segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Não há problema grande, mas sim o quão pequena você está quando ele te encontra?

O que importa não é o quão grande é o seu problema, mas o quão pequeno ele te encontra.

Esse texto surgiu, porque numa conversa de bar, há umas semanas atrás, uma amiga dizia:

- Não sei como ele, aos 23 nos, passou por essa doença tão violenta de maneira tão serena.

E nessas horas você pensa:

"os meus problemas são tão menores e eu sofro muito mais." 

Dá aquele alivio momentâneo misturado com uma culpa, mas logo depois, você olha para eles e volta a vê-los como monstros.

E é aqui que você entra. Não há problema grande ou pequeno, há o tamanho em que você se encontra quando ele chega.

Se você não nasceu com aquela força linda e natural de Hebe Camargo, é preciso estar em dia com você. Orar e vigiar.

Isso não significa estar feliz a todo momento. Muitas pessoas que sorriem para você o dia inteiro, chegam em casa e encontram um monstro e mergulham em um choro incontrolável.

Se você opta por sorrir 24 horas, mesmo mergulhada em problemas, essa é uma opção válida, eu sou assim. Mas o que importa é quando você está sozinha com você.

É preciso estar vigilante, porque quando algo der errado, o problema pode até não te encontrar forte, mas não vai lhe encontrar tão pequena a ponto de desabar diante dos menores obstáculos.

- Seja vigilante, assim você vai perceber quando está se perdendo.
- Faça um mimo a você de vez em quando, assim você vai ter a certeza de que pode contar com você.

- Eleja você como prioridade, assim não se perderá quando o mundo parecer que que lhe deu as costas.
 
E, se ajuda, lembre-se que todos têm problemas. Eles não te fazem menor quando chegam, nem mais fortes quando se vão, são apenas parte da vida. 
 
Perder um grande amor para outra mulher, pode doer tanto quanto saber de uma doença. Não há dor maior ou menor. Há a dor. Há o problema. 
 
Se você estiver fraca, junte seus cacos, mas nunca esqueça de que mais importante e e eficaz que resolver um problema, é aumentar a sua força . Porque eles, assim como as alegrias, estão presentes em todos os momentos da sua vida. 
 
Por isso, é bom pensar: Não há problema grande, mas sim o quão pequena você está quando ele te encontra?

13 comentários:

Lidy disse...

Uau....ótimo post...ótima frase.....irei meditar profundamente nela...mais mesmo antes disso já sei que é real....

Beijos e obrigada por essas palavras...serviu como uma luva pra mimm hj...

LICIA TATIANE disse...

Olha eu aqui de novo!Espero que vc não esteja zangada comigo,eu gosto muito do seu blog!
Os problemas só tem o peso que nós damos para eles.Eu estou aprendendo a lidar com eles de 2 formas,tendo fé que nada é para sempre na vida,não tem mal que dure.Outra maneira de passar por eles é pensar que peso eles vão ter na nossa vida depois de um ano,isso vai modificar minha vida?Então diante de um, sempre me faço essa pergunta e se a resposta for não,não dou muita importancia.Assim calculamos o peso real dos problemas.Se lembrando que na vida tudo tem jeito,só não tem para a morte.Beijos.

Raquel disse...

Sem mais para o momento, só posso dizer OBRIGADO MEU ANJO!!!

Precisava ler isso...

Te adoro!!!!

Única e Exclusiva disse...

A minha dor é enorme, e vem se arrastando quase um ano. Enfim, sei que só eu posso mudar a intensidade da dor e é uma luta diária.

Gosto muito da maneira que reporta estes questionamentos da vida. Me ajuda muito!

bjs meus, fica bem!

Adriana Alencar disse...

Concordo com a Licia, a única coisa que não pode ser solucionada é a morte. Jesus disse amai aos outros como a si mesmo, isso significa que precisamos nos fortalecer antes de tudo, pois somos a única pessoa com quem podemos, realmente, contar.
Seu texto é excelente, uma grande lição de vida, parabéns pelo post!
Beijo
Adri

Palavras Vagabundas disse...

Adorei o pensamento, estava mesmo precisando dele, me farei grande!
bjs
Jussara

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

LICIA TATIANE!

De onde tirou isso? Depois de tanto tempo por aqui já deveria me conhecer, não?

Eu nunca me revolto contra quem pensa diferente de mim. Se fosse assim não faria posts em perguntas, não deixaria comentários em aberto, sem moderação, e não seria uma Jornalista.

Sei que você se posicionou com palavras que não me agradaram como pessoa, mas posso também não ter te agrado. Fiquei triste com a situação e com você foi só chateada, porque você é minha leitora das antigas e me conhece. Sabia que não era nada daquilo.

Mas conversamos sobre isso e ficamos bem, não? Assim como foi com a Flovi. Que adoro quando passa por aqui, a propósito.

Entendo sua posição e até te elogiei dizendo que você foi a única que, mesmo sendo dura comigo, aproveitou o tema para discutir no seu blog.

Você é minha leitora das antigas, linda, cheia de personalidade, acha mesmo que eu ficaria zangada com você? Jamais!

Adoro seus comentários e sua presença, mesmo quando discorda.

Beijos!!!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Unica e Exclusiva,

fica bem, desde aquela DM no Twitter fiquei mandando uns pensamentos positivos para você! Quero muito que fique bem.

Não tenho poderes, mas pensar com carinho no outro sempre chega até ele, nem que seja como um ventinho que dá aquela sensação boa!

Beijos!

Kafé Universitário disse...

Temos mania de pensar que nosso problema é sempre maior que o dos outros.
Acredito que os problemas mesmo os pequenos, só são problemas porque não sabemos lidar com eles
ou talvez desesperamos... fazemos tempestade num copo dágua!

adorei seu post!
te sigo!
bjo do Luka

Elaine Canha disse...

Maravilha o post!
Infelizmente a sociedade nos faz sentir culpa sempre que nos leva a pensar que sempre há problemas maiores que os nossos.

Bjs

Albuq disse...

Hoje decididamente precisava te ler. Obrigada!

Única e Exclusiva disse...

Ah, então deve ser por isso que ando mais otimista. Sua danada!

Muitíssimo obrigada!!

Anônimo disse...

Adorei o post!!! PArabéns pela frase e metáfora! Eu tenho esta mania de me medir diante dos problemas. Desta forma posso traçar a estratégia mais adequada. Desta forma não sofro tanto, desta formo relativizo e desta forma vou encontrando a paz e a felicidade.
Simples assim.
Beijos, querida e um ótimo final de semana.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...