segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Balzaquiana. É hora de começar a brilhar?

Gabriela Duarte sempre viveu à sombra da mãe, Regina Duarte.

Sempre ficou com aquele estigma de que só estava ali para ser sua cópia. Aquela carinha angelical que chegava a dar nervoso.

Mas o tempo passou, como passa para todos. Gabriela virou mãe, casou, amadureceu e hoje marca uma virada em sua carreira, aos 36 anos, com a personagem Jéssica na novela Passione.

Os anos levam a juventude, mas trazem em troca tanta coisa, que já não receber uma cantada na rua é o de menos, porque agora você já não precisa mais do fiu fiu ou da cantada barata para saber que é bonita. Porque agora você sabe que isso é relativo.

Cada dia mais perto dos 30 é um dia a menos para pensar no que os outros pensam de você, para questionar seus pensamentos, mas com menos inseguranças. Ir para frente com a certeza de que o ficou para trás ficou e, se não te fez uma pessoa melhor, te fez crescer.

Uma menina no início dos seus vinte e poucos, pode ter a pele de bebê, mas tem a maturidade de tal, por mais precoce que seja. Cérebro não nasce pronto, ele se desenvolve e é partir do 30 que ele está no ponto.

Até os 25 nos achamos donos do mundo, depois vemos que somos apenas uma ínfima parte dele, que não fazemos diferença alguma se sumirmos. Por isso, temos que fazer toda a diferença para nós mesmos.

Por isso, a mulher de 30 é tão falada, é um marco. Dali para frente você não é Ana Maria Braga, mais é muito mais você.  

Porque ter a certeza de que na sua bunda, hoje, tem mais celulite, mas na sua cabeça tem muito mais autoconfiança, não tem preço. E é isso o que faz uma atriz insossa se transformar e a mulher brilhar na tela da vida.

Por isso, quanto mais os anos passam, só me levam a pensar: Balzaquiana. É hora de começar a brilhar?

31 comentários:

Ticiana disse...

Tudo de bom..... to com 29 e faço 30 em fevereiro. Esse texto é perfeito.
Se me autorizar gostaria de reproduzi em meu blog com os devidos creditos é claro.
Bjs
Tici

Trocando ideias - Espaço Mulher disse...

Amei seu texto! To chegando lá!
Bjsss
Dani

Layla Barlavento disse...

A minha mãe sempre disse sabiamante: tudo muda após os 30 filha. Tenha paciência. Hoje sou bem mais feliz do que era aos 25 e mais segura do que desejo pra mim. Fazer 30 é realmente um marco. E dizem que os 40 ainda é melhor!

Beijos na alma!
Layla Barlavento
culpadowalter.blogspot.com

Hedy Maria disse...

é verdade tudo mudo muda depois dos 30, depois dos 40... eu sinto isto na pele e estou adorando!!!!
Parabéns pelos textos que vc.escreve.

Fabielle Bacelar disse...

Muito interessante, tenho ouvido muito falar sobre essa tal de "mulher balzaquiana"

Quando eu tinha 16 as pessoas achavam que eu tinha a idade que tenho hoje: 23 (mas amo seu blog... não me expulse por não ter 25)...kkk

Mesmo não tendo 25 hoje entendo o que me diziam quando era mais nova... QUANDO VOCÊ TIVER TAL IDADE VAI ENTENDER... é a pura verdade, quanto mais o tempo passa mais entendo as coisas que minha mãe e outras pessoas mais velhas me diziam...

Hoje não vou comentar muito não.. só te digo que amei a parte que você fala da celulite...srsrsr

Até mais... bjo bjo

Eu, Damaris, para mim... disse...

Hummm adorei o texto!

Eu tenho 25 e estou em crise: me auto conhecendo agora...rsrs
Mas é mto bom, daqui 2 meses faço 26...achoq vai ser um marco já...

Bjo!

Anônimo disse...

Adoro o seu blog. Sempre leio suas atualizações, mas devo discordar de vc, pois acredito que há raras exceções em que mulheres em seus 20 e pouco anos tbm possuem a devida maturidade. Algumas já atravessaram pelas alegrias e tristezas que algumas pessoas nunca chegam a passar. Estão calejadas de experiências! Tenho apenas 24 anos e já passei por mais coisas que mtas pessoas passam em uma vida, o que me fez crescer, amadurecer e me autoconhecer incrivelmente. Sou autocrítica, não me deixo abalar pelas coisas banais e sou, acima de tudo, uma mulher feliz e satisfeita como sou hj!! Não estou a lhe criticar, afinal, todos temos opiniões diversas. Algo que é mto bom, pois é a discussão que nos impulsiona a sermos cada dia melhores e a nos aprimorarmos sempre, mas acho que não podemos generalizar. Há sim seus méritos a chegada aos 30, 40, 50 anos. Claro!! Cada etapa da vida é marcada por experiências únicas e maravilhosas, mas não acredito que sejam estas determinadas por faixas etárias.
Espero que não se sinta de modo algum ofendida pelo comentário, pois não é minha intenção. Tudo de bom!! Bjss Patricia

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Patrícia, pena que não deixou seu blog, porque costumo reponder no blog de quem comenta.

Nunca me sinto ofendida. Este espaço é para que nós mulheres possamos discutir nossos dilemas, assim mesmo, de maneira saudável e embasada como você fez.

Se o objetivo fosse prevalecer minha opinião, colocaria o sistema de aprovar o comentário antes de ir ao ar.

Beijos e obrigada por estar aqui sempre!

Flavia Mariano

Luciana Håland disse...

Pois é, cada fase da vida com seus 'problemas'. Enquanto somos jovens com tudo em cima, nem sempre temos toda a maturidade suficiente pra usar o material, e quando temos maturidade nem sempre o material está com tudo em cima, mas são coisas da vida. Mas a maturidade trás também outras tantas insegurancas e dificuldades, acho que a vida é assim mesmo, o tempo todo estamos na batalha para vencermos um ou outro obstáculo, e isso é que faz a vida graciosa.

Já quanto à Gabriela Duarte eu acho que ela foi bem já ainda quando era jovem, fez uma Eduarda perfeita na novela Por Amor, se Eduarda era chatinha e tal, era esse mesmo o papel que tinha que ser interpretado e Gabriela Duarte deu conta, até gosto mais dela em Por Amor do que na novela atual, mas...

Vendo o comentário de Patrícia eu resolvi comentar sobre ele também. Näo é que não se tenha maturidade aos 25 ou até menos, eu também era toda senhora de mim mesma e cheia das experiências aos 25, mas com certeza a cada dia que passa adquirimos mais experiências e maturidade na vida, é um processo natural, então quem já tem maturidade e seguranca aos 25, com certeza vai ter muito mais aos 30 e assim por diante. Mas também tem pessoas que chegam aos 60 sem amadurecerem, sem se sentirem seguras e donas de si, sem terem vivenciado a vida, sem muitas experiëncias, ... o que é uma pena.

Beijos

Flovi disse...

É hora de começar a brilhar sim! Engraçado, eu estava pensando justamente nisso quando fiz meu último post ^^

Jane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jane disse...

Eu estou no auge dos meus 30 anos e sinto o que vc disse no seu texto.
É uma fase maravilhosa, em que a maioria das mulheres se sentem sim mais maduras e seguras de si.
Engraçado, qdo eu tinha 20 anos me achava madura, pensava que estava além das meninas da minha idade.
Hoje eu consigo olhar pra trás e ver que me tornei uma mulher forte, que não tem quase nada a ver com aquela menina sonhadora, cheia de ilusões e inseguranças, que eu era, mas não conseguia me ver assim.
Não que eu não tenha medos, inseguranças, mas a diferença hoje é que eu me conheço bem, reconheço o que sinto e sei como contornar as coisas e ficar em paz.
Posso afirmar que estou sim na melhor fase da minha vida, em todos os sentidos!

Paty Chuchu disse...

yuhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu e viva os trinta e poucos..Oiiii daqui a pouquinho to chegando na casa dos quarenta(uii).Bom tenho conhecidas que tiveram uma certa depre qdo fizeram 30,mas euuuu ameiiiiiii comemorei com tudo que tinha direito.Eu adorei seu texto e contando a minha experiencia posso se dizer que sempre fui pacata e sem graca,alem de timida,fui mae cedo e depois disso fui mudando,amadureci e aos 20 anos ja sabia muito bem o que eu queria,sai do meu pais,construi minha familia ,mas hoje, acredito e sinto que o meu brilho apesar dos quilinhos a mais,esta cada vez mais forte,estou gostando desta fase sim,apesar de que tem dia que uma olhadinha no meu amigo e as vezes inimigos.o Sr.Espelho,me deixa meio caidinha ,mas fazer o que ne?faz parte..beijinhos querida e como tem ate uma serie na tv aqui na Alemanha com o titulo."40 sao os novos 20."Diz tudo ne?

Paty Chuchu disse...

yuhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu e viva os trinta e poucos..Oiiii daqui a pouquinho to chegando na casa dos quarenta(uii).Bom tenho conhecidas que tiveram uma certa depre qdo fizeram 30,mas euuuu ameiiiiiii comemorei com tudo que tinha direito.Eu adorei seu texto e contando a minha experiencia posso se dizer que sempre fui pacata e sem graca,alem de timida,fui mae cedo e depois disso fui mudando,amadureci e aos 20 anos ja sabia muito bem o que eu queria,sai do meu pais,construi minha familia ,mas hoje, acredito e sinto que o meu brilho apesar dos quilinhos a mais,esta cada vez mais forte,estou gostando desta fase sim,apesar de que tem dia que uma olhadinha no meu amigo e as vezes inimigos.o Sr.Espelho,me deixa meio caidinha ,mas fazer o que ne?faz parte..beijinhos querida e como tem ate uma serie na tv aqui na Alemanha com o titulo."40 sao os novos 20."Diz tudo ne?

Cantinho She disse...

Oie querida! Saudades daqui!

Adorei o post, principalmente o final sobre o lance de saber que na bunda tem mais celulite, mas na cabeça mais autoconfiança... adorei! hehe

Beijo, beijo!
She

Elaine Canha disse...

Ainda me pego com as inseguranças da juventude, mas completar 30 anos pra mim foi algo muito esperado. A idade (ou melhor o tempo de vida) e a doença me fez amadurecer bastante. Melhorou até minha auto-estima e não sinto diferença na quantidade de "fiuf-fius" na rua rsrs.

Acho que as cantadas direcionadas a jovens até os 22, 23 procuram se aproveitar da igenuidade. As direcionadas às mulheres acima dos 25, e principalmente dos 30, são mais maduras rsrs

Beijos

♥ Erika Saab disse...

Caramba, você tava mesmo inspirada quando escreveu este post. "Cada dia mais perto dos 30 é um dia a menos para pensar no que os outros pensam de você", grande conclusão! Eu estou para fazer 30 daqui a alguns meses e estou sentindo exatamente isso que você falou, sabe, uma necessidade imensa de ser apenas do jeito que sou, independente do quanto vou agradar ou não! E ser uma estrela é isso, né? É ter luz própria!

Albuq disse...

Amei o texto, magnifico... estou sentindo as mudanças dos 30 na pele kkk

bjs

LICIA TATIANE disse...

Esse lance de idade x cabeça é muito relativo,não tem nada haver com sofrimento e nem experiencia,tem mais haver com o nível espiritual de cada individuo.Se sofrimento e experiencia desse maturidade eu com 10 anos já teria mestrado,já meu filho de 10 anos dá uma lição de maturidade em muitos adultos.O avanço da idade na verdade é um presente de Deus!É o nosso conhecimento perante a vida,é a melhora da nossa auto estima.Claro que a nossa bunda cai,mas é na nossa cabeça que acontece o milagre e no fundo é isso que verdadeiramente importa na vida!

Raquel disse...

Muito legal e real o seu texto!!!

Ainda faltam dois anos para chegar aos 30, ou seja, ainda vai passar muita água por debaixo da ponte...

Você sabia que a cada ano que passa, vou me sentindo mais linda, jovem, madura, com o corpo e cabelo mais bonito e bem tratados. A idade vai chegando e para mim, a vaidade também. Quero sempre estar com as unhas feitas, cabelos tratados e escovados, dentes perfeitos (não é a toa que uso aparelho fixo nos dentes aos 28 anos, isso depois de ter usado 5 anos quando era mais jovem)...

Quando olhos minhas fotos do passado, vejo um lado positivo e um negativo. O positivo: "Nossa, como era magrinha!!!" e o negativo: "Caraca, como eu era brega, que roupa horrorosa, que sapato é esse???"

Com isso amiga, vejo que a cada ano, além de completar mais um ano de vida, completo uma vida cheia de emoções, altos e baixos, efeito sanfona, casamento, filhos, mas acima de tudo, me vejo sendo mais mulher, mais decidida, mais autoconfiante e é claro, cada dia mais linda!!!!

Beijossssss e te adoro!!! AMEI O POST!!!!!

Ana Flávia disse...

Super seu blog!! ano que vem estarei com 25!!!!!!
bjokas estou te seguindo!!

Anônimo disse...

Olá,

Sou da assessoria de imprensa e gestora de mídias sociais da Bioxet, um creme redutor de pelos feito à base de extratos naturais, como vai?

Entro em contato, pois estou atualizando nosso mailing de envio de novidades e gostaria de incluir o seu contato lá.

Você poderia me enviar telefones e emails?

Meu email é carla@linhaselaudas.com.br

Desde já, agradeço a atenção e aguardo um retorno.

Abraços.

Regina Coeli Carvalho disse...

Olá,
Tenho andado sumida dos comentários, mas minha visita hoje é em prol de um assunto especial. Postei lá no Canteiros o Caso Joanna Marcenal, mais um dos casos de impunidade nesse nosso país.
Conto com a sua ajuda para nos ajudar a divulgar. Se puder traga o selinho para seu blog.
Em breve vamos organizar uma blogagem coletiva.
Conto com a sua ajuda.
Meu abraço.

Cheers! Fla disse...

Com certeza!!! Amo meus 30... e poucos e nao troco por nada. Sou muito mais eu hoje do que eu 10 anos atras :-)

bjao

Marcos Satoru Kawanami disse...

tendo uma cabeça, dois braços e duas pernas, tanto faz se é balzaquiaba ou bachiana ou mariana...

Carolina disse...

"Até os 25 nos achamos donos do mundo, depois vemos que somos apenas uma ínfima parte dele, que não fazemos diferença alguma se sumirmos. Por isso, temos que fazer toda a diferença para nós mesmos."

Super verdade,esta época o ego dita as regras,com o passar do anos não é omundo que muda,é a nossa visão dele...

bjão

Bianca Bueno disse...

Os 30 têm vantagens, mas eu confesso que apagar as velinhas me faz dos 31 me fez como um carro usado. Semi novo, mas usado. Não me sinto mais como um carro zero. Pudesse eu ter o ânimo dos 20 com a cabeça e as realizações dos 30. Cada fase tem sua beleza. Eu amo ter 30 anos. Sou mil vezes mais feliz. Mas já tenho um fio de cabelo branco e a pela já não é mais a mesma (e olha que tenho sorte, só um fio e ainda nenhuma ruga, mesmo assim vejo os sinais do tempo).

Linda Carioca disse...

Eu não sei... acho que qualquer hora é hora de começar a brilhar. A estrela das pessoas brilha na hora certa... tem vezes que é na infância, outras, na adolescência, outras na vida adulta e outras na melhor idade.

Beijos !

Ella disse...

Se for, quero logo ser balzaca ! Tenho exatamente 25 anos e ainda me falta tanta coisa....

Mariachiquinha disse...

Acho tào limitador determinar uma idade como sendo um marco. Cada fase da vida tem seu brilho.

Passei tranquilamente pelos 20, sem preocupaçoes dol tipo, tenho que plantar pra colher no futuro.
Apenas vivi aquele momento.

Só percebi que já era uma balzaquina, lá pelos 32. E no momento nao me preocupo com a chegada dos 40.

Quem tem luz própria, vai brilhar sempre, independente da idade.

Achar que os 30 é uma ótima fase de maturidade feminina parece coisa de quem tem medo de envelhecer fisicamente e procura compensar as perdas naturais na tal da maturidade.

*CAJU* disse...

Adoro o que você escreve!
Amei principalmente esse texto. Esse ano fiz 29....daqui alguns meses faço 30...é engraçado como os 30 assustam a gente! Amei!

Carina
dicasdacaju.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...