segunda-feira, 18 de maio de 2009

Vale a pena aprender a agradecer no dia a dia ou é bobeira de auto ajuda?

Na revista Cláudia deste mês há uma matéria sobre o livro “Agradeça e seja feliz”. Tudo bem, estes livros de terapias mirabolantes, lotam o mercado e nos perguntamos se eles terão algum efeito.

De vez em quando nos pegamos dizendo ao vento: tenho uma ótima família, tenho um bom trabalho, um cabelo bonitinho e etc.

Ou reclamamos: não gosto do meu trabalho, o casamento está desmoronando, não tenho o bumbum durinho como gostaria.

Nos dois casos nos esquecemos de agradecer as pequenas dádivas diárias que recebemos. Aprendi, há um tempo atrás, a me aconchegar nas minhas cobertas em uma noite fria e agradecer: obrigada Senhor pela oportunidade de ter uma cama quentinha. Ou, obrigada por ter almoçado com minhas amigas. Obrigada por ter me trazido para casa em paz.
Foi um longo caminho, mas aprender a agradecer as coisas pequenas, mais ainda "percebê-las", é muito sutil. A correria e os problemas, grande ou pequenos, nos fazem ficar um tanto cegos.

Na revista, a dica é: Mantenha um diário de gratidão. Mas o caminho pode ser ainda mais sutil, se você reza ou não à noite, pode agradecer, em uma curta retrospectiva, pelo que se recebeu naquele dia.
Nem que seja a cama quentinha onde você está deitada e muitas crianças na rua não estão. Isso é uma dádiva, um presente, privilégio.
Uma pessoa pode passar a vida inteira sem ganhar na loteria, sem ganhar um prêmio ou se destacar na multidão, mas recebe pequenas dádivas diárias, que não consegue enxergar porque só consegue enxergar como bom o grande prêmio. E ele pode nunca chegar, infelizmente. Talvez, por isso, alguns dizem que a felicidade se faz no tal do monótono dia a dia...

Os agradecimentos podem fazer os problemas se tornarem muito menores e a vida bem mais leve. Se aprender a agradecer pelas pequeninas dádivas do dia você pode estar mais perto da felicidade. Por isso, para começar a semana, fica a pergunta: Vale a pena o esforço de aprender a agradecer no dia a dia ou é bobeira de auto ajuda?

6 comentários:

marinez disse...

Vale a pena sim....experimente agradecer as coisas mais simples e sentira uma grande mudanca na vida..Bju

Luciana Håland disse...

Eu acho que não é bem um esforco, e acredito que vale a pena sim.
Não sou muito de seguir regras de livros de auto-ajuda, mas tiro proveite de umas coisas daqui e outras dali, e vou compondo meu próprio caminho. Mas como o nome diz, auto-ajuda, e realmente quem melhor pode nos ajudar se não nós mesmos?
Eu agradeco por tudo de bom que tenho na minha vida.

Beijo

Luciana Håland disse...

Ah, coincidência que ontem postei no blog um livro de auto-ajuda, na verdade um filme de um livro.
Beijo

Dri - Everywhere disse...

Eu acredito nisso sim, e por incrivel que parece, escrever um blog me ajuda demais a manter o "foco" nessas pequenas coisas.
Quando digo que escrevo o blog pra mim mesma, eh serio, e eh mais ou menos por esses motivos.
Escrever um blog me faz apreciar ainda mais as pequenas coisas que acontecem no meu dia a dia, e me faz apreciar cada pequena experiencia ainda mais. Por outro lado, quando alguma coisa nao acontece como planejado, ao ler tudo ali, escrito na tela do computador, faz com que qualquer problema pareca mais simples, e assim nao deixo que pequenas coisas (boas) se percam ao longo da vida, e que as pequenas coisas (mas) nao tomem um tamanho desmedido.

Celia Rodrigues disse...

Olá!

Sabe que essas coisas não são tão pequenas assim? Na verdade, nossos valores estão tão deturpados que não avaliamos como deveríamos o que temos.

Domingo estávamos assistindo ao Fantástico, a reportagem sobre transplante com o Dr. Drauzio Varela, e eu falei com meu marido: devemos agradecer a Deus todos os dias por sermos saudáveis. Até então eu não havia sido grata "de coração" por ter a saúde que tenho, por, simplesmente, poder respirar sem a ajuda de um tubo de oxigênio.

Muitas vezes não damos o menor valor a uma dádiva como essa e só conseguimos enxergá-la através do drama dos outros.

Isso é algo para se pensar.

Abraço!

Cheers! Fla disse...

Eu acho que sim, isso aprendi com meus pais, nao faco todos os dias, mas acho que tudo o que temos na vida nao eh de graca, nosso corpo, onde moramos, quem somos, isso tudo poderia ter sido diferente, entao acho importante aprender a agradecer.

bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...