sexta-feira, 13 de março de 2009

Como escolher uma religião?

No Brasil, quem não tem time é flamengo. Quem não tem escola de samba do coração, é beija-flor. Quem não tem religião, é católico.

Esses são três itens que não se discute, mas gostaria de discutir um deles. Cheguei a um blog, que juro que não sei mais chegar, e vi o depoimento da Mariachiquinha (moça ao lado).
Ela contava como tinha se convertido ao islamismo. Vinda de uma família católica ela começou a estudar a religião na faculdade, teve um sonho e se converteu. Explicação mais que resumida, claro.

Eu tenho pensado muito em religião. Sou católica praticante e devota de Nossa Senhora Aparecida, mas confesso que se não fosse por ela, nem sei se iria à igreja. Porque meu papo com Deus rola mesmo é à noite.
Escolher uma religião é complicado. Sua família te insere em uma igreja e você cresce com aqueles mandamentos.

Com o tempo, vamos formando nossa própria opinião, o que faz com que venham os questionemos e dúvidas. Adoro os santos da católica, amo a filosofia budista, adoro cantar louvores evangélicos e já quiz fazer tatuagem com verso alcorão.

Assim complica... Mas viver sem fé, ou ateu como meu pai, não saberia. Estou em uma fase de busca e admiro quem encontra uma religião que a completa. Por isso, a pergunta não tem como ser outra: Como escolher uma religião?

20 comentários:

A vida é uma arte disse...

A religião é imposta logo quando você nasce, você não tem o poder de decidir.Passamos por várias fases,começam os questionamentos,as dúvidas, os medos.....é complicado escolher uma religião, não existe a religião certa, esse tema é bem complexo e filosofico.
Então a escolha é aquela que te fazs bem, que você aceita e é aceito.
Eu sou católica, mais as vezes acho que ainda falta algo, por isso acho em outras religiões.
Seria bom que a religião fosse uma união.
Bjs Nicinha

Mariachiquinha disse...

Ih! Essa aí da foto sou eu!
Gente olha eu ficando famosa nos blogs! :)

June disse...

Boa pergunta...

Acredito que seja aquela que te faz melhor... Cittando alguém famoso que eu não lembro quem é... Sério, sou péssima com nomes...
Mas tudo bem!

Mas essa é minha opinião.

Tão simples assim. tão difícil assim.

sheila alvarenga gogoi disse...

Eu acho q é a religião (ou "filosofia de vida", vamos ser mais amplos) que te "escolhe". Vc vai saber qdo isso acontecer! Eu me considero budista, embora as pessoas façam pouco caso. Não preciso andar de manto cor de açafrão nem raspar o cabelo, eu SOU budista e pronto, oras essa!

Se não aparecer nenhuma religião q te agrade ou te complete, isso é super comum. Quer país com mais sincretismo religioso q o nosso? Muita gente vai a igreja, frequenta centro espírita, candomblé...

Ninguem é obrigado a ter uma religião, nem sequer a acreditar em Deus ou força superior. o que importa é vc ser feliz e ajudar ao próximo, não importa se tendo milhares de religiões ao mesmo tempo, ou seguindo uma só, ou não seguindo nenhuma!

Beijos!

Zingara disse...

Tenho uma miscelânea de crenças que não chegaria a religião pré-estabelecida nenhuma. Confio/Acredito em Deus apenas.

Beijo,
Zin

Renata Nogueira disse...

Pergunta difícil, Flavia. Fui criada na religião católica e hoje me vejo completamente distante. Não consigo mais me identificar com os preceitos do catolicismo(se é que algum dia consegui).
Quando me perguntam qual é minha religião, apenas respondo: acredito e confio em Deus, e ponto final!
Beijão

Keka disse...

Querida,
não escolha uma religião!
Em vez disso, leia Rubem Alves!
Procure os livros dele sobre este assunto!
Você verá que Deus é bom, religião é ruim...
Seja feliz! Faça o bem!
Pegue as coisas boas de cada religião e as use em seu dia...
Serás livre!
Isso é o que importa!
Fazer o bem sem olhar a quem!!!
beijos

Lucia Cintra disse...

Concordo com a Sheila e apesar de dizer que nao tenho religiao, tb me identifico mais com o budismo.

Bjos

Mariachiquinha disse...

Eu acredito que o mais importante entre escolher a religião a seguir, é antes de tudo acreditar e confiar em Deus.
Mas há quem viva sem esse tipo de pensamento.

As religiões ou as "filosofias de vida" são caminhos que nos leva a Deus.

Cada um tem seu encontro com a fé, a espiritualidade, com uma força maior.

Eu gostei muito das palaras da Sheila quando ela diz:

--> "Eu acho q é a religião (ou "filosofia de vida", vamos ser mais amplos) que te "escolhe". Vc vai saber qdo isso acontecer! "

--> "Ninguem é obrigado a ter uma religião, nem sequer a acreditar em Deus ou força superior. o que importa é vc ser feliz e ajudar ao próximo..."

Revelando Segredos disse...

www.revelandosegredos.kit.net

Ola,
eu tb vivi numa religião por muitos (e põe muitos nisso) anos acreditando que era isso que eu queria, q era essa a certa, q era nessa q tinha sido criada, hj nao acredito mais em religiões, pra mim todas as ligadas ao cristianismo perderam o foco, gosto do judaísmo, mas hj nao tenho mais paciente pra ser praticante de nada...
E assim vou indo, até o dia q acontecer algo q me faça mudar de opinião...
Bjao pra vc...

Georgia disse...

Eu acho que tem que ser mesmo pelo coracao, pois é dele que transcede a vida. Religiao como status nao serve.

Um beijoa querida

Boa semana

Anônimo disse...

Tbem creio que como status nao serve.Mas tbem religiao nao e' como roupa,que colocamos a que nos sentimos melhor, ou qdo criancas, a que nossos pais nos colocam.Religiao e'algo muito sério.E'fazer a vontade do Deus Todo Poderoso,Criador de tudo o que existe.
Ta',e como saber a vontade dele?Lendo a biblia.Veja bem: a verdade nao admite a existencia de todas as especies divergentes de doutrinas religiosas no mundo.Por exemplo:ou os humanos tem uma alma que sobrevive ao corpo ou nao tem.Ou a terra existira' para sempre ou nao.Ou existe um inferno de fogo onde as pessoas sao torturadas eternamente,ou nao.Ou Deus acabara'com a iniquidade ou nao.Essas e muitas outras crencas ou sao certas, ou sao erradas, nao pode haver duas verdades qdo uma nao concorda com a outra.Ou uma ou outra e'verdadeira,mas nao ambas.CRER sinceramente em alguma coisa e pratica'-la NAO a torna certa,se realmente for errada.Por isso nao basta LER a biblia.E'necessario estuda'-la,comparar textos,etc,etc.E se a pessoa nao acredita na biblia?Ora,procure estudar e ver as evidencias histo'ricas,cientificas,arqueologicas que comprovam a sua veracidade.Ai sim,tera escolhido uma religiao nao apenas seguindo o coracao,pois quem e'que nao sabe que o coracao e'traicoeiro e as vezes se deixa levar?
CRISTINA

Anônimo disse...

Esqueci de agradecer o livro que vc me mandou,li e achei maravilhoso.
Abracos

CRISTINA

Mariachiquinha disse...

Cristina:
"Ai sim,tera escolhido uma religiao nao apenas seguindo o coracao,pois quem e'que nao sabe que o coracao e'traicoeiro e as vezes se deixa levar? "

Sem entrar no mérito da escolha religiosa, não creio que o coração seja traçoeiro. Ele apenas nos ensina por caminhos diferentes.

Nossas escolhas são todas elas pensadas, ainda que digamos que não. Antes de tomarmos qualquer decisão nós pensamos, sim. Porém, ao decidirmos o caminho a seguir, podemos dizer que o emocional ou racional falou mais alto.

Monsueto Araujo de Castro disse...

ENGANAR AS PESSOAS EM NOME DE JESUS:É com tristeza que vejo muitos pregadores desonestos, enganando as pessoas em nome de JESUS. É muita gente safada, visando apenas dinheiro, mais dinheiro, falando o nome de JESUS. Você para alcançar ou ser atendido por DEUS, não precisa pagar ou dar dinheiro pra ninguem, é só fazer o pedido com fé. Agradeça quando for atendido. Podendo, ajude sim.É importante participar e ajudar as pessoas. Existem muitas instituíções religiosas sérias, procure obter informações,antes de se tornar membro de alguma delas.

Anônimo disse...

quando pratico o bem, sinto-me bem.
quando pratico o mal, sinto-me mal.
eis minha religião. acho que você tem que estar bem com si mesmo para estar bem espiritualmente. Deus estar em você.

Ankh ♫ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ankh ♫ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ankh ♫ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ernestina Carneiro disse...

Oi, sua dúvida é bem parecida com a minha. Fui criada no Espiritismo e hoje me sinto totalmente fora de sintonia com a religião. Gosto muito dos ensinamentos islâmicos e da Seicho no Ie também (que praticamente não tem nada em comum). Estou estudando mais a fundo as duas e tentarei experimentar alguns cultos... Aí me decido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...