sexta-feira, 29 de maio de 2009

Por que ainda temos preconceito?

Foi um choque quando esta menina da foto lançou um livro dizendo ao mundo: sou garota de programa. E daí? fazia porque gostava de sexo e ainda ganhava. Em um país considerado fraco em número de leitores a menina que contava peripércias na cama vendeu como água.

Ter em seu currículo trinta homens na cama é normal hoje em dia. Mas uma menina que fez o mesmo, mas foi mais esperta e cobrou por isso, é criticada como se fosse um crime contra a moral e os bons costumes.

Transar sem pensar, bêbada ou por puro esporte é visto com olhos tortos, mas desconta-se na tal... modernidade. Já cobrar é promiscuidade.

Ouvi a conversa de duas meninas no salão. Deviam ter uns 30 anos e falavam com quantos tinham ficado. Uma era recém-separada e estava naquela fase: preciso lembrar que ainda estou podendo! Falta de educação, mas fiquei de orelha em pé.
A recém-seprada comentava sobre uma transa casual com um cara ontem à noite. A amiga perguntou: foi bom? Ela disse: Não lembro, estava bêbada demais. Ai abaixou o tom de voz e disse arrependida: nem lembro se usamos camisinha... Estou preocupada...
As prostituas usam... E ganham!

Parece meio frio e calculista. Não é uma campanha a favor das prostitutas, mas não entendo por que ainda há um tabu em torno delas, sendo que elas só estão fazendo um bom negócio!

Elas destroem casamentos? Convenhamos, já foi-se o tempo em que elas faziam o que as mulheres casadas não faziam na cama.

O fim de semana está aí e para algumas meninas é estopim para disparar o contador! Cinco, seis, dez no fim de semana. Beijar pode, transar pode. Cobrar não? Por que? Por isso fica a pergunta incômoda: Por que ainda temos tanto preconceito?

10 comentários:

Manu disse...

Acho essa promiscuidade das mulheres de hj um caos.
Não me encaixo nesse contexto.
=D

Iseedeadpeople disse...

Acho horrível tanto mulher como homem promiscuos. E é muita hipocrisia destas meninas, tipo a do salão, ainda falarem mal das prostitutas!

Mas a pobres das prostitutas em breve vão ficar obsoletas... afinal, a mulherada e homarada já faz tudo e muito mais de graça....

Paula disse...

Olha, acho que esse nosso preconceito se deve a nossa mania de querer universalizar nossos conceitos.
Mas eu tenho o conceito (talvez não pre-determinado, mas que me acompanha) de que eu jamais faria algo assim.

Ana disse...

eu concordo com vc e acho que as duas do salão são as qgps quase garotas de programa, mais conhecidas como vagabundas. Já as prostitutas, na minha opinião são um pouco mais espertas porque pelo menos ganham dinheiro com isso.
Eu li o livro da surfistinha, acho que ela deu uma glamourizada na vida de puta dela, sei lá.
gostei do tema, beijos

marinez disse...

Que eh Puta pra vcs?Gente final das contas toda mulher faz o mesmo que uma puta faz com o marido..que mania eh essa de se achar melhor que os outros..Em quatro paredes vale tudo e nao eh promiscuidade...pense bem..se vc eh casada vc faz tudo com seu marido e ele te suastenta..a unica diferenca eh que eh casada..as prostitutas cobram pelo servico que ate ja eh legalizado..deixemos o preconceito de lado o que vale eh o que a pessoa tem no coracao,nao a profisao..Nao sabemos o que leva uma mulher a ser prostituta entao nao jogue a primeira pedra..

Anônimo disse...

中醫減重
中醫減重
中醫減重
中醫減重
中醫減重
花蓮民宿
花蓮民宿
花蓮民宿
花蓮民宿
花蓮民宿
花蓮民宿

Carolina disse...

Porque baby, vivemos num país que só diz que é moderno, mas ainda curte muita hipocrisia, então qdo alguém resolver ser autêntico resolvemos achar a tal pessoa pol~emica, mas entre quatro paredes sabe-se lá o que rola... E viva as corajosas e inteligentes que sabem aonde querem chegar, usando somente em prol disso a sua vida nada mais que isto.
Bjos meus

Jane disse...

Cada um faz o quer com seu corpo.
O preconceito existe por causa do moralismo exarcebado ou do falso moralismo, este de pessoas que fazem o mesmo que as prostitutas (promiscuidade) mas como não cobram, se acham melhores.
Ninguém é melhor do que ninguém e cada um faz da sua vida o que quer.
Cada um deve ter seus motivos para vender o corpo, mas acho que motivo de preocupação para todos talvez seja o que leva a maioria dessas moças a fazer isso. Isso sim pode ser uma questão social, que seja da nossa conta também.

Abç,

Georgia disse...

Pois é, o povo vive uma falsa moral e se escandaliza com algo assim diferente. Imagina que tá todo mundo dando a doidado em nome do amor e esse amor te deixa de barriga cheia por 9 meses e mais uma vida inteira nas suas maos sozinha para cuidar...
Essa profissao pelo que eu saiba é a mais antiga da face da terra...

Isadhora disse...

Eu sou uma pessoa preconceituosa em relacao a certos assuntos...

Seu post traduz exatamente o que nós vivemos: hipocrisia!!!

nao sou a favor das vagabundas nem que cobram nem que nao cobram por sexo...
acho promíscuo demais em ambos os casos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...