quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Expectativa. Menos é sempre mais?

Quando comecei minha terapia de casal no ano passado, sem ser casada, para quem ainda não sabe, cheguei a uma conclusão assustadora: eu era um poço de expectativa.

Foram meses me trabalhando para agir mais e “esperar” menos. Do outro, mas, principalmente, de mim e da vida.

Seja você temente a Deus ou não, com certeza, já descobriu que há algo que move nossas vidas. Preparamos tudo para fazer a conversão para a direita e quando chegamos ao fim da pista a curva é para a esquerda. Como assim?

“O melhor da festa é esperar por ela.” A festa em si, raramente é tudo aquilo que esperávamos.

Quando a noiva entra na igreja é pura expectativa: Dias felizes, família feliz, paixão para sempre! E ai vem a realidade, vem o outro, vem a mão de Deus, a vontade do destino e pronto: decepção, infelicidade, tristeza!

Se toda noiva colocasse o pé na igreja ao som da marcha nupcial com a mente “vazia”... Esperando novo e não aquele bando de expectativa do pobre coitado do casamento.

Se optássemos por fazer o que tem que ser feito sem esperar aplausos, sem esperar ser o melhor aluno, o melhor funcionário, sem espera, esperar e esperar!

Esperar que o chefe reconheça seu trabalho, esperar que o marido leia sua mente e realize seus desejos românticos, esperar que a vida seja camarada como foi para um tantão de gente!

Viver sem expectativa não é fácil. Não quer dizer que não vai haver mais desejo, espera, busca, mas sim, que não haverá a "expectativa" porque ela sempre nos faz esperar por um resultado utópico, fora do que realmente é plausível de acontecer.

Abaixar o nível de expectativa é aumentar as chances da dar certo! Porque o que vier é lucro. Isso não significa não ter meta, foco, um objetivo a alcançar, mas saber que está fazendo aquilo porque te faz feliz e só precisa do reconhecimento de uma pessoa: o seu.

Por isso, venho feliz com minha nova teoria: Expectativa. Menos é sempre mais?

28 comentários:

Cleia Lucena disse...

Realmente a tal da expectativa é terrivel.
Por isso geralmente não tenho e quanto menos tenho, mais as coisas acontecem.
Por tanto não tenha, é dificil, mas é melhor.
bjs

♥ Erika Saab disse...

Ótimo texto! Já indiquei no Twitter!

Amor desde infância disse...

acho q tudo tem q ser como Deus quer ele tem algo reservado para nos alem de nossas expectaivas sonhos bons e sonhos mtt melhores!um abraço!

Beta disse...

Querida, gosta de música? Quer ganhar um CD?
passa no MIX: http://www.mixculturainformacaoearte.com/2010/08/live-and-dangerous-thin-lizzy-coluna-de.html

Ly Mello disse...

Nem sei se existe alguém no mundo que crie mais expectativa do que eu, e posso te dizer, como sofro!
Expectativa com as coisas, pessoas, e isso desencadeia em mim, uma série de problemas, tanto físicos, como psicológicos!
Minha psicóloga sofre! hahaha

Bjs.

Albuq disse...

Tenho que me policiar quanto a isso, sou do tipo que cria até demais expectativas.
bjs

Nara disse...

Vem cá, alguém falou de mim pra vc??
Poxa, vc falou e disse... eu sou um poço de expectativa, e quando nao acontece como eu quero me frusto de um jeito....

Tenho que mudar isso!

Beijo beijo

http://rosinarab.blogspot.com

Paula Oliveira disse...

Tem uma música do Los Hermanos que se chama "Cara Estranho", é fantástica...e retrata muito bem o que você disse...

"Talvez se nunca mais tentar viver o cara da TV, que vence a briga sem suar, e ganha aplausos sem querer"...

Ainda acho que quando a mão de Deus atua, é sempre algo para o nosso bem...sempre...ainda que não percebamos ...adoro seus textos!

Layla Barlavento disse...

Menos é sempre mais em tudo! E quanto as expectativas, nunca é bom ter demais...

Beijos na alma!
Layla Barlavento
culpadowalter.blogspot.com

Mary disse...

e a carapuça serviu para mim!

diariodumapsi disse...

Sempre estamos esperando por alguma coisa, temos expectativas o tempo inteiro, queremos notícias boas,nunca ruins, é muito difícil não ter expectativas, talvez devêssemos não tê-las tanto!
Gd beijo

LICIA TATIANE disse...

Eu sou uma pessoa super pé no chão.Não crio expectativas,não sonho,muito menos idealizo nada e nem ninguém.Tenho vontades,faço,o que posso.Não perco meu tempo planejando nada,vivo o hoje com responsabilidade,afinal a vida é muito curta.Resultado?Não me decepciono com nnguém,comigo e muito menos com a vida!Beijos.

Erika Mello disse...

menina, vc acerta em quase tudo o que diz!!raramente me discordo de vc!! sou assim tb, e essa tem sido tb uma das minhas lutas. minha terapeuta tb vive me falando isso e olha que sempre que paro de criar essas expectativas as coisas correm certo. sei lá me surpreendo, sabe? fico feliz da vida e dou pulos de felicidade. um beijão!!

Bonitas e bacanas disse...

Não sei, viu.
Eu sempre tenho muitas expectativas com umas coisas e poucas com outras. As que eu tenho poucas, eu vou empurrando com a barriga. As que eu tenho muita, eu me animo.Se eu tô triste, invento alguma coisa que me dê expectativas e me animo, sabe?

Mas às vezes a gente espera demais mesmo.

Enfim, coisas da vida, né? É difícil..rs

Adorei seu blog. O título é ótimo.
Bjs

Kamila disse...

Ai ai Flavia, é tão duro não ter expectativas, mas como não ter !

Queremos sempre prever o que vai acontecer na vida, no trabalho , na familia..

Acredito que se pensássemos que tudo na vida é lucro, a expectativas seria melhor e a ansiedade menor !

Parabens pela campanhia Ler é Fashion ! Está linnda !

Beijao

Ana Karla Dias disse...

Oláaa, Flavia!!!
Retribuindo a visita!!! Adorei o blog, vou te seguir e assim acompanhar de perto suas edições...
Qnt ao post, af! Como eh difícil viver sem expectativa...
Mas, à pouco tempo ouvir algo q me fez refletir muito, não me lembro onde, mas, dizia o seguinte: que devemos fazer algo sem esperar o tão esperado retorno,e assim sofreríamos menos.
E isso eh bom não eh? Melhor do q se martilizar com fulano e beltrano q não foi reciproco.
Sejamos felizes em fazermos akilo q gostamos.
E tudo q fizermos,façamos com amor e carinho,esse eh o segredinho, para um bom resultado seja ele com aplausos, ou sem aplausos.
O importante eh q foi feito com amor, e isso ninguém nos tira...
Beijos...

Trocando ideias - Espaço Mulher disse...

Criar expectativas demais não é legal! Eu acho que muitas vezes menos é mais sim!
Bjsss

Rosilaine Rodrigues disse...

Olá Flávia, antes de mais,parabéns pelo blog, gosto muito de ler os seus artigos. Pra mim,este esta entre os melhores que visito. Sempre que posso, passo por aqui para ver suas últimas publicações, e sempre acaba por ser muito prazerosa a leitura. Obrigada e votos sinceros de sucesso.

Andrea Pagano disse...

Acho que é isso mesmo, menos é mais...
Porque a vida a dois não é nada fácil, principalmente hoje com a mulher tendo muitas jornadas e a sociedade remando CONTRA A FAMÍLIA O TEMPO TODO!
É isso mesmo tudo contra o casamneto normal...Sempre temos que ter uma mar de felicidade, senão não estamos completas e isso "NO ECXISTE"...
Gente normal não vive 24 horas be happy...
O problema que não adianta falar...A mulher só cai na real no dia seguinte...Heloouuuu
Bjs

Jane disse...

Engraçado eu estava pensando sobre isso agora pouco enquanto tomava banho...
Pensando sobre uma decisão que tomei, que fez com que consequentemente eu tivesse menos expectativas em relaçao a determinado assunto e isso me trouxe paz.
Sim, eu sempre esperei demais de mim, dos outros, sempre idealizei e esperei demais e isso traz uma ansiedade enorme e no final das contas frustração.
Me sinto melhor, sem a expectativa que traz ansiedade e tenho certeza que as coisas fluem melhor assim e tendem a dar mais certo.

PS* Adorei a cara nova do blog (fazia tempo que eu nao vinha aqui.)

Ich, Hausfrau disse...

naum tem como viver sem expectativas... é como se fosse viver sem esperanças.... acho que a gente tem que ter expectativas sim, mas com os pés no chão...
bjoks

Cris Lima disse...

Adoorei o post!
Perfeito seu texto!
Se vivessemos sem tantas expectativas viveriamos melhor msm!

Camilinha disse...

Ai menina, e eu que sou exatamente igual.... a expectativa e perspectiva em pessoa....ai ai ai! Acho q tbm preciso d euma terapia de casal (mesmo sem ter par...rs)
bjaoooo

andreia inoue disse...

o texto foi perfeito e concordo com vc.
sobre os livros em portugues aqui existe livrarias on line.
:D
beijaooo.

Silvana Mello disse...

Vim retribuir a visita, agradecer o comentário e conhecer o seu blog.
Fantástico! Estou amando tudo aqui.
Vou continuar meu passeio.
Bjuss

Glau Nott disse...

Estou lendo um livro chamado 'brilliant relationships' que trata desses e outros assuntos, eh mt mt mt bom, me fez entender qual o meu verdadeiro papel numa relacao a 2. Vale mt a pena a leitura! Fica a dica. Bjo e obrigada pela visita!

Lilly disse...

Ah, eu também já me peguei analisando as minhas expectativas. Não é uma constatação simples de se chegar. E nem é fácil também encontrar o equilíbrio pois quando a gente mata demais as expectativas a gente acaba morrendo junto...

Lu disse...

Amei este post, sério!! Há três anos parei minha terapia, que eu AMAVA, pq fui morar no Canada, Depois fiquei uns meses no Brasil e agora tô em Londres. Mas então, eu sou um poço de ansiedade, muitas expectativas. Pra vc ter uma noção, o pico foi agora, antes de vir morar em Londres. Eu cheguei a ficar internada num hospital, foi a maior correria pq tive uma crise de enxaqueca ansiosa. Foi praticamente uma semana com uma dor de cabeça absurda, que não dava nem pra mastigar alimentos mais durinhos. JAMAIS pensei que fosse acontecer uma coisa dessa na minha vida. E foi aí que comecei a "tentar" controlar mais minha ansiedade, diminuir minhas expectativas e viver um dia de cada vez. Mas confesso que é muito dificl, ainda erro muito e espero demais da vida. Faço planos e mais planos, pra daqui a 50 anos mas assim que percebo eu puxo o freio e páro tudo! Ah! Eterno policiamento!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...