quarta-feira, 11 de maio de 2011

Se você fosse Deus, atenderia a sua prece?

Nós humanos lemos lábios, Deus lê o coração. Não sei se ele é um cara gozador como cantava Cássia Eller, mas se não conseguisse ler nosso coração ele estaria é muito confuso.

Pedimos uma coisa à noite na cama, mas quando acordamos vamos na direção oposta. É a história do: Senhor me ajuda a ganhar na loteria, mas não compra o bilhete.

Você tem um desafeto no trabalho, reza à noite para que Deus elimine essa desavença. Mas o que faz na manhã do dia seguinte no caminho para o trabalho? Já vai pensando em tudo o que irá responder se a tal pessoa for grosseira ou tentar te prejudicar.

Mas se você pediu com fé na noite anterior, por que está esperando pelo pior? Por que não está confiante pensando: A pessoa vai falar algo grosseiro e eu vou sorrir, porque eu pedi a Deus e ele está nesse lugar com um manto de luz em volta de mim.

Quando você ou um ente querido está hospitalizado, sua força ao pedir muda. Há uma fé cega na cura, um rumo certo. Não há cansaço, cabeça cheia, nada, você joga o seu joelho por terra e pede claramente. Seus lábios são condizentes com o que clama seu coração. 

Mas no dia a dia, a reza é feita com um neurônio no trabalho, outro no que precisa ser feito na casa antes de você sair para trabalhar no dia seguinte, na olhadela para o marido ao lado para detectar sinais de traição. Se nem você se doa 100% ao pedir...  Além da rezadinha rápida e mal feita, faz-se um mínimo esforço porque está sem tempo e espera-se uma grande graça.

O tempo de Deus não é o nosso, que por vezes nos sentimos sim desamparados. Mas, consciente de que nem sempre o que peço é o que está verdadeiramente em meu coração, me perguntei ontem à noite enquanto rezava: Se você fosse Deus, atenderia a sua prece?

24 comentários:

Lidy disse...

Interessante seu post..

Nunca pensei isso....mas pensando agora....se eu fosse Deus eu não responderia a maioria de minhas orações...

Mas sabe tem um salmo que diz que se Deus vigiasse os nossos passos ninguem ficaria de pé...

Então...ainda bem que Deus não sou eu....ele é vê bem mais do que eu consigo ver...ele vê o coração e se atende minhas orações é pq percebe algo de bom dentro de mim....que nem eu mesma consigo perceber...

Amém...

Beijos!

Atitude do pensar disse...

Isso me lembra do filme "O todo poderoso".
Concordo, em geral nem mesmo nós temos ciencia de nossos desejos, mas sabe que acho isso um reflexo dessa sociedade efêra!?
Me agrada muito saber que Deus nos conhece melhor do nós mesmos, seu olhar adentra locais ocultos aos nossos olhos...

♕Miss Cíntia Arruda Leite ღ disse...

Flavinha querida!
Que bom ler seu post e o mais interessante é que eu ando refletindo bastante, sobre o tipo de prece e como a faço, principalmente depois de ler o trecho do livro Comer, rezar e amar da Liz Gilbert, onde diz:

"A prece é um relacionamento; metade do trabalho é meu. Se eu quiser transformação, mas sequer for capaz de articular qual exatamente é meu objetivo, como ela poderá ocorrer? Metade do que se ganha com a prece está no próprio ato de pedir, de oferecer uma intenção claramente articulada e refletida. Se você não tiver isso, todas as suas súplicas e desejos não têm sustento, são desconjuntados, inertes: rodopiam a seus pés em uma bruma fria, mas nunca se erguem. então, eu agora paro todas as manhãs para buscar dentro de mim mesma a especificidade daquilo que estou realmente pedindo. Ajoelho-me ali no templo com o rosto naquele mármore frio durante o tempo que for necessário para para formular uma prece autêntica. Se não me sinto sincera, fico ali no chão até isso acontecer. O que funcionou ontem nem sempre funciona hoje. Caso você deixe sua atenção estagnar, as preces podem se tornar rançosas e transformarem-se em algo tedioso e conhecido. Ao me esforçar para me manter alerta, estou assumindo uma responsabilidade integral pela manutenção da minha própria alma.


Sinto que o destino também é um relacionamento - uma interação entre a graça divina e o esforço pessoal direcionado. Sobre metade dele você não tem o menor controle; a outra metade está completamente em suas mãos, e as suas ações terão conseqüências perceptíveis. O homem não é uma marionete dos deuses, nem tampouco é senhor do seu próprio destino; ele é um pouco de ambos."

Me senti, verdadeiramente tocada com este texto e vejo o quanto é necessário saber exatamente o que queremos, se o que pedimos a Deus sai de nossos corações com sinceridade e se fazemos nossa parte para nossa prece ser atendida.

Desculpe o comentário enorme! rsrs

beijinhos

Telma Maciel disse...

Seu post realmente é interessante. Acho que muitas das minhas orações eu mesma não atenderia exatamente pelo que vc falou: vc pede algo, mas vai por outro caminho...
Mas é incrível! Deus atende nossas preces qndo acha q deve! Eu tinha uma desavença no trabalho e pedia a Deus que isso passasse. "Passou" qndo mudei de setor, mas sempre que acontecia de nos encontrarmos, aquela sensação esquisita voltava. Então Deus me deu a oportunidade de realizar o que eu pedia: eu estava saindo da empresa e a chefe colocou a pessoa pra ficar no meu lugar. Por 1 e 1/2 semana eu tive que treiná-la. No início foi difícil: como conversar? o que falar? ela não gosta de mim e o meu esforço vai ter que ser supremo! Nem foi assim... foi tranquilo, pq a minha intenção sempre foi ter a oportunidade de mostrar que a mágoa pode ir embora. E foi.
Agora, eu guardo no coração outro pedido... este, sim, eu gostaria MUITO que fosse atendido... continuarei pedindo e agindo para que aconteça (não é ganhar na loteria, ok? rs)
Beijo

Lucimere disse...

Muito bom o seu texto. muito bom mesmo.

bjoss

Missionária Bella Dourado disse...

Se eu fosse Deus?
- Algumas eu atenderia outras não.
bjs post maravilhoso.

Carolina disse...

Muito bom teu post, Flavia.
Eu acredito na força da determinação e vejo muitas pessoas "alugando Deus" por motivos frívolos.
Acho que Deus atenderia meus pedidos, como muitas vezes sei que contei com a força mágica Dele, mas antes de pedir precisamos nos determinar a alcançar nossos objetivos. Aí se encontra a fórmula certa: determinação. Assim metade do que queremos já esta no caminho certo e o resto o universo conspira a favor de nós. Isto é Deus dentro de nós, literalmente. A força milagrosa de Deus.

bjos meus

Cláudia disse...

Amei, simplesmente amei o seu post.
Estou maravilhada.

Você foi muito feliz com essa colocação.Você está fazendo muita gente pensar no que anda pedindo, e como anda pedindo as coisas a DEUS.

Eu costumo dizer : Deus sabe o que eu quero, mas acima de tudo Ele sabe do que eu preciso. Porque nem tudo o que eu quero é o que eu preciso para viver. Assim seja.

Posso repassar o teu post no meu blog ? Com créditos claaarrrooo.Muita gente precia ler isso.
Beijos.

Anônimo disse...

Sim, se eu fosse Deus atenderia meu pedido, Por que? Simples: Devemos pedir que ele faça a vontade DELE em nossas vidas. O desafeto no trabalho, por exemplo, pode servir de ensinamento, para algum propósito que eu devo aprender!! A Fé é uma questão bem subjetiva, não dá para medir, nem para opinar a respeito. Mas podemos refletir, que é exatamente o que você sugeriu fazer! ;)

Dani`s disse...

Nossa muito interessante seu post, achei seu blog rico de informações e há muitas coisas que devemos absorver e nos levam a refletir!
Parabéns por sua dedicação, sempre estarei por aqui para ler suas citações demasiada inteligentes,
já me tornei sua seguidora.
Se puder dar uma passadinha e me prestigiar com sua presença no meu blog, ficaria muito honrada, está rolando um sorteio de um baú recheado com mais de 20 itens, te espero por lá!
http://www.danisnaweb.com
Beijos!!

Universitária, eu? disse...

Essa postagem veio como uma flecha no meu coração! Estou pedindo algo à Deus. Mas as vezes peço como se nem eu mesma acreditasse no que estou pedindo. De novo, obrigada!
Flávia você mora em Sampa ou no Rio? Se for em Sampa, estarei por aí no inicio de Julho, queria te conhecer.

Edna Lima disse...

Já pedi muito a Deus. pela saúde e felicidade de meus filhos.(continuo pedindo)
Mas gosto também de agradecer , Pois já passei por muitas poucas e boas, de tanta coisa que não havia luz no final do túnel.
E até aqui cheguei.
O comentário da Cíntia foi maravilhoso
Uma noite com as bençãos de Deus.
Bjs. Edna.

Elaine Canha disse...

Muito bom o post. Parabéns!

Acho que Deus atenderia minhas preces sim, mas com certeza ele acharia melhor se eu tivesse um pouco mais de determinação e ajudasse as coisas a acontecer.

Beijos

LICIA TATIANE disse...

Muito bom o texto!Já fiz um pequeno post sobre isso no meu blog.Pior do que pedir e achar que deve ser entregue em uma bandeja é pedir e depois reclamar quando o resultado não nos agrada,somos filhos mimados e ingratos.
Nem sempre o que pedimos à Deus é o melhor para nós,ainda bem que somos os filhos e Deus é o pai.Eu me considero uma pessoa de muita sorte,Deus está sempre presente na minha vida. Beijos.

Carla Farinazzi disse...

Bem... É uma excelente pergunta, eu realmente não havia pensado nisso.
Eu, na maioria das vezes, fico com vergonha de pedir coisas a Deus. Tenho um certo receio de pedir as coisas e elas não serem nada do que eu imaginei. Então, acabo por preferir deixar por conta d'Ele, cuja visão é muito maior que a minha.
Gostei imenso de seu blog, parabéns! Sempre um post interessante.

Beijos

Carla

Nilce disse...

Oi Flávia

Conversa com Deus deve ser íntima mesmo. Mas isso é muito difícil de acontecer principalmente porque queremos o milagre para ontem, no desespero.
E nem nos concentramos mesmo.
Você tem toda razão, se eu fosse Deus não atenderia minhas prórpias preces. Não somos perfeitos, mas precisamos de mais fé.

Bjs no coração!

Nilce

Anônimo disse...

Flavia,
adoro seus posts mais morroooo de preguiça de comentar. (rsrs)
Mas hoje eu tenho que comentar pq tenho pensado sobre isso: minha vida está um marasmo, quero dar uma guinada, tenho muitas opções, mas não tenho tido clareza nem para rezar e fazer a prece 'articulada' conforme alguém disse aqui no seu blog.
Mas respondendo a pergunta: Se eu fosse Deus eu atenderia uma única solicitação minha, que inclusive, eu percebi num sonho. Então, Deus que sabe de tudo, que me enviou o sonho e que colocou o desejo no meu coração... Pode me atender, tô muito afim de receber esta benção.
Não posso dizer qual é, mas Ele sabe, ah! sabe! rs
Beijos e parabens pela reflexão. Por causa dela hoje à noite vou tomar vergonha na cara e meditar na minha almofada especial de meditação e tb vou rezar de forma 'articulada' (Adorei isso)
--> Ah! To adorando ver você no programa Destaque Empresarial, como âncora.
Miriam Machado

Priscilla disse...

Que lindo!
Passando para lhe desejar um bom final de semana querida!
Beijos meus

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

ESCLARECIMENTO

O Blogger de um problemas na sexta-feira, muitos sabem disso. Ele ficou fora do ar por muitas horas e depois apagou vários comentários feitos por vocês e não trouxe de volta.

Já me perguntaram o motivo de eu ter apagado certo comentário, isso não foi feito por nós!


Beijos!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

POSTANDO ALGUNS COMENTÁRIOS EXCLUÍDOS PELO BLOGGER, MAS QUE FORAM PARA O MEU E-MAIL:

ANÔNIMO:

Flavia,
adoro seus posts mais morroooo de preguiça de comentar. (rsrs)
Mas hoje eu tenho que comentar pq tenho pensado sobre isso: minha vida está um marasmo, quero dar uma guinada, tenho muitas opções, mas não tenho tido clareza nem para rezar e fazer a prece 'articulada' conforme alguém disse aqui no seu blog.
Mas respondendo a pergunta: Se eu fosse Deus eu atenderia uma única solicitação minha, que inclusive, eu percebi num sonho. Então, Deus que sabe de tudo, que me enviou o sonho e que colocou o desejo no meu coração... Pode me atender, tô muito afim de receber esta benção.
Não posso dizer qual é, mas Ele sabe, ah! sabe! rs
Beijos e parabens pela reflexão. Por causa dela hoje à noite vou tomar vergonha na cara e meditar na minha almofada especial de meditação e tb vou rezar de forma 'articulada' (Adorei isso)
--> Ah! To adorando ver você no programa Destaque Empresarial, como âncora.
Miriam Machado

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

SANDRA - http://faca-sua-parte-sandra.blogspot.com/

Minha mãe sempre foi da teoria que mulher moderna paga a sua parte da conta, e pagava a dela.
Já eu, sempre achei que o mínimo que um namorado devia fazer para ter o prazer da minha compania era pagar a conta sem reclamar.
É claro que bom senso conta muito, não dá pra ir pra onde não se tem condições e também existem situações que cada um paga a sua parte, como uma entrada em um show mais caro.
Vale o bom senso, mas com a regra básica: a conta é preferencialmente dele!
Bom, depois de casados e trabalhando jumtos, aqui em casa todas as contas se tornaram nossas...
Beijos

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

NILCE - http://www.nilceguerreira.com/

Oi Flávia

Conversa com Deus deve ser íntima mesmo. Mas isso é muito difícil de acontecer principalmente porque queremos o milagre para ontem, no desespero.
E nem nos concentramos mesmo.
Você tem toda razão, se eu fosse Deus não atenderia minhas prórpias preces. Não somos perfeitos, mas precisamos de mais fé.

Bjs no coração!

Nilce

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

LICIA - http://liciadps.blogspot.com/

Muito bom o texto!Já fiz um pequeno post sobre isso no meu blog.Pior do que pedir e achar que deve ser entregue em uma bandeja é pedir e depois reclamar quando o resultado não nos agrada,somos filhos mimados e ingratos.
Nem sempre o que pedimos à Deus é o melhor para nós,ainda bem que somos os filhos e Deus é o pai.Eu me considero uma pessoa de muita sorte,Deus está sempre presente na minha vida. Beijos.

Anônimo disse...

preciso esquecer algo muito ruim q aconteceu no passado, nao sei como deus pode fazer isso pra mim, mas pedi pra perder a memoria, pq essa lembrança me faz me sentir suja,culpada e ter inveja de outras pessoas, entao acho q sim, eu nao sei...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...