terça-feira, 9 de junho de 2009

Por que as brasileiras são vistas assim?

Num vôo de São Paulo para NY um Israelita que mora em Los Angeles se dizia inconformado. Estava decepcionado com as brasileiras. Achava que elas iriam pular em seu pescoço, que iriam se oferecer a todo momento e nada disso aconteceu durante sua estada no país.
Expliquei que isso se conseguia pagando e bla bla bla, mas ele não se conformava. Dizia que tinha visto na TV, tinha amigos que transaram como cavalos durante dias a fio e ele tendo que pagar para ter sexo.
Não houve o que eu dissesse a este homem que fizesse ele acreditar que não somos todos vadias.

Ainda me falta muito, mas já viajei o suficiente por este imenso mundo para saber que brasileira tem fama sim.
Em um de meus intercâmbios, um amigo canadense me disse abismado: “não sabia que as brasileiras eram assim tão recatadas.” Eu só estava agindo... normalmente. Nunca fui recatada.

Em Vancouver,em uma boite com três amigas ficamos pasmas ao ver a dança das nativas. Uma dança na qual quase se beijavam e se esfregavam na intenção de provocar os homens. Todas tínhamos o mesmo discurso: “depois nós é que somos vagabundas!”

Mas então por que nós é que somos as vadias fáceis? A foto acima é de Viviane Araújo em Abu Dhabi, Emirados Árabes. Nada contra a moça, linda por sinal, mas alguém pode me explicar que mensagem uma mulher passa vestida desta forma em pleno deserto?
Mas se somos tantas no país e de maioria "tranquila", podem algumas mancharem a imagem de todo um país? Assim fica a pergunta: Por que as brasileiras são vistas assim?

53 comentários:

Gisele Moura disse...

Pois é eu sempre me perguntava isso. Mas tenho um amigo alemão que veio para o Brasil e reclamava que ele era muito azarada e devia ser feio, por que nenhuma brasileira queria ele, enquanto os companheiros de excursão desapareciam por dias e voltavam contando que tinham saído com uma mulher que conheceu na praia e passsou a noite inteira fazendo sexo. E eu sempre dizia a ele: Cara desencada que ele estava pagando e caro por que é turista. Nenhuma brasileira normal faz isso. E enquanto os amigos iam casando com as caça gringos, o que eu nem critico, por que o mercado é aberto a tudo eles vai se deprimindo mais e mais. Mas eu pergunto: por que isso acontece?
Será que vai além daquela campanha do Ministério do Turismo nos anos 70 onde as mulheres apareciam de fio dental e de costas? Por aqui parece que toda brasileira é bunda. E os homens tem essa idéia fetiche de que mulher brasileira é boa de cama. Eu sempre soube que as suecas, são as mulheres de atitudes ilimitadas na cama. Eu vejo umas coisas aqui na tv austríaca que me deixam boladas com o comportamento de mulheres ditas femininas...E aí eu penso: que mulher é tão feminista que fica sensualizando o tempo todo para pegar os homens? E se o tipo de homem que gosta desse tipo de coisa é o homem um cara normal e legal para alguém, ou se não vai deixar a família presa num porão austríaco? Só sei que nada sei... E morar aqui me fez rever meus conceitos do povo europeu. Sei lá... Dá até medo

Claudia Acourt disse...

Olha eu aqui outra vez!
Esta imagem da brasileira no exterior esta relacionada com o turismo sexual existente no Brasil e, tambem, com a sensualidade natural da Brasileira. Junte a estas questoes as imagens do Carnaval carioca e a predominancia de prostitutas brasileiras no exterior. Ah, nao podemos esquecer da nossa historia com os europeus encantados com a indias nuas e, mais tarde, com a escravas.
Por aqui eu explico a nossa visao sobre o homem europeu. Que quando um chega no litoral brasileiro, principalmente nas regioes mais pobres, eles sao vistos como os faceis pois basta uma mulher chegar que consegue "levar". Costumo completar com a frase: "e olha que nem sao as mais belas, hein!".
Mas tudo isso faz parte do esteriotipo, algo que todos paises tem. PAra a brailieira que mora no exterior, este pensamento chega a irritar. Para ilustrar, um exemplo da ultima situaçao que vivi. Estava passando sobre uma ponte com a minha bicicleta. Em um momento, eu a empurro pois estava numa passagem estreita e avistava um homem. Este, ao se aproximar me deu passagem mas foi eu estar na sua frente para ele puxar assunto. Ao ver que eu nao dava assunto me perguntou se eu era ucraniana. Sou morena de olhos castanhos, nao sei de onde ele tirou essa. Disse que nao e, por azar, disse que sou brasileira. Na hora perguntou se era solteira e livre! A palavra brasileira è senha para ouvir coisas desagradaveis. Comecei a dizer que sou portuguesa .. rs

Mile disse...

Muita dessa má imagem está relacionada com a imagem que a TV passa pro mundo. Já me perguntaram se eu saio nua no carnaval. Sempre que passa algo do carnaval aqui é uma mulher nua dançando, entao todos pensam que saimos assim pelas ruas.
Mas nao é só isso, tem muita brasileira morando fora que queima a imagem da mulher brasileira pelo seu comportamento.
Tb o turismo sexual cada vez crescendo.
Nao há um motivo concreto, sao vários fatores que levam os homens a pensarem que todos nós somos "vadias".
Enfim, espero que isso algum dia mude porque nao é nada agradável ser comparada com esse tipo de mulher.
Vou te dizer uma coisa, já tive vergonha de dizer que era brasileira aqui na Espanha.

Dri - Everywhere disse...

Depois de muitos anos de exterior, eu tenho uma explicacao bem simples.
Brasileira "em casa" (ou seja, no Brasil) se comporta de uma maneira. Quando sai do pais, se comporta de outra maneira.

Pra comecar que (quase) toda Brasileira tem essa coisa de "querer" ser mulherao, cabelao comprido, bundao grande, pernao grosso, salto alto, roupa chamativa. Isso no Brasil eh normal, todo mundo faz, e as mulheres sao mais bem aceitas quando se comprotam assim - no Brasil mulher TEM que ser super sexy, e todo mundo TEM que saber disso (assim como todo homem TEM que ser garanhao, e todo mundo TEM que saber disso).

Entao quando a mulher Brasileira chega no exterior, jah se destaca das demais - mas infelizmente pelos motivos errados.
Eu consigo identificar turistas brasileiras em qualquer lugar do mundo onde vah. Sao as que andam nas ruas de pedras antigas de Roma de sapato plataforma-anabela altissimo. Sao as que entram nas mesquitas da Turquia de barriga de fora. Sao os cabeloes ateh a cintura super alisados, ou morenas de sobrancelha escura mas com os cabeloes cheios de luzes.

Entao mulher Brasileira chama atencao por onde anda? SIM! Pelos motivos certos? NAO.

Alem disso, existe essa coisa de que "todo gringo gosta de Brasileira". Gente, quem inventou isso, posso saber?

Entao vejo por ai muitas meninas que quando estao no exterior fazem coisa que nao fariam em casa, soh pra chamar atencao, como se fosse uma questao de honra, ou um premio ter algum gringo pagando pau.

Entao sao cenas como essa ai da Viviane Araujo que as pessoas tem do brasil sim. Infelizmente.

Jah ouvi tanta, mais TANTA piadinha por ser Brasileira, e por nao me "comportar" como as pessoas esperam que Brasileiras se comportem. Como por exemplo: eu nao faco top-less na praia, mas por ser Brasileira as pessoas acham que eu deveria fazer, afinal nao eh isso que todas as brasilerias fazem?
Nao ficar com varias caras na night, afinal nao eh isso que todas as Brasileiras fazem? Nao usar roupa super curta, justa, ou decotada. Afinal, nao eh assim que toda Brasileira se veste? E nao fazer a menor questao de ser sempre a mais sensual-ultra-sexy da parada. Mas toda Brasileira nao eh assim?

O meu comportamente eh igual ao que sempre foi, em qualquer lugar do mundo onde jah viajei ou morei, e assim como a Claudia ai em cima jah usei meu lado Portugues pra despistar abusados.
E eh nitida a diferenca da reacao das pessoas quando digo que sou Brasileira ou portuguesa, mesmo estando na mesmissima situacao.
No ultimo "causo" que me aconteceu foi na Turquia, quando fiz um banho turco. O primeiro atendende quando viu na minha ficha que era Brasileira, fez uma piadinha de que nao precisava do top do biquine nem da toalha, pois como era Brasileira provavelmente iria fazer top less. 5 minutos depois, jah usando o top do biquine e toda enrolada na toalha (ao contrario das espanholas que estavam soh de biquine e short enrrolado) falei pro outro atendente que era Portuguesa, e ele ao ver que eu nao estava totalmente confortavel, me ofereceu uma outra toalha mais comprida.

Ou seja, o comportamento eh o mesmo, e a situacao foi a mesma, mas por ter "trocado" de nacionalidades, oque eu estava fazendo passou a ser visto como "normal".

Dri - Everywhere disse...

Entao pra resumir meus post gigante, eu acho que as Brasileiras sao vistas assim, porque as Brasileiras gostam de serem vistas assim. E mais ainda, as Brasileiras se comportam dessa maneira quando vao pro exterior.
No Brasil existe esse mito de que vulgaridade = sensualidade, e tudo tem que ser muito chamativo, todos se vangloriam de fazer e acontecer em praca publica.

Alguem deu o exemplo das Escandinavas por exemplo, que tambem sao mulheres de "mah fama". A diferenca eh que ningeum ve oque elas fazem por ai. Sao discretas e tem classe. Entao oque fazem entre 4 paredes nao eh da conta de ninguem.
Sao mulheres independentes e seguras de si, que nao precisam provar nada pra ninguem (e pra quem tem amigas(os) Suecas, Finalandesas ou Norueguesas vai concordar comigo que "em publico" elas sao o antitese do sensualismo, muitas vezes sendo ateh um pouco masculinas, porem sabem oque fazem entre 4 paredes. Mas ninguem precisa saber disso, certo?)

Luciana Håland disse...

Vou voltar pra ler os comentários depois. Mas acho que a própria brasileira, tanto no Brasil com as que vivem no exterior, são responsáveis por essa fama. Claro que não são todas, mas as que vão aparecer mais são mesmo essas que colocam shortinho em pleno inverno, decote até o umbigo, e por aí vai, então despertam a curiosidade, mais pela vulgaridade do que sensualidade, e daí as pessoas chegam junto, perguntam de onde são, isso quando não já ficam gritando Brasiiiii, sil sii, ou fazem questão (já vi muito) de usarem roupas minusculas e alguma peca com a bandeira do Brasil ou o nome Brasil.É bem na base do: sou brasileira, sou hot, toda brasileira é sensual, etc.
Só que confundem sensualidade com vulgaridade, e aí vem a tal imagem.
Já as outras, as discretas, ninguém nem sabe que são brasileiras, então não passam outra imagem.

Já pelo Brasil, vai depender de onde o sujeito vai, porque tem lugares que a mulherada cai em cima, por dinheiro ou sem dinheiro. E as quietinhas estão em casa, no trabalho, estudando, daí também não tem como conhecerem essa outra imagem.

Fora a mídia, o carnaval, etc

Beijo

Isadhora disse...

Eu honestamente nao sei que necessidade é essa que as pessoas tem que colocar as coxas de fora...

não.. não sou careta, nem gorda, nem cheia de celulite...
uso short sim...

eu vejo por aí, nos dias de frio, onde eu estou de casaso, calça jeans (vamos combinar que é muuuuuuuuuuuito mais elegantes), com um lencinho no pescoço e tem uma mulher de short do meu lado...

Gente... ninguem me convence de que ela nao está com frio!!
Ninguem!

Logo, eu só posso concluir que é p*^$%*(!!!

Que mania escrota e sem argumentos plausiveis!!!
"Ahhh.. é pq eu gosto"

Gosta do que??? de sentir frio?
de ser a unica a mostrar as coxas??

odeio gente sem noçao!

Isadhora disse...

Como faço para mem tornar seguidora????
Nao achei a opçao no seu blog!
(me responda no meu, pode ser??
isadhoracamacho.blogspot.com)

Carolina disse...

É infelizmente a fama é culpa de nós mesmas e da nossa maneira de pensar.
Sabemos de longe, fora do país, qdo tem uma brasileira por perto só pelo seu andar gingado que eu acho até bonito, coisa que muitas européias gostam de imitar mas vira caricatura.
Fora isto somos o país das bundas e parece que muitas pessoas se orgulham disto.

Tata disse...

Eu acho que as brasileiras sao vistas assim por culpa de algumas(muitas),ai...todas levam a fama,infelizmente.Agora,eu nao sei se elas se tornam loucas aqui ou sao assim mesmo,rsrs.
Mas brasileiro é quem nem formiga,tem no mundo todo e de todos os tipos,e é muito facil reconher um grupinho de brasileiras nada haver,passo longe!Mas confesso que ja passei da fase de sentir vergonha e omitir o fato de ser brasileira,eu não posso pactuar com a ignorancia alheia,qualquer ser em sâ consciência sabe que generalizar é uma grande bobagem.
Bom,sobre as mulheres Escandinavas eu discordo.Moro na Noruega,e ja morei em Copenhage(Dinamarca) por quase dois anos.
As Escandinavas sao super independentes sim,bem decididas tb,mas muitas(odeio generalizar)atacam mesmo,sem classe nenhuma.E tb näo acho elas(na grande maioria)nem um pouco masculinas,pelo contrario,usam muita maquiagem e roupas curtissimas mesmo no inverno,rsrs.

Carol by Carol disse...

Concordo com vc, as pessoas sempre se admiram a saber que sou brasileira, pensam que somos vulgares.. mas essa viviane so prova que muitas sao sim, ela devia ter pesquisado um pouquinho antes de viajar e saber se comportar respeitando um pouco a cultura local.

Georgia disse...

Xiiiiiiiiiii, por aqui é de doer a nossa fama. Quando cheguei aqui o pessoal nem acreditava que eu era brasileira de tamanha a diferenca.

A coisa é série e feia.

Uma pena...

Um beijao

Drunken Alina disse...

Minha melhor amiga está morando na Itália faz dois anos.
Disse que 99% das brasileiras que estão lá são prostitutas.
E que as coisas que eles tem de referência daqui são as dancinhas de axé.

Fica difícil ter uma imagem boa se as meninas do É o Tchan foram na Times Square semi nuas rebolar com uma bandeirona do Brasil atrás.

Brasileiro é burro, pois só mostra a favela nos filmes e peitos e bundas de resto.
É osso!

Beijos!

Paula disse...

Nossa...que safadeza.

Allan Robert P. J. disse...

Infelizmente a imagem vendida do nosso país é essa. Carnaval com mulher pelada, bikinis minúsculos mostrados pelos jornalistas estrangeiros e muito, muito cartaz turístico sobre o Brasil focando mulheres pelas praias.

Os estereótipos nós ajudamos a criar e será difícil reverter.

Moro na Itália há dez anos e conheço muita brasileira decente (o certo seria dizer 'normal') mas conheço, também, muita brasileira (e alguns brasileiros) cujo único objetivo é casar com um europeu.

Depois, se a mulher for branca, acaba passando por italiana ou da Europa do leste, mas se for morena, mulata ou negra, todos reconhecem como brasileira. Duas nigerianas e um marroquino que conheço estão nessa situação, com todos acreditando que são brasileiros.

É de arrepiar o estrago que o lugar comum pode causar.

Regina Bastos disse...

Acho que a minha experiencia tem sido um pouco diferente de muitas das meninas que deixaram suas opinioes aqui. Pessoalmente acho que isso de taxar mulher brasileira como fútil, fácil e chamativa, tem mais a ver com a personalidade de cada pessoa do que com a sua nacionalidade e claro, muitos desses estereótipos que as pessoas de fora tem das brasileiras (gracas ao que eles veem na mídia em geral), tb ajuda a construir essa tal "fama". Eu sou brasileira e moro no exterior há um bom tempo, mas em todo esse tempo, eu nunca fui olhada de maneira diferente ou nunca esperaram de mim um comportamento "típicamente brasileiro", nunca ouvi qualquer tipo de piadinha ou gracinha de qualquer fundo ofensivo devido a minha nacionalidade, muito pelo contrário! As pessoas que conheci fora do Brasil, sempre foram super respeitadoras e tinham muita curiosidade em saber como era a vida no Brasil, mas em momento nenhum eu me senti taxada pelo fato de ser brasileira. Sempre me dei ao respeito e acredito que por isso, tb sempre fui respeitada, por isso nunca ouví nenhuma piada de mal gosto sobre a maneira que as pessoas esperam que eu me comporte pelo fato de ser brasileira. Acho que as pessoas nao sao taxadas pela nacionalidade que levam no seu passaporte, muito pelo contrário. O comportamento delas é que muitas vezes dao o mal nome e má fama a nacionalidade! Gracas a Deus, nunca fui desrespeitada fora do meu país, por isso acho que as brasileiras, de forma geral, tem todo esse estereótipo em volta delas por uma razao comportamental de cada uma e nao por serem brasileiras em si. Assim como em várias outras nacionalidades, existem pessoas e pessoas, entao acho que podemos dizer que tb existem brasileiras e brasileiras. Para mim, é tudo questao de comportamento de cada um, nao dá pra generalizar dizendo que TODA brasileira é assim ou assado, vai do comportamento e postura de cada uma e acho que pouco tem a ver com o fator nacionalidade. Nem todas as brasileiras sao vistas como fúteis ou mulheres fáceis, apenas as que decidem se comportar dessa maneira.

Cheers! Fla disse...

Eu fico revoltada com comentarios de pessoas sem nocao que nunca nem foram para o Brasil e falam merda. Outro dia estava vendo um site de um hotel novo em Trancoso, vamos combinar... local maravilhoso, tinha umas fotos de praia,do hotel, etc, ai mostrei para o pessoal do trabalho e na foto do spa, tinha uma menina na cama de massagem (como qualquer foto dessas que vc ve, deitada de brucos com uma toalha em cima), um carinha que trabalha comigo faz comentario sobre a foto e diz que tem que ir para o Brasil, etc..., ateh parece que ele NUNCA na vida viu uma foto-propaganda de um spa com o mesmissimo tipo de foto, mas soh por que eh de um hotel brasileiro merece um comentario...
O que vc ve nas praias francesas, alemas, italianas? A mulherada toda fazendo topless e ninguem fala nada.
Eu acho que infelizmente, o povo e os governantes brasileiros colocaram a fama e agora temos que aguentar, agora eles fazem a maior campanha para mudar a idea do Brasil, mas nao adianta, eh sempre a mesma coisa.
bjs

Isabella disse...

Menina, temos essa imagem sim, infelizmente. Trabalhei num organismo internacional em Brasilia e um americano me disse que as mulheres brasileiras se vestem como vagabundas (pode??) e, logo, devem estar querendo alguma coisa! Então o ar condicionado do escritório era gélido pra obrigar todas nós a nos vestirmos decentemente! Please!

Aui na América acho que rola uma de que somos fáceis sim embora eu não possa falar por experiência própria...

bjs

Consultora Sentimental disse...

Será este um problema cultural???

Andréa Brandão disse...

Bom dia!

Adoro os pontos análiticos do teu blog.
Deixei um selinho p/vc no meu cantinho. Passa lá!

Um ótimo feriado!
Bjos

marinez disse...

Bom gente infelizmente somos mal vistas no mundo todo...fora do Brasil se vc pega um taxi e diz que eh brasileira ja vem o papo..Brasil,CARNAVAL,FOTBALL,ZICO ,PELE e agora KAKA..se vc der papo pode crer que vem uma piadinha de mal gosto..eu moro nos USA em New York e posso dizer com certeza que as brasileiras,a grande maioria se veste como prostitutas..Na festa do Brasil (Brazilian Day ) eh um festival de bundas e decotes e samba..eh aquela coisa,mulher brasileira (NAO TODAS) acham que vao conquistar um americano com BUNDA..ja foi o tempo..os americanos sao bem espertos agora..Por outro lado existe muitas brasileiras decentes que sao muito respeitadas tambem,e eles gostam muito de conhecer nossa cultura...quero uma resposta..sera que as Brasileiras que se vestem deste jeito e se comportam erroneamente sabem o que eh CULTURA?A grande maioria nao tem nenhum estudo,nao falam a lingua,e nem querem aprender..so aprendem o b a ba do sexo..
Ainda vou fazer um Blog pra contar as peripecias do povo brasileiro aqui..beijao

marinez disse...

Bom gente infelizmente somos mal vistas no mundo todo...fora do Brasil se vc pega um taxi e diz que eh brasileira ja vem o papo..Brasil,CARNAVAL,FOTBALL,ZICO ,PELE e agora KAKA..se vc der papo pode crer que vem uma piadinha de mal gosto..eu moro nos USA em New York e posso dizer com certeza que as brasileiras,a grande maioria se veste como prostitutas..Na festa do Brasil (Brazilian Day ) eh um festival de bundas e decotes e samba..eh aquela coisa,mulher brasileira (NAO TODAS) acham que vao conquistar um americano com BUNDA..ja foi o tempo..os americanos sao bem espertos agora..Por outro lado existe muitas brasileiras decentes que sao muito respeitadas tambem,e eles gostam muito de conhecer nossa cultura...quero uma resposta..sera que as Brasileiras que se vestem deste jeito e se comportam erroneamente sabem o que eh CULTURA?A grande maioria nao tem nenhum estudo,nao falam a lingua,e nem querem aprender..so aprendem o b a ba do sexo..
Ainda vou fazer um Blog pra contar as peripecias do povo brasileiro aqui..beijao

Ciclista T. disse...

Olá, primeiro recadinho que deixo aqui. Minha reação inicial à foto, ao ver um casal com roupas ocidentais no meio de árabes foi de "choque cultural", e não de "olha só que vadia!". Até porque não sei quem é a garota, não é um rosto nem um nome que eu reconheça. E a roupa dela nem indecente não é! Talvez culturalmente seja uma roupa inadequada, mas para OS NOSSOS padrões ocidentais, o que tem de errado com a roupa da garota? Não é o tipo de roupa que eu use, mas na Inglaterra diariamente vejo garotas vestindo shortinhos e mini-saias bem mais reveladoras que a da foto que vc apresentou. Combina isso com decotes lá em baixo e maquiagem exagerada... o conjunto pode se tornar bem vulgar. Com isso só quero lembrar que mulher vulgar existe em todos os lugares, não vejo pra que me preocupar com a nacionalidade delas.

Voltando à foto que vc escolheu, um outro aspecto que me chamou a atenção foi a falta de mulheres árabes... onde elas estão e o que estão vestindo? Isso não é uma coisa que te chama a atenção e te faz pensar? Eu prefiro a liberdade das mulheres saírem vestidas de qualquer jeito, até semi-nuas se tiverem vontade, fantasiadas de prostitutas como vejo por aqui, do que a repressão que as mulheres muçulmanas sofrem, não apenas no vestuário. Desculpa, estou viajando demais na foto, mas afinal foi a foto que vc escolheu para ilustrar o seu ponto. Se vc queria mostrar uma foto de mulher vulgar talvez essa foto aí da garota no deserto não seja o melhor exemplo. Uns dias atrás vc estava perguntando "pq o preconceito com as prostitutas?" Espero que não se incomode, mas fiquei com vontade de perguntar o mesmo pra vc: pq o preconceito com a garota de shorts, ela é prostituta? E se for, pq esse preconceito com as prostitutas?

Escrevi tanto sobre a foto que não respondi sua pergunta, mas me identifiquei com o que a Regina Bastos escreveu nos seus comentários, um abraço.

Iseedeadpeople disse...

Faço minhas as palavras da Ciclista T. Prefiro mil vezes ter minha liberdade de usar shortinho ou o que eu quiser (e mesmo ser chamada de puta), do que ser uma mulher submissa e tendo q reprimir minha sexualidade para não afrontar os "costumes". DANEM-SE OS COSTUMES!! Viva a MINHA liberdade de expressão e o direito de eu me vestir coo quiser!!!

marinez disse...

Oi coclista...vc nao pode comparar vestir este tipo de roupa na Inglaterra e Arabia Saudita...sao povos com diferentes culturas e costumes..acho que o problema eh nao respeitar os costumes alheios..Acho ate que ela deveria colocar uma melancia na cabeca,porque esta moca da foto gosta mesmo eh de aparecer..Eh por essas e outras que somos mal vistas..
bju

Devathai disse...

Se esses árabes forem ao Brasil vão se vestir de que jeito? Com certeza, será com as roupas deles, oras! Não é questão de aparecer, e sim respeitar as diferenças!

A primeira vez que vim à Índia eu só trouxe roupa decotada, e olha que eu havia me informado sobre a 'decência' indiana e busquei levar só coisas que eu achava que não eram tão chamativas, e mesmo assim foram. Um dia eu fui à Igreja usando a mesmíssima roupa que estava cansada de usar pra ir à missa nos domingos em minha cidade, e antes que eu chegasse no portão minha sogra me impediu de sair 'daquele jeito'. Foi um choque porque eu sinceramente não via problema nenhum com a minha roupa. Tive que jogar um pano por cima da blusa e ir, afff.

E concordo em gênero e número com a Sheila. Faço questão de dizer que sou brasileira, e se alguém se atira pra cima de mim eu digo apenas 'sim, querido, adoro sexo, não tenho pudores, mas simplesmente não estou afim de você. Sou livre pra escolher, ao contrário da coitada da sua esposa, que não pode fazer nada além de cumprir um papel imposto a ela.'

E outra coisa: pessoas realmente civilizadas respeitam as outras independentemente do que elas vestem. É patético achar que respeito se impõe. É por conta desse pensamento doentio que as agressões acontecem o tempo todo. Se ensinássemos às crianças que cada um veste o que quer e DEVEMOS respeitar isso, duvido que as coisas não melhorariam. A questão da decência/indecência é um construto cultural e está, portanto, na cabeça das pessoas.

Iseedeadpeople disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mel disse...

Cada um deve arcar com as consequencias de seus atos,se quiser sair pelada na rua ok,problema da pessoa,desde que nao fique reclamando da fama depois.Mas respeitar os costumes locais é preciso,isso é educacao,se nos Emirados nao é legal sair com shortinho curto melhor nao usar ne,total sem nocao essa Viviane.
Sobre as muculmanas terei que discordar da Sheila e outras,pois aos olhos delas somos reprimidas e submissas,quem disse que a mulher muculmana quer sair de mini saia e decote,ela nao é obrigada a usar as roupas,o hijab,as pessoas usam pelo costume,por gostar,as roupas arabes em geral sao lindas,se uma dessas que muitos pensam que sao infelizes e submissas fossem ao Brasil e dissesem a ela que ela poderia se vestir como quisesse tenho certeza que ela nao mudaria em nada,entendam,brasileira usa biquini e é feliz ok,agora quem nao usa nao é?Como assim,nao podemos falar do que nao conhecemos,se fosse assim,as brasileiras poderiam ser tidas tbem como infelizes pela imposicao a ter que ser sempre bunduda,coxuda,peituda afinal no Brasil quem nao vai a praia é caipira,quem nao tem corpao nao é gostosa e assim vai.Eu ja ouvi muito de muculmanas que falam a mesma coisa das brasileiras,que sao infelizes coitadas tendo que trabalhar fora,tendo que as vezes ser mae solteira pois o marido largou,pq usam pedacos de panos minusculos,isso é ridiculo para elas,e posso garantir,elas nao tem inveja nem vontade alguma de ser como as ocidentais,eu sempre defendi as brasileiras nesse caso dizendo que cada lugar tem seu costume e as pessoas sao felizes assim,cada um do seu jeito.

Anônimo disse...

Moro no exterior, e nunca falo que sou brasileira sou descendente de europeus e isso ja melhoram as coisas ao meu ver e tambem pq ja tive muitos problemas que nao vale a pena comentar aqui, mas o que eu percebo que as brasileiras sao taxadas como prostituta e etc, e por causa do comportamento, pq elas falam muito alto, gesticulam muito na hora de falar, qualquer coisa estao dando gargalhada em qlq lugar, ah e sempre usam sandalias plataformas, aquelas bem quebra pe mesmo!!!!!!
Ah e nao importa temperatura elas estao de sandalia quebra pe!
Por mais que tenham $$$$$ a cafonice e a mesma, vejo que muitas realmente nao tem educacao, furam fila nos lugares, arrumam briga por tudo. Olha e terrivel mesmo.
Gosto muito do programa Esquadrao da Moda, mas acho que deveria ter um topico no programa que fosse relacionado a etiqueta social, seria muito interessante, pq nao e so a roupa de grife que fazem as mulheres serem chiques, o chique e ser educada.

Bruna disse...

http://rioforpartiers.com/portugues/noite/garotas.htm

Anônimo disse...

são 5 motivos pelas quais as brasileiras são vistas assim
✔ Brasileiras não valorizam o produto nacional (os brasileiros)
✔ Brasileiras adoram gringos
✔ Prostituição de brasileiras no exterior
✔ Brasileira é muito fácil
✔ Brasileira prefere fazer serviços domesticos do que trabalhar fora

Anônimo disse...

Pessoal gostaria de dizer que gostei muito dos comentários, embora alguns um tanto divergentes. (Bom, vamos ignorar o comentário anterior ao meu, um tanto genérico e sem fundamento). Concordo com um pouco com o que cada um escreveu. Achei um tanto interessante o comentário das mulçumanas que nos veem como submissas,assim como muitos de nós vemos elas. E acho que é bem por aí, essa questão de submissão. Tanto no mundo oriental quanto ocidental, o poder foi e é visto na maioria das vezes associado a situação financeira. Comecei a pensar que o brasileiro tem um quê de submisso em relação ao europeu. Querem conquistá-los, não importa como, e quando os conquistam é como receber um troféu. Parece bem as histórinhas do príncipe que se apaixona pela plebéia. Brasileiro se sente inferior ao europeu e quer consquistá-lo chamando a atenção e quando conseguem, se sentem um tanto deslumbrado. E ainda sobre esse comportamento de submissão, fiquei pensando em um comentário que fizeram ainda aqui e que é o mesmo de uma amiga que esteve recentemente na europa. Que é fácil reconhecer uma brasileira pelo fato delas estarem extremamente bem arrumadas, com suas botas e sobretudos. (Nessa caso nem vou me referir a vulgaridade, mas sim ao excesso de vaidade). Fiquei pensando o quanto brasileiro é ridículo em ficar querendo se "empetecar" em "terras européias", mas logo depois me peguei pensando se fosse o contrário. Européias bem vestidas e brasileiras mal vestidas, as ridículas novamente seriam as brasileiras. Foi aí que me veio o pensamento de submissão em relação aquele que se tem mais financeiramente, nesse caso o Brasil em relação a Europa. E fiz algumas comparações meio simplistas até, por exemplo: numa festa social o "pobre" vai de bermuda. Os comentários são: "coitado, Fulano não tem dinheiro pra roupa" ou "nossa, nem aqui aquele caipira sabe se vestir decentemente". Mas se chega a "elite" de bermuda, os comentários são: "nossa, você viu, Fulano é gente boa demais, super descolado, veio a vontade, tem personalidade, tem muita grana e mesmo assim é humilde como nós, etc". E assim me veio o pensamento, se as européias mostrassem as bundas e decotes, os comentários seriam: "nossa, as européias são modernas, não tem tabu, tem personalidade, se vestem como querem, são sensuais". Mas como são as brasileiras, submissas de um país em desenvolvimento, os adjetivos são: vulgares, vadias, fáceis... Mas isso, eu penso que independente da situação financeira, pois tenho amigas com alto poder aquisitivo que idolatra os europeus e subestima os brasileiros. Não estou tão certa do que eu digo, mas é uma reflexão...
Mari

Anônimo disse...

Nós somos vistas como prostitutas no exterior porque temos a mentalidade machista de que ser mulher é ser objeto sexual.Avaliem o que algumas meninas aqui escreveram sobre o direito de usar roupas vulgares,nos comparando com as mulheres mulçumanas,cujo ideal de liberdade passa longe de se reduzirem á bundas e peitos.Existe grupos de defesa da mulher lá,tipo o RAWA,mas em nenhum momento defendem este "direito de ser objeto sexual" como eu vejo feministas aqui falando e depois reclamando que os homens de uma forma geral,seja daqui ou do exterior,nos enchergam como prostitutas descartáveis.tem alguma necessidade de nosso shortes serem cavados na bunda e o dos homens largos e confortáveis? tem necessidade de usarmos saia curta e decote no trabalho enqaunto os hoemns vão todos tampados? E olha que não tem nada ver com repressão,eles historicamente nunca foram reprimidos como nós!
O problema é o que definimos como feminilidade.
bjs,Rita

Viviani301violinoteo disse...

eu moro no Canada, em Toronto, a um ano e 3 meses. Ja passei muita raiva aqui. realmente quando a gente fala que e brasileira, os caras se abrem. As vezes, eu e ate algumas amigas minhas evitam. Eles acham que por voce ser brasileira voce sera facil. Ja aconteceu comigo e com varias amigas minhas, mocas seria, no metro, no onibus, as vezes tranquilamente, eles chegam, perguntam de onde voce e, diz que as brasileiras sao muito bonitas e perguntam quanto e um programa. Quase bati em um idiota um dia. A questao, e como disse uma amiga portuguesa pra mim, a maioria das brasileiras que moram em portugal sao garotas de programa. A postura das mulheres no carnaval mancha a nossa imagem aqui no exterior. Mulheres do Brasil, por favor, mostrem que voce tem respeito. please.

Viviani301violinoteo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Viviani301violinoteo disse...

outra coisa: sou crista, evangelica, tenho uma imagem a zelar, tenho principios morais. Mas a questao e verdadeira sim. temos que passar ate por mal educadas. Voce fala que e brasileira e os homens ja olham o tamanho da sua bunda. ja se abrem pra voce. Se voce tem uma postura e corta, eles saem fora. Mas a questao E que as mulheres brasileiras deixam SIM uma pessima imagem aqui fora.

Viviani301violinoteo disse...

ha, quando eu disse que eu e minhas amigas evitam, faltou a palavra na hora que digitei, evitamos dizer que somos brasileiras. nao porque nao gostamos de ser brasileiras, somos patriotas mas pq se voce fala que e brasileira alguns pessoas acham que voce vai dar moral. Em Toronto tem gente do mundo inteiro, e mais complicado ainda. Tenho que ser bem mal-educada com muita gente.

Ângela Gomes disse...

Olá Gostei do Blog!

Não precisa nem ir para o exterior, basta ir para o Nordeste e ver como a mulher é tratada pelos gringos e pelos habitantes da região.

A mídia e os estilistas incentivam a mulher brasileira a se vestir de maneira sexy mas cabe a cada mulher o bom senso na hora de se vestir.

Anônimo disse...

A fama da mulher brasileira ao redor do mundo já é clichê! E é claro que as influencias são as mídias, mas principalmente a nossa própria cultura. O carnaval por exemplo, faz parte da cultura brasileira, e as mulheres semi nuas dão a impressão de vadias, mas o motivo é que lá fora o Europeu acha inacreditável ver pelas ruas mulheres desfilando semi nuas, ou até os americanos falando que os biquinis das brasileiras são pequenos, quando aqui, um biquine do mesmo tamanho é a coisa mais normal do mundo, (lá as americanas usam um fraldão na parte inferior do biquini) ...acho que isso não passa de uma "relação" intercultural, não sei relação é a palavra mais apropriada... O problema maior, é que tudo tem ligação: o carnaval com mulheres semi nuas (No Brasil: simplismente normal), prostitutas brasileiras no exterior, com mulheres que tem a beleza padrão na mídia e dando a impressão de que todas são assim, ou grande parte das brasileiras. Fica no senso de cada um... Generalizar é perigoso. e

Anônimo disse...

concordo com algumas opnioes mas discordo de outras
eu nao diria que a mulçumana sente inveja de nós por podermos usar roupas ao inves das burcas e roupas longas que elas usam,ams com certeza elas gostariam de ter uma vida menos submissa aos homens,elas nao nos acham submissas nem nada. Ok algumas podem achar mas a maioria gostaria de ter independencia e ter direitos de usar,falar e fazer o que quiser como muitas mulheres de outros paises
elas sofrem muito preconceito até mesmo por serem mulheres,lá a imagem delas realmente é como se fosse apenas um objeto na mao dos homens, eles podem tudo, ter 3,4,10 mulheres mas cada mulher so pode ter 1 marido, tem que usar roupas compridas que nao mostram nem a perna e etc.Muito se engana quem acha que elas gostam disso, se ela gostam disso,porque aquela criança de 13 anos que foi baleada por reclamar dos direitos das mulheres muçulmanas teria tido essa ideia de revindicar os direitos se ela gosta tanto do jeito como os homens a tratam?
Não é assim, nao vivemos mais na idade da pedra pra elas continuarem submissas.
E quanto as que falaram ´ah eu prefiro me vestir de roupas curtas e ficar com varios e ficar com fama de puta do que ser recatada como as eurpeias´, a questao nao é essa. Voce pode sim usar uma roupa curta mas existem coisas que é necessario bom senso nao é? Por exemplo, existem brasileiras de 30 anos que ja sao maes e colocam roupas curtas, tem um comportamento inadequado e convenhamos que depois de ela ter virado mae,ela nao precisa andar como uma freira, mas é preciso que as pessoas se toque e use roupas mais discretas, ate porque nessa fase, a maioria já é casada. E pra que usar aquelas blusas super decotadas, uma micro saia se voce ja tem namorado ou é casada? Desculpe mas a imagem que passa é que apesar de voce ter namorado ou marido, voce ainda ta disponivel e quer pegar todos. A questao de ficar com varios e ficar com fama de puta é a seguinte : nem todos os homens valem a pena e isso é facil de perceber apenas conversando. Se voce fica com um cara uma ou mais vezes mesmo sabendo que nao vale apena, o que isso vai te favorecer? Falar que ja pegou 30? desculpem mais acho ridiculo essa coisa de se gabar pelas coisas erradas.
Nao sou homem nem nada,mas é questao de se dar valor.
As mulheres que mais se oferecem,normalmente nunca conseguem algo mias serio. Podem ate conseguir um namorado,mas casar nao. E ninguem vai querer ficar com uma mulher que muitas vezes ele sabe que vai estar o traindo. E esse negocio de ficar por ficar cansa, uma hora voce quer namorar.
E tambem se as garotas nao ficassem com tantos, nao seriam chamdas de putas.
Claro que os garotos nao deveriam ficar com tantas,mas eles nao ficariam se cada mulher se valorizasse.
Nao estou botando a culpa nas mulheres,mas um metodo para evitar essa ma impreensao que as pessoas tem de nós seria nos valorizarmos

Anônimo disse...

As famas não surgem do nada. São construídas. Se a mulher brasileira é conhecida como promíscua ao redor do mundo, é porque muitas agem assim. Mas a maioria das que ajudam a construir essa fama não age propriamente como promíscua, mas como vulgar.
Aqui acho que é importante traçar uma diferença: promíscua é a conhecida como fácil, que se relaciona sexualmente com vários homens, e nesses relacionamentos é liberal com relação ao sexo; já a vulgar é a que age, em seu dia a dia, sempre ou quase sempre de forma voltada, aos olhos de outras pessoas, ao sexo, com corpo à mostra, optando por danças sensuais, com contato físico constante em suas relações com amigos ou colegas em geral, enfim, qualquer comportamento tido como sedutor pelo observador.
Assim, se a mulher está sempre despertando o impulso sexual do observador, para este ela está sempre pensando em sexo, quando pode não estar( e possivelmente não está ).
É claro que se pode argumentar que quem está de fato pensando em sexo é o observador. Sim, é verdade. Ocorre que, não se pode esquecer, fama é o que outros pensam de nós, e não o que nós pensamos de nós mesmos. Se queremos na verdade entender porque pensam algo sobre nós, devemos tentar pensar como eles, e não como nós usualmente pensamos, do contrário não vamos entender nada. Daí a dificuldade de muitas mulheres brasileiras em atuar para mudar esta fama, já que não estão dispostas a abrir mão de sua liberdade de agir – que é interpretada pelo restante do mundo como vulgar, e portanto, para eles, promíscua – já que para o observador as duas características se relacionam.
Pelas diferenças culturais há ainda outros comportamentos próprios de brasileiros que, quando são vistos sendo praticados por brasileiras, acabam corroborando essa sensação de vulgaridade, que é falar alto, abraçar e beijar qualquer um que conhece. Note-se: a rigor, este comportamento, por si só, não é vulgar, mas também é visto por muitas culturas nesse sentido.
Mais: quem conhece pessoas de outras culturas sabe que o comportamento sexual é muito mais liberal nos países nórdicos e no leste europeu do que é de fato nas cidades brasileiras. No entanto, pelas razões anteriores, ainda assim é a brasileira que leva a má fama.
Por fim, não há como negar que a atenção que damos a festas notoriamente vulgares (e promíscuas) como o carnaval, o espaço dedicado em nossa mídia a pessoas que vivem da vulgaridade, como as mulheres frutas, e o turismo vendido por nós e a que você se referiu, só pode fortalecer essa visão estrangeira.
Enfim, acho que há muitos fatores e não me parece que haverá mudança no curto prazo, mas não é algo impossível de ser mudado.
Espero, contudo, que tanto você quanto outras brasileiras que vivem no exterior não sofram diretamente com esse estigma.

Sds,

Apenas Uma Mulher disse...

Quer "combater" a discriminação das mulheres brasileiras com mais discriminação? Boa tentativa, colega! E chamar mulheres livres e que fazem o que bem entendem (e como se vestem) de vadias não ajuda muito tbm. Sabia que 70% dos brasileiros(as) que vão ao exterior falam mal do Brasil? Deve ser por isso que somos vistas tão mal lá fora.

Anônimo disse...

O interessante e a que culpa, pra algumas, nem todas, e sempre da midia, governo, carnaval, moda e etc. Mas nunca sao das mulheres! A transferencia de culpa e a melhor saida, no pior das hipoteses, a culpa pode ser dos homens machistas-patriarcalistas, mas nunca delas.

O governo, a moda, o carnaval, o calor, a midia e as novelas nao forçam ninguem a nada, a falha parte da propria mulher.

Vai demorar anos pra limpar essa imagem imunda que os outros paises tem das brasileiras.

Anônimo disse...

Olha ciclista nao vem com esse teu pensamento patetico de liberdade (vulgaridade),quando as mulheres comecaram a lutar pelos seus direito era para mostrar q elas eram tao capazes quanto nos homens como no trabalho na politica,no esporte, na chefia da familia e muitas coisas amais e caras como eu admiro muito essa garra das mulheres e tenho o maior respeito por isso, agora quando se trata de vulgaridade p chama a atencao isso e detestavel tanto p homem quanto p a mulher, e mais outra, somos animais de grande inteligencia social p sabermor a hora certa e o local e ocasiao p nossas vestimentas e comportamentos.

Anônimo disse...

Eh verdade, estou aqui na inglaterra e a meninas nos clubs sao tao safadas, mas como em todo lugar tem gente boa e gente ruim, confesso que me da raiva toda vez que eu falo que sou brasileira eles olham com aquela cara safada ! :(

Anônimo disse...

Concordo com poucas coisas e discordo de muito!
A imagem que o governo fez do Brasil na década de 70, pra atrair turistas realmente foi convincente e isso acontece até hoje. Para os grigos ignorantes e machistas o Brasil se resume a Carnaval, Samba, Praia e mulheres semi-nuas.
Uma coisa que acho realmente é que ninguém deve ficar reprimindo sua liberdade, sexualidade afim de mostrar algo que você realmente não é. DANEM-SE o EUA E A EUROPA por acharem as latinas fáceis.
Somos livres!

bruno pimentel disse...

Deves e ser uma boa vadia bancando de seria..

bruno pimentel disse...

Deves e ser uma boa vadia bancando de seria..

Joao Jon disse...

Mulher brasileira é vulgar sim! E acha que resolve tudo com peito e bunda, são vazias e verdadeiras topeiras na arte da compressão do sexo oposto, sabem muito de put#____@, muito pouco sobre a dinâmica humana, para piorar o quadro tem um ego nas estrelas são seres inacessíveis.... Então resta o que? Serem objetos mesmo porque sabem que disso nada bom tem para oferecer. Pronto falei.

Joao Jon disse...

Mulher brasileira é vulgar sim! E acha que resolve tudo com peito e bunda, são vazias e verdadeiras topeiras na arte da compressão do sexo oposto, sabem muito de put#____@, muito pouco sobre a dinâmica humana, para piorar o quadro tem um ego nas estrelas são seres inacessíveis.... Então resta o que? Serem objetos mesmo porque sabem que disso nada bom tem para oferecer. Pronto falei.

Aron Roque disse...

Mulher brasileira é vulgar e oferecida SIM , não sabe se dar valor além do par de peitos e bunda.... Considero com a mais pura sinceridade a mulher brasileira um completo fiasco, só salva o corpo, são zero em afetividade, intelectualidade, espiritualidade é compromisso social... ZERO ...

Ana disse...

Essa fala de mulher sensual e de fácil sexo recai, além das brasileiras, para as tailandesas e russas. Ao contrário do que os brasileiros pensam, o Brasil é um país super mal visto no exterior, conhecido por ser rota de tráfico violento e nada mais. Acho graça quando algum brasileiro se ofende com o estereótipo de carnaval, pois essa festa faz SIM parte da nossa cultura e nossa arte e a culpa das brasileiras serem vistas dessa forma não é e nunca será das passistas ou qualquer outra moça da mídia. Aliás, o Rio é a única cidade que conseguiu exportar parte de sua cultura. Além de samba, alguns conhecem até bossa nova e funk! O que eu acho adorável, mas que representa apenas a cultura de uma cidade e não o país inteiro. Eles não se interessam em saber de nada além disso daqui e nem que, apesar de latinos, falamos português e não espanhol. Somos uma extensão longínqua isolada do mundo. Por isso recebemos tão poucos turistas e imigrantes.

Isabel Oliveira dos Santos Oliveira disse...

E que as mulheres brasileiras são as primeiras a meter o pau.Logico que a mulher tem que ter bom senso. Mais o que vejo e o próprio preconceito partindo das próprias bradileiras que por sinal decem ser desprovidas dá beleza. Mulheres qur alimentam o machismo ou pagam de puritana isso s e de se envergonhar. Se um dia eu for pra fora e for desrespeitada por ser Brasileira eu coloco a pessoa no ligar dela e digo que meu pais e livre e que mulher puta tem no munfo inteiro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...