quarta-feira, 19 de maio de 2010

A idade aumenta e o cabelo encurta?

Estava em uma festa de aniversário de criança no final de semana e acabei sentando na mesa de pessoas que mal conhecia. Uma senhora ao meu lado se assustou ao ver uma conhecida se aproximando:

- Quanto tempo não vejo você! Mas cadê aquele cabelão???
- Ah! Tem uns dois anos que cortei, sabe como é: a idade aumenta o cabelo encurta! - ela respondeu.
- Não acho não! - me meti na conversa autorizando a menina, que nunca havia me visto, a me dar um belo fora.
- É sim! - ela respondeu. - Depois dos 30 não dá para manter aquela cabeleira não!

Na hora agarrei meus cabelos e prometi que dali eles não sairiam nunca!
Mas voltando para casa não parava de pensar se, um dia, a idade me faria não querer mais aqueles que tanto amo. Comecei a olhar ao redor, pensar nas minhas amigas e comparar artistas!

Lembrei da Luiza Brunet, linda, quarentona e de cabelão. Fui correndo buscar uma foto dela para fazer este post e pasmem: ela cortou o cabelo curto! Nesta foto parece maior do que está.

Muitos cabelereiros dizem que mulher depois de uma certa idade não fica bem de cabelo longo.
Dizem que o cabelo vai perdendo o brilho, a vida e que o cabelo curto emoldura o rosto de quem já está numa fase mais madura. Será? Será que fica feio? Fora de moda? Ou será que cansa mesmo como a moça disse?

Mas ainda não me coformo. Por isso... Dentão, ando pensando... A idade aumenta e o cabelo encurta?

28 comentários:

Bia Mendonça disse...

Engraçado isso Flavia! Eu pensei a mesma coisa quando a Sandy cortou o cabelo depois que casou! Eu gostei de cabelo grande, com rosto redondo não da para ter cabelo curto, mas confesso que as vezes gostaria de ter o cabelo mais curto. Eu acho que se passa uma expressão mais madura, as vezes ate mais profissional!
Eu adoro o meu cabelo longo, mas assim que começar uma vida profissional, ganhar $$ para que eu possa manter a juba organizada.... Eu passo a tesoura na hora!

Bjo

Marcia P. disse...

Flávia,
Depois de uma certa idade, o cabelo grande envelhece a aparência. Aí vem os cabelos brancos, ele resseca com facilicidade e vira um caos. Tem que fazer manutenção constante e custa dinheiro. Para umas ficam bem com a idade, para outras nem tanto, o melhor é manter o frescor num todo.
Bjo.

Iolanda disse...

Eu não gostaria de cortar meu cabelo mas estou vendo que não tem outro jeito. O tempo está passando e meu cabelo diminui cada vez mais, devido a queda e quebra dos fios. Então o jeito é tentar manter mais curto e com um aspecto mais saudável. Não acho legal manter um cabelão todo quebrado só para falar que tem um cabelão (no meu caso).

Silvinha disse...

olha.. eu nao sei se é com todo mundo.. mas comigo foi... estou a beira dos 30 e cortei os meus cabelos... tinha cachos a beira da bunda.. mas depois dos 25 não aguentei. Eles comecaram a cair, perderam a força e o brilho tb...
claro que as quimicas de hoje ajudam e muito pra que aos 30 os cabelos estejam assim, mas acho que SIM, depois de uma certa idade não dá pra mandar a cabelança !!! rsrsrsr
Se pretende.. comece desde já com tratamentos... hahahah

caterina disse...

Oi!!
To chegando agora...
Concordo com as opiniões, mas acredito que com tanta tecnologia "estética" dá sim pra manter o cabelo comprido depois dos trinta. Eu to fazendo 38 e não cortei.Mas eles têm que estar saudáveis e combinar com o conjunto. Minha dermato me deu umas vitaminas específicas pra tomar que ajudam muito. Tenho a sorte de não ter brancos tbem...entao eles nao tem quimica. Bem, se você optar por manter tem que cuidar...

Cheers! Fla disse...

ha, ha, ha, engracado o seu post por que eu passei a maior parte da vida com cabelo cumprido, soh que cansei total!!! Cortei ano passado e estou amando, o problema eh que para manter tenho que cortar mais vezes, o que eh um saquinho. Eu que nunca gostei de cabelo curto em mim, me achei, rs.

Bjs

: : Carola : : disse...

Adorei o blog...
Visite e siga o meu tb!
www.caroladuarte.com
Beijinho =)

Helena Mendl disse...

Pois é, esse é um assunto que no fundo me incomoda. Tenho 30 e um histórico de cabelos longos a vida toda! Meus cabelos também diminuiram, caindo bastante mas ainda reluto pra mante-los longos ... mas sempre escuto pessoas que dizem que com a idade chegando deve-se cortar sim ... é difícil pensar que isso seja uma regra. Acho que te jeito pra tudo ... beijos e adorei o seu blog ...

http://.lenamendl.blogspot.com.br

Andressa Paixão disse...

Eu ainda não cheguei nos 30, faltam dez anos...Mas... eu nunca consegui deixar meu cabelo muito grande. Primeiro, porque eu não tenho muita paciência pra ficar cuidando e tal.
Ele só ficava grande quando a minha mãe cuidava, isso há uns 15 anos atrás, mas a partir do momento que ela me passou os cuidados, eu larguei de mão.Quando eu era criança,eu não tinha saco pra pentear. Como meu cabelo é liso, eu nem esquentava. Depois, na adolescência, Eu passei a pintar e a dedicar um pouco mais de tempo pra ele, mas mesmo assim o máximo que ele chegava era um palmo abaixo do ombro, porque começa a perder a vida, o brilho e a cair demais, então eu sempre corto.
Acho que isso vai muito da pessoa, e do tipo de imagem que ela quer passar. Minha mãe e minha sogra deixaram as madeixas crescerem, mesmo trabalhando, depois dos trinta,e pareciam bem mais jovens do que realmente são. Já a minha tia tem o cabelo curto e isso de certa forma dá um tom de autoridade no look dela.
Depende também do tipo de cabelo e tudo mais.Acho que isso varia. Eu não cortaria meu cabelo só porque cheguei numa certa idade.Só eu estivesse de saco cheio do corte que ele estiver, ou estiver fraco e tudo o mais.Enfim, acho que varia de acordo com a pessoa, a imagem que ela quer passar e como ela se sente bem consigo mesma.

A propósito, sou sua seguidora a pouco tempo, e adorei o blog. Esse é o primeiro post que eu comento.Continue assim, o blog está nota 1000!

Beta disse...

Olá!!!
To chegando para informar que o Mix agora é .com!!!
Todo o conteúdo do Mix para você, com mais comodidade e profissionalismo!!!

Mude seu link ok?
www.mixculturainformacaoearte.com

Lucia Cintra disse...

Quando eu era pequena e adolescente, eu tinha um cabelao ate a cintura. Ao crescer, fui cortando e experimentando estilos novos, ate que ha 2 anos atras, cortei meu cabelo no queixo e foi um dos cortes que mais amei!!!

E nao acho que meu cabelo tem diminuido de volume ou piorado de aparencia, ao contrario... hoje sei cuidar muito melhor dele e eh mil vezes mais bonito do que quando era adolescente.

Eu nao gosto de cabelo compridao, eh um estilo muito "menininha" pro meu gosto. Acho os mais curtos, ate mesmo esse da foto que colocou aqui bem mais sofisticado.

Sabe o que eh engracado? Eu consigo identificar bem uma brasileira aqui ou em outros paises justamente por essa aparencia de cabelao ate a cintura. Elas tem um visual bem distinto das demais nativas (e tudo igual em padroes brasileiros), ainda mais quando se vestem com uma roupa super justa ou curta (ou os dois).

E se alguem achar ruim com esse ultimo paragrafo, deixa eu dizer que eh essa a imagem que a gente tem da maioria das brasileiras, pelo menos nesse pais aqui.

bjos

Annah disse...

Olha, muitas amigas minhas cortaram as madeichas antes dos 30 pq engravidaram.
Eu sou suspeita a falar, pois minha mãe tem 50 e um cabelão e eu detesto, isso qe ela pinta e trata é bem bonito, mas não da liga sabe.
Já minha tia quase da mesma idade usa curto e todo estiloso, da uma aparencia mais jovial entende.
É tipo que nem eu quando corto franja dizem que pareço ter 15 e 16.
Eu já usei de tudo, longo, curto, estava com um corte cimétrico a pouco tempo, e adoooro cabelitcho curto depois de muito tempo de longo, e juro que pensava ser Sansão e q jamais viveria sem eles.
Não se pode ter medo das mudanças, ñ existe possibiidade de saber o que é melhor se não provar?

Bju adoro seu blog

Elaine Canha disse...

Eu gostaria de ter um cabelo longo, sedoso e até meio encaracolado, mas tenho um cabelo com muito volume e das vezes que tentei colocar química para domá-los não tive sorte (o cabelo fica queimado). Também não quero ficar com aquele visual liso de progressiva. Além do mais, quero preservar meus cabelos branco. Por essas e outras não vejo a hora de passar a tesoura (por enquanto Marido não deixa rsrs)
Respondendo à pergunta, acho que varia de pessoa a pessoa, cabelo a cabelo. Você tem que escolher muitas vezes entre beleza e praticidade. Eu uso o lema que "beleza não é nada sem conforto", por isso escolheria curtos.

Beijos

Desabafando disse...

Acho que não necessariamente. Há pessoas que não tem um rosto favorável para o cabelo muito curto.

Ich, Hausfrau disse...

Apesar de ter cabelo comprido, eu acho que o curto é mais bonito. Já tive cabelo curto e é bem mais fácil de cuidar e dá um destaque para o rosto. Mas cada um sabe da sua vida e tem o cabelo do jeito que gosta e não do jeito que a moda fala como tem que ser. Abs,

LICIA TATIANE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LICIA TATIANE disse...

Eu passei minha vida toda de cabelo comprido,morria de medo em ir ao salão e cortarem um centimetro a mais,até que 2 anos atrás decide cortar curto e não me acostumo mais de cabelo comprido.Acho que com a idade avançada o cabelo curto deixa a mulher mais jovem e sofisticada.Sem falar que é bem mais fácil cuidar quando não se tem muito dinheiro.Bjs.

Mary disse...

Tô com o cabelo do tamanho desse da foto da Luiza e já dá um trabalhão!

Cíntia Mara disse...

Sabe que eu já me peguei pensando nisso várias vezes? Não tenho a menor vontade de, algum dia, me desfazer do cabelão. Custei muito pra deixá-lo do jeito que eu gosto e ficar feliz com isso. Sinceramente, espero não mudar de idéia tão cedo, rs.

Beijos

Claudinéa Elias disse...

Realmente é engraçado, qdo não corta faz luzes e acaba ficando loira, rsrsr por isso dizem q véia nasce loira né? rsrsr brincadeiras á parte, tive um periodo que pensava assim, depois cismei deixei meu cabelo crescer e agora tá enorme, amanha vou tesourar novamente, acho q esta mesmo sem força, tomo muito remedio para for de cabeça, e ele ta caindo muito e ficando branquinho rsrsr, me sinto mais leve qdo o cabelo esta mais curto. Hoje em dia gasto muito creme, pq é muito anelado e tá embaraçando demais, amanha devo estar com novo visual, falo pra vcs amanha á noite, grande bjo.
Clau

Luisa disse...

Conheci seu blog há pouco tempo e estou adorando! Parabéns!
Quanto ao cabelão... bem... eu sempre tive cabelo comprido e dizia que jamais cortaria, mas com 35 anos mudei de ideia e as minhas longas madeixas estão pelos ombros.
Nem acho que seja questão de feio ou bonito, cuidado ou descuidado, o que me fez rever meus conceitos é que as mulheres mais velhas que ainda tem cabelão me passam a impressão de que não se deram conta de que envelheceram e vivem ainda na adolescência.

clabrazil disse...

Eu continuo achando que cabelo longo é sempre mais bonito que curto. Se tá faltando saúde, há cortes com caráter de longo mesmo que as madeixas estejam mais curtinhas.

Olívia Barros disse...

Já estive dos dois lados...cabelão...depois joãozinho...agora retornando ao cabelão.
Morri de saudade.
Faz falta no frio.
Mas cabelo curto te liberta.
Você muda de dentro pra fora Quando toma uma decisão destas significa que quer romper algo.
Um cigano me disse que fazemos isso para romper um ciclo e foi assim comigo na minha separação.
Atualmente gosto mais do cabelão.
Mas sou criticada até pela minha mãe, que acha que um corte "Channel" ficaria melhor de novo.
Recomendo para quem estiver preparada.
Bjo grande

Madrepérola disse...

Adorei seu blog. Virei seguidora.

Anônimo disse...

Eu acho que além de encurtar o cabelo, as mulheres devem começar a usar um "tom" mais claro que seu cabelo natural. Isso ilumina o rosto e suaviza as marcas de expressão, enquanto que o cabelo escuro só destaca as "rugas" das mulheres.

♥ Erika Saab disse...

Gente, eu tava pensando em cortar o cabelo nesta semana, só um pouquinho, para dar mais vida, será um reflexo dos meu 29 anos? rs

Elis disse...

Bem, eu acho q sim. Querendo ou nao, a gente fica de cara velha com aquelas madeixas q so relembram a juventude e pronto. Alem do mais, a gente precisa sempre dum up, ne?

Flavia Cardoso disse...

Não concordo com o que a Luisa disse: "mulheres mais velhas que ainda tem cabelão me passam a impressão de que não se deram conta de que envelheceram e vivem ainda na adolescência."

Quem disse que cabelo curto é sinônimo de pessoa com mais idade e cabelo comprido de pessoa jovem? Não me leve à mal, mas essa idéia me parece um preconceito bobo. Como se realmente importasse a idéia que as pessoas têm da gente.

Se eu me sinto bem com o cabelo longo, por quê é que devo cortar simplesmente para não ser alvo do julgamento alheio?

Reflitam, meninas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...