quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

New Kids on the block. Está estrassada com o que mesmo?

De uns tempos para cá, estresse virou sinal de gente de sucesso. Quem não reclama de falta de tempo e sobrecarga está fora de moda. E isso vai de executiva a dona de casa.

Esta semana, no twitter, vi uma reportagem sobre uma pesquisa feita nos EUA que mostra que as mulheres nunca foram tão infelizes

E precisa de pesquisa para ver isso estampado no rosto da maior parte das mulheres normais?

Quem acompanha no twitter e facebook, sabe que nas últimas semanas eu ando num estado de nervo tamanho que, por ser humana, cometi um pecado mortal: me deixei absrover. Dexei o problema ser parte de mim.

Os problemas foram engatando um no outro como cola e eu não via como soltá-los de mim. Como se fossem post it por todo o meu corpo. Para qualquer local que eu olhasse eu via um papelzinho amarelo dizendo: lembrar disso, fazer aquilo, almoçar!

Até que minha mãe, que anda entoando tanto mantra que me faz querer ficar longe dessa filosofia toda de "calma...", me deu um toque: Relatiziva, hierarquiza... 

Na hora eu quis dizer: quer saber? Vai com essa filosofia para a #$%¨&. Mas como é minha mãe, sorri e pensei por dentro: ah tá bom, welcome to my world! Respostinha pronta...

Mas, ontem, eu cheguei ao meu limite. Durante dias eu colocava a mão na cabeça e tinha que pensar duas vezes antes de conseguir respirar novamente. Meu cérebro falhava dizendo: vou apagar só por uns minutos e já volto. Mas ai foi o limite.

Já estava com a mão no telefone para ligar para mais um pepinão quando disse a mim mesma:

- Escolha UM!
- Oi?
- Escolha 1. Vamos focar no que for prioridade, para agora! Qual vai ser? Escolha, logo!

Desliguei o telefone e ouvi meus ídolos de adolescência cantando no meu ouvido: Step by step, oh baby... Passo por passo...

Nossas pernas são curtas, mas nós mulheres esticamos até sentirmos uma dor insuportável.Os homens aceitam suas limitações e aproveitam as delícias do simples caminhar. 

- Estou estressada por que, mesmo?

Ontem, no meio de um acesso "quanta coisa nas minhas costas!" eu me fiz essa pergunta, não tinha resposta.

- Daqui a um mês qual a diferença que isso vai fazer na sua vida, mesmo? Qual o peso disso na minha vida, mesmo?

Assim... ajudando o pessoal que fez a pesquisa a ajudar as mulheres infelizes... New Kids on the block. Está estressada por que mesmo?

15 comentários:

Marcelinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelinha disse...

Eu sou total e completamente fora de moda, por que não sou estressada mesmo.
Eu só preciso que meu dia tenha 28 horas. Rsrsrsrsrs, porque preciso dormir 8 horas, mas também preciso de 20 horas úteis.

Nilce disse...

Oi Flávia

Realmente estresse virou doença da moda, como diria minha mãe.
Se tem dor de cabeça, é estresse.
Se tem dor nas costas, idem.
Cansaço, mal estar, fadiga e outros tantos, damos o nome de estresse.

Gostei de ler, é isso aí menina, "uma coisa de cada vez".
Estressar-se, irritar-se, não vai mudar nada, muito menos resolver os problemas.

Bjs no coração!

Nilce

Albuq disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Albuq disse...

Essa semana meu irmão teve um problema de vista, foi ao oculista e chegou com o seguinte comentário: "Márcia, oculista não ganha dinheiro. Cheguei e tinha apenas 5 pessoas na minha frente. Para o gastro tinha mais de 100 pessoas para serem atendidas, isso tudo particular."
Daí expliquei para ele "Dá muita gente porque a doença do século chama-se stress e a primeira coisa que ataca é o estômago".
Eu sou stressada por vida, vivo tentando meios de não ser, mas, a vida no geral anda nos stressando.

Ps.: Fui super fã do News Kids on the block, adorei a lembrança! bjssss

Cláudia Acourt disse...

Flavia, ano passado aquele lindo que te falei me ensinou a resolver o que è urgente primeiro, depois prioridade e, em seguida, necessidade. Isso tem me ajudado muito. Tenho me estressado pouquissimo e dormido melhor.
.
Quanto à pesquisa, sempre fui de acordo. Certa vez li uma pesquisa que mostrava o percurso da mulher depois do feminismo. Cheguei a conclusao que perdemos mais do que ganhamos: somos mais estressadas, temos menos tempo, mesmo fazendo e provando que somos capazes de fazer as mesmas coisa que os homens fazem nao somos valorizadas, estamos mais doentes e infelizes etc. E entao, o que fazer? Aprender com os budistas e concentrar a energia no positivo e meditar.
.
Bjos

Palavras Vagabundas disse...

Boa pergunta a que você se fez, deixei de ser estressada no dia em que quase surtada em me perguntei estou salvando a vida de quem? na verdade de ninguém só médico na PS faz isso sob enorme pressão. Relaxei o que der, deu...
bjs
Jussara

Sandra disse...

Oi Flávia! estresse? é comigo mesmo! ultimamente qualquer coisa me tira do sério...e quem sai perdendo? só eu, é claro! Isso me deixa com insônia, ansiedade e uma tremenda enxaqueca! Tenho consciência de que preciso mudar! Só falta mesmo saber por onde! =P

mas um dia a gente chega lá!

beijos

LICIA TATIANE disse...

Pois é,estresse anda tão na moda que até blusa tem.Ontem eu estava no provador da Riachuelo e escutei uma mulher falando com a outra, "Carla vou levar essa blusa porque essa tem "estresse". Rsrsrsrsrs...Beijos.

Cris disse...

O estresse está em todo lugar. Vc acredita que existe até shampoo anti-estresse...comprei pra experimentar. rsrs...Mas lembranças sempre é bom pra relaxar e esquecer os problemas. Ainda mais uma música que marcou a nossa vida... Uma linda noite, e relaxa viva a vida sem pressa. Fica com Deus!

Renata C., UMA ESPOSA EXPATRIADA disse...

“Em um depoimento bastante pessoa, a escritora e jornalista especializada em negócios Suzy Welch, mulher de Jack Welch, conta como percebeu que não tinha as rédeas de sua vida para então mudar seu modo de tomar decisões, pensando em quais seriam as consequencias de cada opção em 10 minutos, 10 meses e 10 anos.”
Vc conhece Esse livro? "10-10-10, hoje amanha e depois"?
É exatamente a linha do seu pensamento... Falei sobre ele la no Blog Ano pass ado! O mome do Post eh: 10-10-10: o tempo de cada decisao.
Bjka!
Keep cool

Paola disse...

Não acho nem tanto que o estresse está na moda. Acho, apenas, que na atualidade existem tantas cobranças sobre nós que, de um jeito ou de outro, acabamos estressados, tentando dar conta de tudo.
Tem um texto que circula na internet, que atribuem a autoria ao Veríssimo que demonstra que, se formos seguir todas as recomendações modernas para uma vida saudável (dormir oito horas, fazer exercício físico por uma, comer duas bananas, um ovo, beber dois litros de água etc. etc. etc.) precisaríamos de um dia com 29 horas!
Ou seja, a solução para o estresse é nos darmos conta de que é IMPOSSÍVEL atender a todas as expectativas que recaem sobre nós e relaxar!
Colocar o pé no freio não é fácil, mas é preciso se policiar.

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Eu já dei boas risadas lendo os comentários desse post. A do irmão da Márcia foi uma consttação incrível!

Palavras vagabundas esse é para entoar junto com o mantra do New Kids on the block: "Estou salvando a vida de quem?" Com certeza a de ninguém, mas destruindo a própria. Assim como constatou a Sandra.

E se é para ter estresse que sej acomo no caso da Licai Ticiane! 10!

Cris, os cabelos vivem estressados, ou você acha que quando nossa cabeça ferve quem paga a conta? rs

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Renata, já ouvi falar desse livro sim, mas nunca comprei. A verdade é que a gente se apega a essa necessidade de ter que fazer tudo ao mesmo tempo. Como se tudo fosse prioridade. Mas eu já estou fora, quando eu me perco eu rapidinho me acho.

Conhecia esse texto Paola, valeu por cometar!

Beijos

Ana Santos disse...

Certas coisas parecem acontecer pra nos dar uma sacudida e fazer mudar o que estava nos fazendo mal. Comecei o ano com uma suspeita de cancer no ovário e isso me fez repensar mta, mta coisas mesmo. VIvo pilhada,uma amiga diz que sou work-louca, e sempre achei que isso era bom. É bom, desde que não nos deixe doentes, solitárias, sem vida social ou amorosa. Vivemos tempos de independencia total, mas tbm de completa solidão. Step by step pra desestressar! Vamos apertar o botãozinho do "tô nem aí" em momentos de estresse e viver uma coisa de cada vez!

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...