segunda-feira, 13 de setembro de 2010

A grama do vizinho está cada dia mais verde?

Em tempos de orkut, blog e twitter, milhares de pessoas saem do anonimato e se tornam celebridades. Isso é bom, espaço para mais gente mostrar talento, mas também para viver e exibir uma vida perfeita que, simplesmente, não existe.

Antes, abria-se a porta e invejava-se a grama do vizinho, agora, abrimos o computador e vemos como a vida é miserável diante de mulheres de vidas ultra mega perfeitas.

Exibem seus maridos maravilhosos, em todos os sentidos! São carinhosos, bons de cama, ótimos pais! Suas roupas que nunca são da C&A! Só se a marca estiver pagando para que digam isso, claro. Rotinas de trabalho? Maravilhosas! Ah! E elas são magras!

A maioria das blogueiras e artistas, diz que não contam suas mazelas, porque essa não é a intenção, porque chorar é por trás das câmeras. E, assim, quando você desliga o computador, olha para o lado e diz:

- De volta a realidade. Aturar a briga com a colega de trabalho e ainda aguentar essa barriga pulando da calça depois do fim de semana afogada em comida boa.

Ao invés de se sentir mais animada você pensa: por que eu não tenho essa vida perfeita?

E assim, as pessoas acredtiam ganhar mais simpatizantes.

Mas será que é assim mesmo? Por que será que Ivete Sangalo é tão amada? Não será por sua sinceridade na alegria e na tristeza? Por ser... Normal? Assumiu suas gordurinhas a mais depois da gravidez, ao invés de dar pão e água ao bebê dentro da barriga e dizer que pariu e ficou magra, porque seu corpo tem memória fenomenal.

Eu escrevo livros para mulheres, blogs para mulheres, devoro tudo sobre dilemas femininos e vejo que cada dia estamos com mais crises, culpas, dilemas, o que me leva a pensar: como as pessoas podem ser tão perfeitas no virtual e nas páginas das revistas? Assim funciona no real? 

Por isso, ando evitando blogs de meninas perfeitas e dado preferência aos do estilo "Princesas do deserto". Nuca vi uma mulher ser tão sincera. Sofre pra burro! Porque, diante de tantas anônimas e famosas tão inabaláveis, ando pensando... A grama do vizinho está cada dia mais verde?

17 comentários:

Albuq disse...

Oi Flávia, perfeito seu post de hoje.
Penso muito nisso, porque as vezes faço essa comparação... fico pensando, porque é tudo tão perfeito ali? mas, na verdade não é que seja 'perfeito', acredito que as pessoas buscam viver crendo no perfeito, fazendo tudo acontecer como perfeito, vendo perfeito... Acredito que felicidade é como a gente ver, a gente sente, a gente entende... Talvez Ivete Sangalo seja tão admirada porque ela é simplesmente normal, comum.

bjs

Nanci disse...

Eu já acho que tudo na vida é uma fase. Tem tempo que está tudo correndo bem, vc está feliz, adora o seu corpo, a familia esta bem, ganhou um aumento no trabalho e de repente tudo muda, e começa uma outra fase. A fase em que tudo dá errado, a fase ruim. E é assim pra todo mundo, celebridades ou nao, impossivel ser feliz o tempo todo. Acho que quando se aprende isso nós humanos, nos tornamos mais felizes e realizados.

jaqueline disse...

Ola querida, olhar a vida dos outros seja celebridade ou nao acho que e sempre mais facil, os problemas dos outros e sempre mais facil de resolver e muitas vezes a solucao do problema esta ali na sua frente mas a preocupacao com o vizinho e tao grande que fica dificil de ser visto... bju linda e uma otima segunda...

Paolla Regiani disse...

Olá Flávia !
Ótimo post ! Nesse "boom" blogs, twitter, etc... tem muito disso mesmo. Acredito que temos de filtrar aquilo que vemos e vivemos, para deixarmos somente as influências boas fazerem parte da nossa vida !

Amei seu blog ! Ótimo conteúdo !

Bjssss

Cheers! Fla disse...

Oi Fla, concordo com a Nanci, a vida tem fases, umas boas e outras nem tao boas. Qdo alguem tem um blog, dependendo de como a sua vida estah, parece que a vida dos outros eh bem melhor que a nossa, mas ai qdo a nossa vida vai encaminhando bem, a gente nem liga para o que eles tem a dizer. Varias vezes parei de ler alguns blogs que me encheram a paciencia, por varias razoes, alguns deles eu voltei a ler novamente, como disse, eh fase :-)

bjs

LICIA TATIANE disse...

Nem sempre o verde é realmente verde,as vezes a grama pode está tingida.Sabe Claudia Raia e Edson Celulari(acho ele lindo!),sempre pensei:Casal lindo que deu certo,tem grana,famosos,um sempre falando bem um do outro nas entrevistas,ele fazendo grande festa de niver para ela e ela também para ele.Casal feliz!Ai veio a noticia da separação...Eu li uma nota na revista que ela falava que tinha mais intimidade com Alexandre Borges do que com o Edson.Resumindo,o casamento era uma merda!A vida de ninguém é perfeita!Tem altos e baixos.Nós é que idealizamos até a vida alheia.Beijos.

Luciana Klopper disse...

Bom a Nanci, falou por mim!!

Ich, Hausfrau disse...

do mesmo jeito que a gente acha que grama do vizinho é mais verde, o tal vizinho tbem acha a mesma coisa da nossa grama... o ser humano nunca tá contente com o que tem... bjo

Lu e Na disse...

Oi, Flávia! Ótima postagem!
Concordo muito com vc!
E sobre o provedor, já me perguntei também isso! Kkkkk Acho que o assunto rende uma tese de mestrado. Kkkkk
Boa semana!

Na.

Prity disse...

Oi! Obrigada pela visita, quanto ao post, superinteressante e atual, depois de pensar muito eu pensei que por mais que o meu blg tente ser o mais sincero possível, oculto grande parte da minha personalidade, acho que é normal, se eu colocase tudo que me irrita ele ia ser muito chato, será? Nossa, amei o blog da princesa no deserto, apesar dele ser bem triste, e espero que ela saia logo de lá, o blog é cheio de esperança e adorável.

Flovi disse...

Olha, eu não dou preferência a esse tipo de leitura, porque eu acho que o sofrimento alheio não é caso para entretenimento. Eu li uma vez apenas, achei desesperador, chorei de raiva. Raiva de um mundo tão machista que impele cada vez mais mulheres a sairem em busca de um sonho ultra-romântico do 'e foram felizes para sempre'. E se ferram. Percebi que eu não poderia fazer nada além de uma prece e um pensamento positivo para a dona do blog. Ou então passar o endereço do blog adiante para que mais e mais pessoas leiam - e sintam pena dela. Enfim, cada um tem o direito de ler o que mais lhe apraz. Se é confortável saber que a outra não vive num conto-de-fadas e sim num inferno astral, tudo bem. Isso pra mim isso se chama banalização da violência. Porque sim, ela se encontra em uma situação de violência doméstica. Pode não ser física, mas é verbal, mental. Talvez o trauma pra filhinha dela seja irreversível.

É o mesmo que eu vir pra Índia e sair tirando fotos de mendigos pra ilustrar meu orkut e fazer o povo morrer de dó e agradecer a Deus por não se encontrarem em tal situação. Eu não entendo isso. E me recuso a alimentar esse tipo de sentimento nas pessoas. E acho que, se eu fosse uma mendiga, não ia achar nada legal saber que tiraram uma foto minha para ilustrar uma mídia social fútil qualquer.

Por fim, falando da minha própria experiência, eu acho que as pessoas têm a ilusão de que eu realmente vivo num oásis com direito a arco-íris 24 horas por dia e pôneis saltitantes ao redor de um lago. Mas não. Eu tenho os meus problemas. Não nego. Há sim um choque cultural intenso envolvido no meu relacionamento como um todo. Mas isso não chega ao ponto de eu estar vivendo um inferno astral. Não vivo em um ambiente de hostilidade, e não acho que viver em um ambiente de hostilidade total e derramar isso num blog seja sinônimo de coragem. Tá mais pra uma boa dose de desespero que de realidade. Agora se o povo acha legal expurgar as próprias frustrações em uma leitura dessas, fiquem à vontade. Eu não acho legal fazer catarse com a vida alheia.

Universitária,eu? disse...

Floví sinto muito se vc prefere se blindar desse tipo de leitura,é a realidade,e não apenas dela,em um País de maioria Mulçumana,mas de mulheres em Países de primeiro Mundo como Alemanha e Estados Unidos,países ditos "Cristãos".
Sabe eu fico tão ultrajada qd vejo essas mulheres tipo "Claudinha Leitte" que tentam a qq custo mostrar como td é perfeito em suas vidas e como são éticas e bem resolvidas.Perfeitas por fora e vazias por dentro.Quando elas falam agente sente,e sabe,é mentira,falta algo e esse algo é a verdade.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Suellen de Oliveira disse...

Oi Flávia! Conheci o seu blog por uma amiga q disse: 'Vi um blog q é a sua cara - o Dps dos 25...' Isso td pq depois que fiz 25 eu passei a ver o mundo de uma maneira diferente e crítica. E com isso muda-se o comportamento né? E a gnt passa a fazer escolhas... Eu trab com moda, então imagina como é esse mundinho? Sabe o que acredito? Ser feliz! Pq viver um personagem é uma tortura em nós msm não nos outros!

Parabéns pelo blog!
Bjs

Monica Loureiro disse...

Eu também detesto Blog de MULHER PERFEITA...
Principalmente para uma DDA como eu, sempre atrapalhada com as coisas....

Lu disse...

Fla, excelente o post!!!
Muitas pessoas tem mesmo essa necessidade de auto afirmação, de mostrar sua "vida perfeita". Já li sim alguns blogs onde tudo era perfeito. Ah não dá né! A gente sabe que a vida não é perfeita, tem coisas boas e outras que não são boas mas a gente tem que lidar de qualquer maneira. Então hellouuu, não é perfeito! (e essa história de o que é perfeito tb é papo pra um outro post, gigante!)
Quando escrevi algumas coisas no meu blog, especialmente nesta fase que estou passando agora (não mt perfeita por eqto...rs) fiquei pensando antes, postar ou não postar? Parece idiota, chato, meio constrangedor e tal, mas aí depois resolvi que É minha vida, é o que está acontecendo comigo agora, é minha história, de acordo com o caminho que escolhi e sei que isso PODE servir para outras pessoas e essa troca TAMBÉM pode me ajudar a superar alguns perrengues. Afinal, a vida é bem mais fácil de levar qdo vc divide pesos com outras pessoas. E é isso aí, passo perrengue sim, tenho muitos medos, receios, aflições, tenho também muita alegrias, idiotices deliciosas, gordura localizada e celulite e coisas legais pra contar!!!
Viva!
Beijo enorme!!

MArina disse...

Acho que seu post tem coisas que concordo e discordo. No mundo das celebridades, o culto à vida perfeita é clara, afinal eles vivem da imagem e alguém chato ou infeliz não vende. Eu por exemplo jamais gostaria de um produto anunciado por Carolina Dieckman ou Paola de Oliveira, por causa da vida pessoal delas acho as duas arrogantes (e não sei como tem empresa q ainda usa delas). Ivete Sangalo tb não consigo admirar, não sabia q tanta gente achava isso dela e tão presa a imagem que é parece que ficava divulgando cada quilo que perdia, como se fosse uma corrida pra ser normal de novo...
Já em relação a blogs, eu acho que o mundo virtual está bem distribuído, tem gente falando de tudo um pouco e basta seguir quem vc gosta. Eu por exemplo sou casada com estrangeiro e minha vida com ele é sim mto boa, pq não poderia ser? E no blog tento desmistificar principalmente o Islã e preconceitos acerca dos árabes, as pessoas rotulam demais e escolhi como meu próposito justamente quebrar essa coisa de que uma cultura fica acima da pessoa... tem gente q pode não gostar, talvez até achar que me poso de perfeita, mas em relação ao meu casamento eu sou feliz, e na verdade acho que o mundo precisa também de histórias que dão certo!! A Dani do blog princesas é minha amiga, eu conheço dezenas de meninas que passaram coisas do mesmo nível, e alertas não faltam no meu blog, mas nem por isso ele deixa de ser positivo :-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...