoas com um nível de escolaridade e financeiro mais altos que o da maioria da população, o que gera no povão aquele pensamento de "eles não precisavam ser maus e revoltados porque tinhama tudo", relação que tem muito pouco a ver em casos assim. Tem muita gente cometendo atrocidades iguais ou piores a essas em favelas todos os dias, mas não dá esse IBOPE. O pior é que o brasileiro tem memória curta, faz esse estardalhaço todo e esquece, ou será que alguém ainda se importa com a garotinha que era trancafiada num quarto e torturada pela madrasta empresária? Essa ânsia de vingança momentânea da população tem sim um pouco de "pão e circo", como na Roma Antiga, que se "acalmar" por um tempo após ver o "sangue na arena", mas o fato da repercussão ser exagerada, não anula a validade dos fatos, provas e da decisão da justiça, a lei foi cumprida, como nem sempre é e a cadeia é um verdadeiro inferno na terra, ótima para gente como eles e os outros citados no post.

Iolanda disse...

Não acompanhei o caso pela televisão, mas pelo que li na internet, ficava no ar uma impressão de que a população estava era de torcida pela performance do promotor Francisco Cembranelli. Ficou parecendo que ele estava dando um show, com direito a fãs enlouquecidas e chamando-o de bonitão. Outro dia li no site da globo que a maioria das mulheres online o acha muito bonito e charmoso, e fiquei me perguntando 'mas isso acrescenta o quê nesse caso'? Fico tão estarrecida com a abordagem da imprensa... ela gera, no fundo, ainda mais maldade.

Yas disse...

Oi Flávia,
Adoro seu blog, leio sempre!
Eu também achei o maior absurdo de todos o que aconteceu com o criminoso do caso João Hélio. Isso só pode estimular as pessoas a viverem na criminalidade pois aqui bandido tem sempre os direitos e nós os deveres.
Mas, sem comparações, o que aconteceu no caso da Isabella foi uma crueldade sem tamanho! Não existe uma pessoa bater numa criança, esganar, pegar uma tesoura, cortar a tela de proteção e atirar a criança janela abaixo em uma atitude "no calor do momento". Acho que ninguém, a não ser quem esteja passando por problemas psiquiátricos (exemplo: depressão pós parto), está sujeito a cometer um crime desse. Ainda mais contra uma criança! Todos temos um lado ruim sim mas vivemos em sociedade e "lapidamos" nosso comportamento, temos que ter sempre em mente as conseqüências do que fazemos ou então isso vira uma selva! (se é que já não virou....) Se o casal é culpado ou não, nunca vamos saber, até porque todo julgamento foi baseado em evidências.
Agora, essas pessoas no porta do tribunal só querem "sangue", seja lá de quem for....
Bjs

fénix disse...

amei seu texto parabens concordo assim planta-se a maldade

Laly Ribeiro disse...

Eu me revolto com as máscaras que a sociedade coloca, para o Cembranelli atuar neste caso era uma questão pessoal e nã apenas profissional´. Gostei da comparação que vc fez com o caso do menino João Hélio e , na verdade após a repercussão da morte, ninguém deve nem mais lembrar do rosto do assassino!! Outro caso parecido, o da menina Eloá!!!

=)

Ana Paula disse...

Olha...eu realmente leio seu blog quase que diariamente, mas devo admitir que você deixou de ser ponderada hoje. E digo que não gostei do texto, não pela opinião aqui tracejada, mas pelo formato, igualmente sensacionalista, versado.

Bom, fica a dica. Não existe outro tipo de advogado além do forense, ainda que realize trabalhos não jurídicos.

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Ei Ana Paula! Que bom você por aqui. Essa é a intenção mesmo, que cada um venha aqui e contribua com sua opinião. Como sempre digo, se quiser impor minha verdade não faria o post em forma de pergunta.

Sobre o advogado forense, obrigada por avisar, na verdade eu sei que não existe este termo, queria dizer psicóloga forense. como ouvido na TV, se ainda estiver errado dê a dica que corrijo aqui!

Beijos e obrigada por todas colocarem aqui suas opiniões!!!

Flavia Mariano

Carolina disse...

Por trás desta cortina de fumaça chamada erroneamente de comoção existe uma maldade tremenda do ser humano que ama uma desgraça alheia.
Esta turba enlouquecida passa de caso em caso com somente um desejo mórbido de olhar a vida dos outros com curiosidade feroz.
Sobre o promotor não senti a glória, nem a soberba nas suas ações, enxerguei nele somente um homem profissional cumprindo o seu papel e te digo de experiências próximas que este cargo por vezes é pesado demais. Agora a estratégia dele de atuar perante um tribunal, com ironias e todo o pacote completo faz parte do jogo de cena dos profissionais da área independente do papel que tem advogado, promotor, procurador o que seja. O que percebi na saída dele e nas suas entrevistas uma sensação de papel cumprido. E quem já sentiu na carne sabe o quanto isto é gratificante.

bjos meus

Marcia P. disse...

Olá Flávia,
Acompanho seu blogue e gosto do que leio.
Eu acompanhei todo o desenrolar do julgamento dos Nardoni pela Globo Internacional e devo confessar que este alvoroço na porta do tribunal, seria impensável em Portugal.
Foguetes então, nem pensar! É proibido!
Tempos atrás, houve um julgamento aqui, onde acusavam um homem por ter entrado numa auto-estrada em sentido contrário, provocando um acidente que matou toda uma família.
Ele foi condenado e quando os Juízes e Promotores saíram do tribunal, foram aplaudidos por pessoas e jornalistas que aguardavam
no local.
Eles não deram nenhuma declaração, desceram uma escada que dá para os bastidores do tribunal e o porta-voz ao pronunciar algumas palavras,apelou ao Governo para que as leis do trânsito fossem mais severas e em vez de aplausos, os cidadãos exigissem cumprimento destas leis. O acusado era depressivo e estava alcoolizado.
Foi condenado com pena máxima.
Pedido feito, pedido aceito!
Não há desculpas, temos estradas boas, bem sinalizadas e verdadeiros "asnos" no volante.

Quanto ao caso Nardoni, acho que a mídia fez um circo para atiçar a opinião pública.
No final de tudo isto, fico com pena dos filhos do casal.
Quanto ao bandidinho do caso "João Hélio" há sempre aqueles que defendem os direitos do bandido e esquecem dos direitos da "vítima".
O Promotor Cembranelli não desceu do salto uma única vez.

Abraços,
Márcia

Iaci disse...

Não acompanhei nenhum dos casos. Sei o que aconteceu pois moro no Brasil e tenho ouvidos. Acho que não se pode amenizar o erro de um pela impunidade do outro. Somos todos monstros , mas nem todos nós chegamos as vias de fato. E isso faz toda a diferença.

LICIA TATIANE disse...

Todos nós temos defeitos,todos nós temos uma ponta de agressividade,isso é fato!Mas somos seres humanos pensantes,temos a capacidade de controlar nossas emoções,saber o certo e o errado,temos até a capacidade de contornar um caso mal pensado e isso é o que nos torna diferente dos chamados animais irracionais!acho que nesse caso todos fizeram os seus papeis,o povo fez o estardalhaço e o promotor fez muito bem feito o que ele tinha que fazer,só resta a justiça ser levada a sério nesse país!

Jaque Gonchoroski ઇ‍ઉ disse...

Olá Flávia!
Encontrei seu blog hoje e achei muito interessante :)

A respeito do post, realmente todos temos olado ruim, que aparece quando menos esperamos.
Acredito que nesse caso a divulgação foi exagerada. O povo ficou exaltado porque eles sempre querem justiça. Como nos outros casos o assassino ou bandido fica impune, eles vibraram por acharem que o correto foi feito.

De nada adiantou isso, pois em nenhum dos casos a perda é recuperada.

É complicado julgar as pessoas. Mas que continua ocorrendo impunidade, isso é fato.

Tenha um bom dia!

Eu a Mah disse...

Ai, justiça do homem esta fraca mesmo... as pessoas so pensam em prender culpados e nao em acabar de vez com as causas da violencia...triste...

http://meninabezerra.blogspot.com/

Sandra disse...

Finalmente alguém que não acha o Cembranelli um Deus! E que ainda levanta um "SERÁ?" nesse caso! Cheguei a pensar que fosse a única pessoa neste mundo a achar o caso mal julgado, a me negar a ver dois monstros e a achar tudo um grande show com final já decidido. A justiça não pode ser movida a show! Além do assassino do João Hélio, temos o Champinha, assassino da Liana e do Felipe Café e também o Guilherme de Pádua. Livres, leves e soltos, com a ficha limpa! Estes sim são perigosos. Planejaram e agiram.
A mídia às vezes interfere tanto que pode chegar a mudar o final. Foi o que aconteceu no caso MAdeleine McCain. Levantaram a hipótese de os pais serem assassinos da filha e deixaram de buscar pela menina. Foi um massacre da imprensa. Os pais foram inocentados, tempo passou e onde está a menina? Com isso a mídia não se preocupa...
Os Nardoni deram IBOPE. O Cembranelli gostou tanto que foi continuar o show na missa de 2 anos da morte de Isabela. E agora, qual será o próximo?
Beijos!

Lu disse...

Como se não bastasse comparar o promotor com Hitler (um tanto exagerado de sua parte), você ainda disse que "todos nós, estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal".
Desculpe, mas achei o comentário um tanto infeliz!
Dizer que todo ser humano nasce com um lado ruim é uma coisa; insinuar que todos somos capazes de matar criancinhas (digo, filhos!) é inaceitável!
Respeito sua opinião, mas deveria tentar ser mais imparcial e comedida!
Na ânsia de escrever contra os pré-conceitos e julgamentos feitos pela sociedade, vc fez exatamente o mesmo, julgando impetuosamente não apenas o referido promotor, mas também seus leitores e até a Madre Tereza de Calcutá, que sabe-se lá pq, tb entrou na dança... Como assim???
Poderia controlar o impulso, controlar sua perplexidade com o fato, e simplesmente expor a situação (e pq não sua opinião) por outro ângulo diferente da mídia; levando o leitor a pensar, questionar e tirar suas próprias conclusões.
Simples, sem julgamentos e sem fazer análises equivocadas do ser humano.
[]s.

D disse...

adoro o que voce escreve, mas discordo completamente deste post. Voce tem filhos? So sendo mae para enteder o sentimento. Quanto ao casal ter feito um ato impensado ao qual todos estamos sujeitos... voce realmente esta minimizando um ASSASSINATO de uma crianca indefesa. Pelo pai. Nao, nos nao estamos todos sujeitos a um ato impensado deste matando uma criancinha de cinco anos. A justica feita e'o minimo que pode ser feito por aquela mae. Quando voce for mae tambem vai entender... Ate la...

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Karen Moraes disse...

[..]Todos nós estamos sujeitos a cometer um erro como esse casal[..]
Um erro!? Assim que se refere ao ver um pai matando uma filha..?
na verdade naum sei se consigo expressar em palavras a indgnação que estou sentindo ao ler esse post..Muitos comentários infelizes..como o citado acima ..é verdade que todos temos lado bom o lado ruim..nem sei se é verdade mas que diga Madre Tereza de Caucutá como exemplo...francamente!..mais sair matando criancinhas(Ops FILHA) por aí naum justifica tem acordado com seu lado ruim a flor da pele...Tá bom vai, lado ruim e lado bom todo mundo tem..entaum vou tomar cuidado vai que minha mãe me joga pela janela...
Mas tudo parece tão normal..O casal matou a menina como um ato inpensado!? Mas pensando como a mãe da menina será que interessa ser um caso impensado ou não??
Agora se coloca no lugar dela seu ex joga sua filha pela janela num ato IMPENSADO você( leitoras) vai olhar pra ele e dizer...Tudo bem, foi um ato impensado, naum tem porque as pessoas te tratarem como montros..Nem em filme eu vejo montros matando Filhos..Isso sim seria ridículo..
Enquanto ao promotor "Sorri como um vitorioso" isso so confirma que ele tem o prazer de fazer seu trabalho e diga se por passagem, muito bem realizado em vista que ele estava contra dois dos melhores advogados achados no Brasil, se todos agissem assim o mundo seria melhor naum acha?
E alias "muito bem pagos por nòs" se deputados e vereadores etc que tambem são pagos por nós fizezem seu trabalho com orgulho e zelo com Cebranelli eu iria adorar pagar impostos..Naum tiro mérito dele pelo salário(os jogadores de futebol presisavam vencer sempre)
E com certeza ele estudou muito pra isso e como estudou hem...pelo menos faz mérito pelo que recebe..e como um de seus post anterioresme ensinou e que eu adorei :D ..Quando eu estiver na promotoria de um caso e pensar em desistir da verdade vou dizer - Cebranelli desistiu mesmo contra dois dos melhores advogados do Brasil? Sim ele vai ser minha inspiração..
Sabe-se que no Brasil existem diversos crimes onde a justiça naum age com tanto rigor..porem devemos aplaudir quando a justiça acerta e condena quem merece e, sim devemos reivindicar uma justiça melhor, educação e alimentação para todos..pois é o nosso dinheiro descendo pelo ralo...mas naum podemos comparar crimes, e nem tentar amenizar a culpa dos assassinos ou qualquer que seja o brutalidade cometida...è dificil mas temos que ficar indgnados com o sangue frio de serem humanos ..apesar de tudo isso fazer parte de nosso cotidiano, naum podemos falar do assunto como se fosse um caso normal..naum podemos nos familiarizar com tais brutalidades assim vai se tornar ainda pior a sociedade onde vivemos...

Adoro o blog viu...Nos faz refletir!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...