domingo, 13 de fevereiro de 2011

PARA ENCERRAR O ASSUNTO

1. Eu não sou racista. Posso ter escrito o texto num momento de emoção, mas NÃO sou racista, apesar de algumas pessoas estarem querendo tirar isso do meu texto. Isso não existe!

2. Tem gente dizendo que vai me denuncia no MP, o máximo que posso fazer é contratar um advogado e mostrar que nunca quis fomentar o ódio contra ninguém. E isso está claro.

3. Eu nem sabia que sim, eu posso me beneficiar das costa. Em relação a cor, não é preciso ter a pele negra para isso. Obrigada aos que trouxeram essas informações a ajudaram a tirar a mim e outros da ignorância.

4. Espero que ao invés de perderem tempo indo à justiça, que já tem muito o que fazer, venham aqui, divulguem mais informações sobre as cotas! Utilizem seus blogs! Isso sim é agir! Eu posso não ter levantado a questão da maneira mais feliz, mas que tal melhorar e levar adiante!?

5. Eu continuo achando que sistema de que difere pessoas, seja por cor, idade, dinheiro, gera ódio e não igualdade.

Eu não sou contra as cotas, porque ela é para negros, mas porque não acredito nesse sistema. O Luciano Huck, há uns anos atrás, teve seu relógio roubado e reclamou. Mutia gente disse: "Olha um riquinho reclamando." E ele foi firme dizendo: "a segurança é para todos."

Ele manteve sua opinião, porque todos somos iguais. Ricos e pobres. Dinheiro ou cor não faz ninguém melhor que ninguém. Não é porque agora minha situação financeira é melhor, que minha pele clareou. Mesmo que no Censo não tenham me deixado optar pela cor que acredito que tenho: quadril largo, bunda grande, cabelo bem enrolado, lábios grossos (que amo!).

Se alguém se sentiu ofendido, desculpe. Mas, assim como Luciano Huck, mantenho a minha palavra contra as cotas. Mas RESPEITO a opinião de quem as defende. Distorcer as minhas palavras não vai ajudar ninguém.

Essa é uma carta desculpa a todos que se sentiram ofendidos. Faço isso, porque vi o diálogo evoluir. Vi gente que me agrediu em um primeiro momento e depois veio e disse: "Desculpe, Flavia." Assim como eu o fiz. E juntos, CRESCEMOS TODOS.

Posso ter sido infeliz em algumas passagens, que para mim, como negra, que cresci sendo chamada de neguinha e macaca, de verdade, NÃO me ofendem. De verdade! Mas isso só mostra como esse tema é delicado!!!

Sábado em uma loja, uma menina disse assim para a colega vendedora que está saindo de férias:

- Então, tá. Você está saindo de férias e não anota os códigos dos pijamas, ai é a neguinha aqui que sofre depois.

Todos demos gargalhadas. E pronto.

Uma das únicas coisas que acho que pisei na bola, foi algo que acredito que ninguém nem tenha notado, mas alguém disse assim:  "Flavia, se suas amigas não tivessem como pagar R$ 2000 em escola não pagariam."

Corretíssimo! Às vezes perco a noção de que do outro lado tem gente com diferentes salários. De verdade, nesse ponto, acho que tenho que me policiar, quando falar em valores. Há uns 10 anos atrás eu não saberia nem como contar essa quantia, já que o $ era escasso, bem escasso, beirando o zero.

Obrigada a todos que discutiram, gritaram, xingaram, argumentaram, voltaram e se preocuparam em mostrar ao outro o que pensa. Aqui, ao menos, a censura não entra.

E vamos tocar a vida. Não precisamos mais pisar em ovos, porque negros e brancos são iguais e não tem termo pejorativo que mude isso, porque o Brasil evolui. Mas a mudança vai vir com o tempo.

O tempo em que as modelos serão negras em maior quantidade, o tempo em que apresentadoras infatis de rede nacional serão negras, o tempo em que esse assunto não irá mais gerar processos.

Agora, a quem está querendo abrir processo, fica a pergunta: como incentivar as pessoas a falarem do assunto, se quando alguém fala, sem saber as regras corretas de como falar, é logo processado?

Venha aqui e diga: Flavia, vi que sua intenção foi boa, mas achei agressivo, se importaria de trocar tais e tais termos?

Por que não fizeram isso? Porque é melhor ameaçar e posar de herói. Ainda estou aberta, digam os termos certos e eu e os leitores contra cotas aprenderemos. Isso é construir, ensinar, mudar pensamentos.

Deletei os 2 posts, porque hoje quando vi minhas leitoras vindo em missão de paz, fiquei tão feliz, que achei melhor não expor mais as opiniões contra nem a favor. Se é assim que terei paz, calada, assim será.

Os comentários e os posts, estão todos salvos em meu computador, inclusive, dos que me agrediram verbalmente, para o caso de um de vocês cumprirem a ameça. Afinal, a justiça está para todos, inclusive para mim, não se esqueçam disso.

Me arrependo muito de ter saido do conforto do meu final de semana para tentar mudar algo no país, sendo que EU mesma poderia me beneficiar das cotas de boca calada e seguir com a minha vida. Vai entender. Se escrevi mal, sinto muito. Mas sinto ainda mais por ter sido calada por ameaças.

Estou apagando meus posts, pela família, por mim e em respeito a quem se posicionou contra as cotas e pode também estar sendo alvo dos que utilizam a justiça para calar quem pensa diferente.

Nem vou citar o nome de quem veio aqui e foi ao limite, afinal ela só tem um perfil para atacar. Não tem blog, ou seja ela pode comentar e dizer o que pensa, mas você não pode ir no dela. Assim vale? Ir atrás do que os outros pensam, mas não se arriscar expondo os próprios pensamentos?

Beijos e é isso. Vamos cuidar da vida que Deus é mais! Boa sorte a todos! E vamos em frente.

9 comentários:

Sam Passos disse...

Eu não recebi... buáááá... manda pra mim tb, Flávia. Se bem que vc deve até ter mandado, é que meu email do blog é do gmail, que eu quase não entro! Manda pra o do hotmail... é gospel_lola@hotmail.com. Bjssss... :)

Sandra disse...

Ah, não recebi...
Eu também quero participar! Manda pra mim, vai!
criandoasas@ymail.com

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Flovi disse...

Olá Flávia, eu sou uma das que se posicionaram contra os seus posts e acredito sim que houve exagero de todos os lados.

Vc havia dito que eu te ofendi. Então eu peço desculpas, apesar de achar que foi vc quem levou a coisa toda para o lado pessoal, ao colocar a sua história em um post, inclusive cheio de fotos suas. Talvez a partir disso eu tenha me sentido mais à vontade para também falar de mim e para falar exatamente o que eu penso disso tudo.

Acho que toda discussão é válida, desde que haja respeito entre as partes. O que ocorre é que, quando uma pessoa inicia um tópico com agressividade, ela não poderá esperar nada além de agressividade de volta da parte de seus interlocutores. Ou seja, há maneiras e maneiras de se tratar de um mesmo assunto.

Quando partimos do pressuposto de que há um vilão na história e que esse vilão representa toda uma categoria de pessoas - categoria esta que possui uma identidade, uma razão de ser - com certeza o tal "vilão" vai se manifestar.

Então, por que não se referir aos possíveis "vilões" sem atribuir-lhes rótulos, mesmo que tais rótulos sejam nomes de animais que estamos cansadas de escutar por aí?

Quer um exemplo? Eu me considero de esquerda, e portanto leio vários blogs que se alinham a este espectro político. No entanto, eu ODEIO quando algum esquerdista se refere a alguém de direita como "reaça". Porque isso é ofensa gratuita. Assim como eu odeio quando alguém se refere a mim como feminista de forma pejorativa. Esse tipo de atitude não leva a nada.

Assim como vc, eu tb sonho com o dia em que a cor da pele não vai importar para absolutamente ninguém. Mas até lá, infelizmente, eu vou ter que lutar. Porque tem horas que a gente precisa se manifestar. Por isso eu peço que não leve para o lado pessoal. Porque eu não levei. Apenas me utilizei de exemplos pessoais que você deu no seu post.

Bom, eu resolvi vir aqui dar o meu recado, mesmo sendo 4 da manhã aqui na Índia e eu estar morrendo de sono, primeiro porque gosto do seu blog como um todo, segundo porque vi que vc tinha ficado chateada com meus comentários no post que você apagou. Acabei não tendo tempo de jeito nenhum durante o dia. Queria mesmo fazer um post sobre o tema no meu blog, mas não acredito que terei tempo esta semana. Enfim, a vida é assim.

Faça o que achar necessário com este meu recado, inclusive pode apagá-lo se quiser. Desejo-lhe sorte em seus próximos posts e saiba que da minha parte não ficou rancor nenhum.

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Flovi,

os outros eu não apaguei, estão guardados. Não foi o seu em especial, mas o de todos que seriam perseguidos por terem concordado.

Como disse, fui ao blog de quem se sentiu ofendido, como fiz no seu, e me desculpei pelo tom, mas só isso, porque não fui racista. Como seria contra minha própria cor? Eu estou um caco porque não entendo! Meu avós são negros! Eu estou renegando minha família? De onde o povo tirou isso?

E sabe que muitos que tem rosto na internet e estavam contra, dialogaram. Adorei isso.

Não apagarei seu comentário, porque, como disse, nesse post, estamos todos crescendo. TODOS.

Só quem não veio aqui dialogar foram os "anônimos" que acham que se escondem no anonimato, esquecendo que não existe mais anonimato na internet. Na hora em que publicam consigo ver IP, local e etc.

Claro, que todo mundo foi pegando os pedaços que mais lhe convinha.

Só quero paz. E se pudesse voltar no tempo, teria me calado. Não pelas coisas que disse, não sou racista e isso ficou claro, mas para me poupar de tanto conflito.

Mas as pessoas querem sangue.

Estou em paz e feliz por você, que se posicionou contra, ter tirado um tempo, às 4 da manhã ai na India, para vir aqui e dizer essas palavras.

Beijos!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Os únicos comentários que serão deixados aqui são como os da Flovi, que me criticou desde o início, mas está voltando, para que nos ensine como fazer melhor.

Qualquer crítica a minha pessoa ou ameaça, não será publicado por um único motivo: não contribui para o diáolo e crescimento de todos.

Se tiver alguém de uma instuição séria que trate de assuntos relacionado a ações afirmativas, o espaço está aberto, inclusive para fazer um post de ESCLARECIMENTO. Abro um dia de post só para isso.

Solange, recebi seu comentário, mas não vou publicá-lo para preservá-la. Apesar de não ter dito nada demais, apenas que gosta do blog.

Beijos a todos!!!

Malu disse...

Oi Flavia!
Eu cheguei a ler os posts anteriores, mas resolvi não comentar...
Quando vc contou que passou por preconceito, me identifiquei um pouco com isso, já que passei por isso...
Minha sugestão é fazer um post relacionado a preconceito, tanto de estética, cor, poder aquisitivo, etnia e por aí vai...
Como anda o preconceito com nós mesmos e com os outros?
É um tema bem abrangente e acho que as pessoas tem muita coisa para contar....e para pensar na sua forma de agir.....
Fica a sugestão, espero que goste...bjinhus e ótima semana

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Ei Malu!

Obrigada pelo comentário. Como foi bem neturo e com sugestões, autorizei a publicação, coisa que nunca fiz aqui que é moderar comentário.

A que ponto chegamos, né? Antes a pessoa chegava publicava e via na hora, mesmo que fosse me criticando. Agora, temporariamente, preciso desse artifício. Por isso, seu comentário só apareceu hoje.

Estou aqui respondendo em respeito a você. Bom que os exemeplos de alguns preconceitos que sofrei tenham te ajudado a refletir sobre a sua própria história.

Mas sobre a sua sugestão, eu não mexo em tema polêmico algum, nunca mais. Tenho minha vida para cuidar, lutei muito para chegar onde estou e agora, depois de sofrer preconceito a vida inteira um pequeno grupo, distorce as minhas palavras, vem me chamar de racista? Loucura! Mas é a internet.

Se você quiser falar sobre os temas sugeridos no comentário, dou todo o apoio. Mas aqui, não vai dar não.

Beijos! E obrigada!

Samia Passos disse...

Ai, Flávia... que pena que deu esse bafafá todo! Mas Deus é mais mesmo!!! Eu sou uma que piso muito em ovos ao me referir à raça negra, pois eles já foram tão hostilizados no mundo todo, que acho que até hoje eles sentem preconceito racial de algumas pessoas (independente de camada social). Então, infelizmente, esse é um assunto que ainda nos faz pisar em ovos para não sermos mal entendidos ou até processados. Acho que você fez bem em apagar os posts... esse é seu cantinho especial, e não deveria ser palco para guerrilhas... Fica com Deus, linda! Bjssss... :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...